Ads 468x60px

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Marcha para Jesus 2009 em Salvador tem nova data para acontecer

Depois de muita especulação e cancelamentos a Marcha Para Jesus 2009 em Salvador deve acontecer ainda em Dezembro. A Igreja Renascer, organizadora do evento, conseguiu o dia 12 de Dezembro para realizar a Marcha para Jesus 2009 em Salvador.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O evento deve acontecer no Largo de Ondina às 13 horas, até o momento nem um cantor ou pregador foi confirmado no evento.

Entenda o caso

A Marcha para Jesus em Salvador foi marcado para o dia 14 de novembro, devido ao ato público de outro segmento religioso que acontecerá no mesmo trajeto, a Marcha para Jesus foi passado para o dia 21 de novembro, mas por motivos não revelados o evento foi cancelado.

Anjo teria visitado Cristãs na prisão

As duas moças iranianas Maryam e Marzieh, presas por conta de sua fé em Jesus Cristo, foram encorajadas de maneira magnífica durante o tempo que estiveram na prisão.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

“Estávamos em uma ala com muitas mulheres. Um dia, entretanto, notamos uma pessoa especial na ala. Nunca a vimos antes, e tivemos um encontro curto. Essa moça veio e foi embora do nada. Ela parecia ser um anjo do Senhor, e nos animou de maneira maravilhosa.”

A moça disse a Maryam e Marzieh que “o mundo todo está orando por vocês”. Elas, no entanto, se perguntaram: “Você tem certeza? O governo nos apresentou provas de que ninguém se interessava por nós”. Ela lhes disse: “É mentira. Essas provas são falsas. Muitos cristãos no mundo têm pensado, falado e orado por vocês”.

Maryam e Marzieh começaram a chorar e falaram: “Sabíamos que Deus não se esqueceria de nós. Ele até mandou um anjo seu para cá”.

As duas foram sobremaneira encorajadas com essa visita inesperada, e também por saber que tantas pessoas no mundo oravam por elas.

“Continuem orando por nós. Já saímos da prisão, mas ainda precisamos de proteção e das bênçãos do Senhor. Obrigada, Senhor, por nos enviar seu anjo.”

ExpoCristã 2010 já tem data para acontecer

Executivos do setor de produtos cristãos, líderes, empresários, veículos de comunicação, autores e cantores participarão nesta quarta-feira, dia 25, às 19h, no Braston Hotels, do lançamento oficial da nona edição da ExpoCristã, a maior feira de produtos para Cristãos da América Latina. A última edição do evento, realizada no mês de setembro, mobilizou 153 mil pessoas e 315 expositores.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O lançamento do maior evento do gênero contará com a devocional do pastor José Bernardo, da Amme Evangelizar. Terceira geração de pastores, o missionário, após seguir uma consolidada carreira na área de marketing, se viu incomodado com o rumo do evangelismo no Brasil. Desenvolveu um modelo que presta consultoria a igrejas, de forma gratuita, que motiva a realizar um evangelismo eficaz, direto, contextualizado e focado nas necessidades dos novos tempos. Bernardo falará sobre trabalho da entidade e de que fora ela contribui no crescimento no número de evangélicos no Brasil.

Após a devocional, o presidente da EBF Eventos, Eduardo Berzin Filho apresentará os resultados da pesquisa de satisfação realizada pelo Instituto Veris durante a 8ª ExpoCristã. A averiguação mostrou que a ExpoCristã teve 76% de aprovação por partes dos expositores e apontou que livros e Bíblias foram itens mais procurados pelos visitantes no evento realizado em setembro deste ano. Além disto, itens como mobiliários, material para aprimoramento para liderança, produtos alternativos (como brindes, camisetas, itens de tecnologia) também foram citados como produtos procurados.

- A ExpoCristã é o canal eficaz para quem deseja falar, efetivamente, com meio cristão. Incentiva o desenvolvimento de novos produtos e serviços para fomentar a expansão do evangelho no Brasil. È um ponto de encontro e novidades onde se mostra a força da fé e do crescimento do número de evangélicos no Brasil – afirma Berzin.

Só a ExpoCristã, com base em pesquisas de satisfação e comportamento, é o local para empresas que tem foco no público evangélico se relacionar com a comunidade evangélica que chega a 40 milhões com taxa de crescimento de 7% ao ano.

Outra importante novidade a ser apresentada durante o lançamento será a participação da Asec (Associação Editores Cristãos) no Comitê de Organização da ExpoCristã. A entidade trabalhará em parceria com a EBF Eventos com intuito de fomentar a leitura e o relacionamento com meio cristão. Outra importante entidade, a Anle (Associação Nacional Livreiros Cristãos) também confirmarão a importância da ExpoCristã e de que forma ela contribui para que literaturas, produtos e serviços de relevância a propagação ao evangelho cheguem a população eva ngélica, que segundo dados da Sepal, representarão 50% da população a té 2020.

Em 2010 a ExpoCristã acontecerá de 07 a 12 de setembro de 2010.

Na mesma noite serão entregues os Troféus Expositores destaque ExpoCristã. Confira os finalistas:

MÍDIA

  • Nossa Rádio
  • Rádio Vida
  • Rádio WebBox

GRAVADORA

  • Line Records
  • Graça Music
  • Voz da Verdae

EDITORA

  • Editora Vida
  • CPAD
  • Mundo Cristão

ALTERNATIVOS

  • Mig& Meg
  • Tia Helenita
  • Cia dos Séculos

RESPONSABILIDADE SOCIAL

  • Lar Batista de Crianças
  • Exercito da Salvação
  • Juvep

MOBILIÁRIO

  • Móveis Bom Pastor
  • Ventisilva
  • Móveis Shallom

CAMPANHA DE MARKETING

  • WSete Brasil
  • Mapfre
  • Igreja Batista Boas Novas

ESTANDE MAIS BONITO EXPOCRISTÃ 2009

  • CPAD
  • Jeová Nissi
  • Igreja Batista Boas Novas

ESTANDE MAIS BONITO ( Novo Expositor)

  • Batista Boas Novas
  • Alare Comunicação Integrada
  • Garimpo Editorial

SERVIÇOS E TECNOLOGIA

  • Mapfre Seguros
  • Renovatec
  • CCLI

MINISTÉRIOS

  • Ministério de Teatro Jeová Nissi
  • Missão Horizontes
  • Ministério Turismo de Israel

SERVIÇO:

LANÇAMENTO OFICAL DA NONA EXPOCRISTÃ Dia 25 de novembro às 19h no Braston Hotels O Braston Hotels São Paulo está localizado à Rua Martins Fontes, 330 na Consolação em São Paulo

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Jogo sobre inferno ironiza a adoração a Deus para se divulgar

A Electronic Arts não está nem aí se sua campanha para “Dante’s Inferno”, que será lançada em fevereiro do ano que vem, vai incomodar grupos religiosos em alguma parte do planeta.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Parodiando o Wii, esse viral fala de um tal “Mass: We Pray”. É um jogo em que você e sua família podem realizar um monte de atos religiosos, sem ter que esperar o domingo para ir a igreja e adorar o Senhor. São 24 cerimônias, que incluem confissões, batismo, acender velas, tocar sinos.

A Prayer Works Interactive pensou em tudo, incluindo controles e forma de cruz e banco acolchoado para você ajoelhar. O kit completo será lançado na próxima Páscoa.

A site da “brincadeira”, masswepray.com, inclui um link para pré-venda. Quando você clica, descobre se tratar de um viral para “Dante’s Inferno”, com a opção de assistir um novo trailer ou conhecer o aplicativo para Facebook.

Trailer animado de Dante’s Inferno (recomendado apenas para maiores de 18 anos)

Igreja Renascer – Câmara decide não revogar título do Ap. Estevam Hernandes

A Câmara de Sorocaba manteve o título de Cidadão Sorocabano ao apóstolo Estevam Hernandes Filho, fundador da Igreja Apostólica Renascer em Cristo.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Com 18 votos contrários e apenas dois favoráveis, os vereadores decidiram pela rejeição ao projeto de decreto do vereador Benedito de Jesus Oleriano (PMN), que tinha como objetivo revogar a outorga ao religioso. Foram favoráveis à revogação além de Ditão, o líder do governo, Paulo Francisco Mendes (PSDB). Parlamentares que criticaram a concessão da homenagem em sessões anteriores, ontem mudaram de postura e votaram contra a revogação, entre os quais os petistas Francisco França e Izídio de Brito.

A discussão em torno do projeto, mais uma vez, provocou manifestações acaloradas entre o autor do título, o vereador e pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ) e os dois colegas que votaram pela revogação.

Ao deixar os vereadores do PSDB e da bancada de sustentação livres para votar, foi chamado pelo vereador Irineu Toledo (PRB) de Poncio Pilatos, pois teria lavado as mãos sobre o assunto. Eu não lavei as mãos… muitos aqui lavaram. Quem vai lavar vossas mãos, vossa excelência sabe que é…Como eu também. Pilatos…eu não fui, rebateu Mendes.

O líder do governo disse que tomou a decisão de votar pela revogação do título com base na denúncia feita pelo vereador Caldini Crespo na sessão de quinta-feira da semana passada. Na ocasião, o parlamentar ressaltou que teria recebido a informação de que a homenagem seria utilizada para ser anexa ao processo de defesa do apóstolo na Justiça. Foi apenas com base nessa informação. Acho que nada nesse sentido pode ser usado. Ninguém está julgando, quem julga é o Pai Eterno. Nós não temos condições de julgar quem quer que seja, finalizou o líder do governo.

Estou nesta Casa há cinco anos e algumas coisas me surpreendem. Nós ouvirmos alguém que já prefeito, líder do governo e presidente da Câmara falar que uma entrega de título poderia ser usado em ato jurídico… A votação aconteceu em 2006. A publicação do Diário Oficial foi em 2006. Se alguém fosse usar para esse fim, bastaria pegar esse documento. A entrega é apenas um ato simbólico. Um quadro, disse o autor da homenagem, o vereador Carlos Cezar (PSC).

Televangelismo: Entenda porque querem acabar com os programas evangélicos na TV

Bandeirantes, Gazeta, Rede TV!, Record e Rede 21 ocupam parte da programação com cultos de igrejas e telecomércio. Lei, de 1962, não aborda venda da programação e não é clara sobre cota de publicidade; lucro das TVs com a prática é polêmico.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

É só zapear o controle remoto e constatar: na TV aberta o que não falta é programa religioso e de venda de produtos.

Levantamento feito pela Ilustrada, da Folha de São Paulo, com base na programação de São Paulo de 8 a 14 de novembro, mostra que Rede TV!, Record, Gazeta e Band ocupam entre 23% e 30% da grade semanal com programas religiosos.

E a Rede 21, do grupo Bandeirantes, tem só 30 minutos diários de programação própria, o restante tomado pela Igreja Mundial do Poder de Deus.

Dentre os programas exibidos nessas emissoras estão os cultos como os da Igreja Universal do Reino de Deus, de Edir Macedo (dono da Record), e os da Igreja Internacional da Graça de Deus, de R.R. Soares.

Além disso, Rede TV! e Band têm espaços alugados para programas de vendas, 10% e 6% do total da programação, respectivamente. Já a Gazeta ocupa 29% da semana com venda de produtos -isso sempre sem contar intervalos comerciais-, sendo que a própria emissora produz os programas.

Nesse telecomércio, tem de tudo. Liquidação de roupa, panelas fritando ovo ao vivo e lançamentos de condomínios etc. As TVs se aproveitam de um vácuo na legislação para alugar parte de seus horários a igrejas e a empresas de venda de produtos. A lei, de 1962, não trata do tema. Diz apenas que no máximo 25% da programação pode ser ocupada por “publicidade comercial”, sem deixar claro o que isso quer dizer.

As emissoras podem estar em situação irregular ou não, dependendo da interpretação.

A venda de espaço para igrejas entra na cota de 25%, visto que o canal tem um lucro? Os programas de vendas entram? Ou “publicidade comercial” são apenas os intervalos? Eis o nó.

O governo vai entrar na polêmica. A ideia é regulamentar a comercialização do tempo de programação, uma vez que canais abertos são concessões públicas, reforçar a fiscalização do limite de 25% de publicidade e deixar claro o que entra na cota.

A proposta, da Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência, será apresentada em dezembro na Conferência Nacional de Comunicação, convocada por Lula. O documento, obtido pela Folha, fala em “coibir a comercialização do tempo de programação”. “A concessão é dada a uma pessoa jurídica sob certas condições. Não tem sentido subcontratar”, diz Ottoni Fernandes, secretário-executivo da Secom. O texto fala também em “regular a prática de proselitismo religioso”. “Estamos propondo a discussão. Concessão pública implica, em tese, ser destinada a programas informativos, culturais”, afirma Fernandes.

Para o sociólogo e professor de comunicação da USP Laurindo Lalo Leal, “uma TV aberta arrendar horários para igrejas ou vender tapete e joia 24 horas por dia contraria a lei”.

“Esses programas de venda de produtos e os que as igrejas colocam no ar porque pagam ao canal deveriam ser computados nos 25% de espaço comercial permitidos pela lei hoje em vigor”, afirma Leal.

Além disso, ele acredita que “alugar o horário é sublocação de concessão pública”, diz Leal, que é ouvidor da TV Brasil.

O professor de direito da PUC Celso Antonio Bandeira de Mello não vê problemas: “Apesar de ser concessão pública, estamos no ramo de empresas privadas de TV, previsto pela Constituição. A liberdade de comunicação não pode ser cerceada”.

Com isso, opina, o aluguel de horários na TV a igrejas não pode ser considerado violação do princípio do Estado laico.

As TVs negam praticar irregularidades.

Redes dizem que precisam de verba

A Rede TV! e a Gazeta foram claras sobre por que alugam horários para igreja e programas de venda: é questão de sobrevivência.

“Temos a Globo com 43% de ibope, que fica com 80% da verba do mercado publicitário. Enquanto a distribuição dessa verba não for equilibrada, as outras têm que fazer isso para sobreviver, até para que não haja no país um só microfone”, diz Kalled Adib, superintendente de operações da Rede TV!.

“Os programas de venda dão audiência e faturamento. O telespectador está com o controle remoto na mão. Quem perde com isso? Precisamos de dinheiro para produzir nossa programação.”

Segundo ele, o plano é reduzir o espaço alugado por programação própria.

Superintendente comercial da Gazeta, Luiz Fernando Taranto Neves também afirma ter planos de reduzir o espaço de programas de venda: “Fazer TV é caro. A venda de produtos é um modo de ganhar dinheiro e ir melhorando a programação. Já trocamos, aos sábados, o “Best Shop” por futebol”.

Ele ressalta que a produção dos programas de venda é da própria Gazeta. “Temos um “call center” com 300 funcionários, vendemos e entregamos os produtos. Como são programas nossos, posso tirar do ar quando quiser. É diferente de alugar o horário, quando precisamos respeitar o contrato.”

A Band, dona também da Rede 21, enviou e-mail, por meio da assessoria: “Ciente de seu papel na sociedade, a Abra (Associação Brasileira de Radiodifusores) aceitou o convite do presidente da República para debater as comunicações brasileiras na Confecom [Conferência Nacional de Comunicação]. A Band, que integra a Abra com a Rede TV!, está disposta a discutir os temas mais importantes do setor, ao contrário da mídia impressa, que preferiu ausentar-se do debate”.

A Record também se pronunciou por e-mail, via assessoria de comunicação: “A Record cumpre todas as determinações da legislação em vigor”.

A História de Esther tem investimento de R$4,5 milhões da Record

A Record está destinando um grande capital para inaugurar mais um segmento de produtos de sua teledramaturgia. A emissora, que já produz novelas em dois horários e lançou o seriado “A Lei e o Crime” no primeiro semestre deste ano, está entrando no ramo das minisséries com “A História de Esther”.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Para viabilizar a produção da trama, a emissora de Edir Macedo está destinando R$ 450 mil por capítulo. O custo é quase duas vezes maior se comparado ao valor do capítulo de uma novela, como “Poder Paralelo” e “Bela, a Feia”, que tem orçamentos de aproximadamente R$ 200 mil e R$ 300 mil respectivamente. Serão produzidos dez capítulos, totalizando um investimento de R$ 4,5 milhões.

Em “A História de Esther” estarão Gabriela Durlo, Marcos Pitombo, Juan Alba, Ewerton de Castro, Paulo Gorgulho, Vanessa Gerbelli e outros.

Segundo o jornalista Daniel Castro, a Record promete continuar investindo em minisséries após o fim de “A História de Esther”. Uma nova produção deverá ser definida pelo diretor de dramaturgia Hiran Silveira em breve, com estreia prevista para até o final de 2010.

Pastor é expulso da favela por não querer colaborar com o tráfico

Quando chegou à Favela de Vigário Geral, há dois anos, para trabalhar com evangelização na Igreja Pentecostal Deus é Amor, na comunidade, o pastor Odilon Calixto da Cunha, 32 anos, não imaginava que sua vida a partir dali se transformaria num inferno. Perseguido por traficantes, que não aceitavam o fato de ele não colaborar com o crime, o pastor e sua família foram expulsos da favela no domingo.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Depois de passar a noite com a mulher e os seis filhos sob a marquise de um supermercado em Duque de Caxias, o pastor procurou a 38ª DP (Brás de Pina). Na terça-feira, policiais foram à comunidade para que Odilon pudesse recuperar seus pertences. A casa de dois andares, tinha virado um dos ‘quartéis’ do bando: havia drogas, munição de fuzil e pistola, roupas camufladas e até uma granada abandonada pelos traficantes, que fugiram.

“Sei que não poderia ter este sentimento de revolta, mas quando meu caçula de dois anos me abraçou, sentindo frio, deitado na calçada, não pude querer outra coisa senão que todos eles sejam presos e paguem pela humilhação que nos fizeram passar. Foi muita covardia mandar minha mulher e meus filhos saírem de casa só com a roupa do corpo, sem poder almoçar a comida que estava no fogão. Quero que eles sofram”, desabafou.

Mineiro, Odilon chegou a Vigário Geral trazido por um outro pastor, que ele descobriu mais tarde, atuar como colaborador do tráfico. Comprou uma casa por R$ 12 mil e não queria que os filhos crescessem em meio a homens armados, mas só deixaria a comunidade depois que quitasse o pagamento do imóvel, que ainda não chegou à metade.

“Eles me criticavam porque eu não os apoiava. Certa vez, pediram para eu que socorresse um bandido ferido no meu carro, e eu disse que estava quebrado. Quiseram que eu levasse armas até Acari, e eu falei que jamais poderia fazer aquilo. Ofereceram frango de uma carga roubada, e não aceitei, mesmo só tendo feijão e arroz em casa. Eles diziam que outro pastor era um ‘braço’ deles e que, se eu não ajudava em nada, era porque tinha ligações com a polícia”, contou.

Polícia já tem pistas sobre três invasores da residência

No dia em que chegou a Vigário, Odilon foi ‘convidado’ a ir até a boca de fumo, onde teve que apresentar ao gerente geral do tráfico Carlos Eduardo Amorim de Oliveira, o Du Gordo, as certidões de nascimento das crianças, sua certidão de casamento, as passagens da viagem e a carteira que comprovava que era pastor.

O religioso pregava duas vezes por semana na favela e, nos outros dias, visitava comunidades, presídios ou igrejas fora da cidade. “Evitava passar perto deles, mas quando tinha que falar com os bandidos, chamava até de senhor. Meus filhos nunca brincaram na rua porque nosso mundo é muito diferente do deles, viemos da roça. Vi muita coisa triste, muita guerra, um inferno. As crianças nunca perceberam minha preocupação e agora, mesmo sem esquecer a humilhação, só quero ter paz”, disse ele, antes de carregar a Kombi que levou seus pertences para fora do Rio.

O pastor indicou os apelidos dos três bandidos que expulsaram a família, China, Pixinguinha e Átila. A polícia vai identificá-los para pedir a prisão por roubo, violação de domicílio, roubo no interior de residência, porte ilegal de arma e tráfico.

Mesmo com protestos de evengélicos, pastores da Igreja Gay se casaram

Convidados que não conseguem conter as lágrimas, bolo, padrinhos, traje de gala e a marcha nupcial. Parecia um casamento como qualquer outro, mas não era. Foi celebrado na noite de ontem, numa casa de festas do Alto da Boa Vista, o primeiro casamento entre pastores evangélicos homossexuais do país. Marcos Gladstone, de 33 anos, e Fábio Inácio, de 30, reuniram as famílias e os amigos para oficializar a relação do casal. A data foi escolhida com cuidado: no Dia da Consciência Negra – os pastores homossexuais resolveram dar mais um passo na tentativa de abolir o preconceito.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

- O sonho de todo mundo é se casar um dia. Os maiores conflitos que vivi em minha vida foram exatamente por me perceber homossexual e ver que não poderia me casar ou mesmo ter a minha família – disse o pastor Marcos.

Os dois pastores são os fundadores da Igreja Cristã Contemporânea. A denominação evangélica é mais liberal que as igrejas tradicionais e recebe fiéis da comunidade LGBT – sigla para lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros. Como a união entre pessoas do mesmo sexo ainda não é reconhecida legalmente no Brasil, os noivos assinaram um contrato de união homoafetiva durante a cerimônia.

Evangélico gay

Para o pastor Fábio, a cerimônia foi representativa, mas não só do ponto de vista pessoal:
- Este dia (do casamento) é importante na vida de muitas pessoas. A nossa iniciativa é para mostrar que é possível ser gay, ser cristão e ser evangélico.

Uma data especial e histórica

Ao som de canções evangélicas, cerca de 300 convidados do casamento acompanharam a celebração inédita no país. A união foi celebrada pelo pastor Justino Luiz, da Comunidade Cristã Nova Esperança. A igreja de São Paulo, assim como a fundada por Marcos e Fábio, está entre as denominações evangélicas inclusivas. Negro e homossexual, o pastor Justino estava contente em poder celebrar a união homoafetiva de Fábio e Marcos no Dia da Consciência Negra:
- É importante para a visibilidade da comunidade LGBT. Queremos ter os mesmos direitos que todas as pessoas têm, inclusive nas cerimônias.

Marco para a igreja

Um dos padrinhos da união entre os pastores, Alexandre Castillho, de 39 anos, também membro da Igreja Contemporânea, definiu a data como sendo especial para todos os fiéis da sua comunidade evangélica:
- E um marco para nós todos como igreja. Acho que vai abrir um leque de opções. Temos que acabar com o preconceito cada vez mais.

Empresa lança o celular evangélico e ganha apoio de Igrejas Assembléia de Deus e Renascer

Após extensa conversa com os líderes da Assembléia de Deus de São Paulo, o Pastor Luis Carlos Lemos, fundador do Projeto Amigo do Pastor, convidou a 100% Jesus e sua liderança para fazer parte desta grande obra evangelística. A 100% Jesus irá fornecer produtos com a marca Amigo do Pastor para todos eventos e comunidades das Assembléias de Deus e do Projeto.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Juntos criarão uma venda por catálago que irá incrementar a renda de mais de 100.000 obreiros que venderão os produtos 100% Jesus/Amigo do Pastor em suas comunidades. Hoje o Projeto Amigo do Pastor conta com mais de 350 mil pastores cadastrados.

Saiba um pouco mais do projeto amigo do Pastor:

O projeto Amigo do Pastor é formado por homens, mulheres, crianças e idosos, jovens e adolescentes que estão irmanados em Cristo com uma grande missão. Assim, o Amigo do Pastor não é primeiramente uma instituição com normas e regras, um prédio ou um escritório, mas sim, uma forma de comunhão das igrejas, pastores e membros da comunidade.

O Projeto Amigo do Pastor tem desenvolvido atividades que visam trazer uma nova maneira de pensar e tratar esses homens de Deus que tem dedicado suas vidas e famílias ao cumprimento do mandamento de Cristo de pregar o evangelho a toda criatura e dessa forma apascentar esse grande rebanho na terra.

Com propostas claras e obras sociais abrangentes o Projeto Amigo do Pastor tem alcançado igrejas com seus pastores e trazido benção para as comunidades em que estão inseridas.

Apoio da Igreja Renascer:

A Igreja Apostólica Renascer em Cristo apoiou a iniciativa da marca 100% Jesus. “Após conhecerem os produtos 100% Jesus (água, brinquedos, bíblia eletrônica, cosméticos e etc) a Igreja Apostólica Renascer em Cristo acreditou no nosso propósito de levar o evangelho para todas as criaturas e de todas as formas e também aderiu a marca. Juntas, a Renascer e a 100% Jesus irão salvar almas para Cristo e expandir a marca 100% Jesus para os Estados Unidos”, disse eufórico Christian Cavalcanti, diretor da 100% Jesus que finalizou: ”Mais uma vez a força do Nosso Senhor Jesus Cristo quebra barreiras e atrai apoiadores e parceiros para a evangelização, num mundo onde só o céu é o limite”.

Hoje a Renascer conta com mais de 5 milhões de fiéis.

Celular Evangélica

A 100% Jesus, em parceria com uma das maiores fabricantes de celulares do mundo, está lançando no Brasil a partir de Dezembro, o primeiro Celular com Bíblia evangélica on line. A meta da empresa é dar ao comprador um celular moderno, leve e que leve a Palavra de Deus durante todo o dia para onde a pessoa estiver.

Como funciona: basta você escolher novo ou antigo testamento, digitar o salmo ou versículo e pronto, estará na sua tela de LCD a sua mensagem bíblica. E você poderá ainda aumentar o tamanho da entra de forma que enxergue melhor. A empresa já está fazendo reservas do produto para este Natal, a partir de Dezembro estará a venda nos maiores magazines do Brasil.

Além da Bíblia on line, o celular vem com os seguintes ítens:

- Frequência: Dual Band Digital 900/1800 MHz
- Câmera Digital integrada VGA: com zoom digital 4x
- Internet
- Rádio FM
- Tela de 2,4 polegadas de 262 mil cores
- Resolução do display 240×320 pixels
- Viva-Voz integrado
- Conectividade por Bluetooth (verificar compatibilidade com seu dispositivo)
- Peso: 80g
- Dimensões (L x a x P em cm) 5,2 x 8,85 x 1,6

Júlio Severo, famoso ativista pró-família, acusa Edir Macedo e Caio Fábio de serem adulteros

A matéria abaixo e nenhuma outra aqui postada representam a opinião do Gospel+ sobre qualquer assunto relativo, a mesma foi republicada aqui para fins de informação.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Júlio Severo é um ativista pró-família famoso por sua militancia contra o aborto e homossexualismo, por suas ações ele está refugiado fora do Brasil pois se diz perseguido por organizações gays e pelo governo federal. Em postagem recente em seu site, Júlio afirmou que Edir Macedo e Caio Fábio são adulteros, além de fazer diversas outras críticas a eles e a seus defensores. Confira na integra:

Numa carta aberta para Caio Fábio anos atrás, relembrei-o que o Novo Testamento deixa claro que há condições e requisitos indispensáveis e obrigatórios para que um homem ocupe a posição de pastor. Uma dessas condições é ser irrepreensível.
Davi, João Batista, Herodes e alguns pastores brasileiros

Mas os seguidores de Caio não param de me enviar mensagens dizendo que se o rei Davi adulterou e era um homem segundo o coração de Deus, então Caio pode adulterar, pedir perdão e continuar na função pastoral. Caio está também perdoado se usar manipulação psicológica para dar sutil apoio ao aborto e ao homossexualismo, como ele já andou fazendo. Ele está igualmente desculpado se em seu passado de “papa evangélico” ele influenciava o povo evangélico a admirar Lula, sendo uma das maiores causas do devastador apoio evangélico ao político socialista que hoje usa a presidência do Brasil para impor o aborto e o homossexualismo na sociedade brasileira. Para Caio, na graça — ou mais propriamente, na sua Igreja Caminho da Graça — vale tudo.

Outro membro do Caminho da Graça me escreveu dizendo que Caio Fábio é um moderno João Batista. Sorte desse homem João Batista não estar aqui para se defender! Para quem não sabe, João Batista era filho de sacerdotes e pagou com a vida por ter repreendido o adultério e as corrupções do rei Herodes. Mas como tudo hoje está invertido, um moderno João Batista às avessas (com histórico de adultério perdoado pela “graça” versão Caminho da Graça) é que acabaria sendo repreendido por um Herodes.

É um fenômeno moderno pastores que se julgam na posição de João Batista, mas têm o caráter corrupto e adúltero de Herodes. São amantes do dinheiro e infiéis às suas esposas originais. Sem essa lamentável inversão, Deus pode realmente levantar profetas como João Batista para repreender os adultérios e corrupções dos modernos Herodes que estão na liderança da sociedade e das igrejas. O rei Herodes da “graça” made in Caminho da Graça que se cuide então.
O rei Davi não era sacerdote

Contudo, Davi é a vítima preferida dos que insistem em justificar as repreensibilidades das condutas dos Caios, Macedos e outros pastores. Mas eles ignoram um fato importante: Davi não era sacerdote. Em termos modernos, Davi não era pastor nem líder religioso. Havia na época de Davi os sacerdotes, que trabalhavam no cargo moderno de pastor. Eles ocupavam exclusivamente a função de liderança religiosa. Mais nada.

Por outro lado, Davi ocupava exclusivamente a função de liderança política. Ele era rei. Em termos modernos, ele era presidente. Mais nada.

As qualificações para sacerdote e pastor são muito mais elevadas do que as qualificações para presidente.

O sacerdote precisa ser irrepreensível. O pastor precisa ser irrepreensível. Davi era um homem segundo o coração de Deus como político. Mas se ele fosse sacerdote e pastor, ele teria a obrigação de ser irrepreensível. Como sacerdote e pastor, ele só poderia ser um homem segundo o coração de Deus com uma reputação e conduta irrepreensíveis. Ser irrepreensível é ter uma reputação excelente, é estar acima de acusações de caráter.

Além disso, o político Davi era casado com várias mulheres. Mesmo os sacerdotes da época dele não tinham várias esposas. Os sacerdotes tinham apenas uma mulher, e esse requisito continuou obrigatório para todos os pastores casados no Novo Testamento.
Bispo Macedo e o amor ao aborto e ao dinheiro

Com relação ao Bispo Edir Macedo, já tratei abundantemente do apoio dele ao aborto. É deplorável que um homem que se considere porta-voz de Deus defenda a matança legal de bebês em gestação. É deplorável que um homem que diz crer em milagres creia também no aborto. E é deplorável que um homem que se considere bispo lidere uma denominação que é alvo de freqüentes manchetes internacionais de corrupção e lavagem de dinheiro.

Por que Macedo e sua denominação lidam com o dinheiro de um modo que os expõe a escândalos? Com certeza, eles percebem o óbvio: o que o governo tira de impostos é muito mais do que o justo. E tentam proteger seu dinheiro com esquemas para desviá-lo da ganância estatal.

Macedo bem que poderia dar atenção ao exemplo de Tiradentes, que se revoltou contra o governo português pela cobrança de 20 por cento de impostos sobre os cidadãos do Brasil. Superando em muito a ganância do governo português, o atual governo brasileiro cobra quase 40 por cento de impostos, e só isso já deveria ser inspiração suficiente para motivar todos os pastores do Brasil a proclamarem jejuns, orações e ações contra esse roubo descarado. Mas em vez de orientar sua denominação e pastores a denunciarem esse imenso roubo estatal contra o Brasil, Macedo prefere apoiar o governo que rouba e recorrer a meios ilegais (pelos padrões do insaciável tubarão brasileiro do imposto de renda) para proteger sua imensa fortuna da voracidade estatal.

A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) está pagando um preço alto por recorrer a esses meios. A IURD está na mira do Ministério Público Federal por remessa de dinheiro ilegal ao exterior. Nos EUA, a IURD está também sob investigação por suas estranhas e bilionárias transações financeiras.
O que Deus exige do pastor?

Compare agora o histórico desses dois homens (Caio Fábio e Bispo Macedo) com as exigências bíblicas para o homem que quer pastorear:

“Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o pastorado, excelente obra deseja. Convém, pois, que o pastor seja irrepreensível, marido de uma só mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar; não dado ao álcool, não violento, não cobiçoso nem ganancioso, mas moderado, não contencioso, não avarento; que governe bem a sua própria família, tendo seus filhos em obediência, com toda a modéstia, pois se alguém não sabe administrar a sua própria família, como conseguirá cuidar da igreja de Deus? Ele também não deve ser novo convertido, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo. Convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta, e no laço do diabo”. (1 Timóteo 3:1-7)

Evidentemente, o rei Davi falharia em vários desses requisitos. De qualquer forma, esses requisitos não se aplicavam a ele, pois não são para políticos, mas apenas para pastores e bispos. No entanto, com seus problemas peculiares, nem o “Pastor” Caio Fábio nem o “Bispo” Edir Macedo têm um histórico irrepreensível na área de finanças e caráter. Eles podem ser políticos? Sim, provavelmente. Mal posso ouvi-los dizendo:

Caio e Macedo:
“Oba!!! Podemos ser políticos!”

Caio:
“Eu quero ser presidente! Tenho a experiência de ter sido o papa dos evangélicos do Brasil!”

Macedo: “Essa é para mim, Caio. Cai fora!!! Eu tenho a experiência de ser o maior magnata evangélico do Brasil. Tente ser senador!”

Caio:
“Buááá! Você está estragando meus sonhos! Só por isso vou fazer uma leitura psicológica de você no meu site para todos virem. Você vai ver!”

Macedo:
“Ah, é assim? Farei questão então que seu nome seja lembrado na próxima Sessão do Descarrego! Além disso, seus escândalos vão ser expostos no Jornal da Record!”

Brigas de família à parte, com seu caráter repreensível, ambos, como presidente e senador, estariam em seu habitat natural, no meio de muitos outros políticos que, em menor ou maior grau, vivem a mesma realidade moral e financeira deles.

O fato é que a ganância e as inclinações socialistas de Caio e Macedo — sem mencionar suas nefastas ligações passadas com Lula — os tornariam péssimos políticos cristãos. Eles podem ser pastores? Obviamente, nenhum dos dois nem sonha em largar do pastorado, mesmo não tendo a irrepreensibilidade que a Palavra de Deus exige.
Davi, Reagan e as desculpas de Caio e Macedo

Macedo e Caio têm uma desculpa: Já que Davi não tinha um histórico irrepreensível, eles também não precisam… Ufa! Eles respiram aliviados com essa santa muleta e santo amuleto! Será que o rei Herodes também usou a mesma justificativa para seu adultério e corrupções?

Eu admiro muito o rei Davi — apesar de seu adultério e assassinato covarde de Urias. Eu admiro muito o presidente Ronald Reagan — apesar de seu divórcio e recasamento. Ambos eram grandes políticos. Ambos fizeram proezas políticas e espirituais importantíssimas, cada um em sua própria geração. Davi derrubou Golias e elevou a nação de Israel. Reagan derrubou o Golias do comunismo soviético e honrou os EUA de forma tremenda. Mas seria difícil admirá-los se eles fossem pastores insistindo em não deixar o pastorado depois de um adultério, divórcio e recasamento, pois ser grande político não é a mesma coisa que ser um grande pastor. Ser pastor exige muito mais santidade do que ser presidente.

Por que? Porque um presidente dirige um povo, mas pastores segundo o coração de Deus podem influenciar presidentes e ajudar a formar uma nova geração de líderes políticos que dirigirão a nação. Pastores influenciaram de forma impressionante a fundação dos Estados Unidos, inclusive a vida de muitos presidentes americanos. O que seria de Reagan sem o Pr. George Otis, que em 1970 orou por Reagan e lhe disse profeticamente que ele seria presidente dos EUA?

Davi só se levantou como rei de Israel depois que o sacerdote Samuel o ungiu. Os Davis para a presidência do Brasil só surgirão com a ajuda de pastores ungidos e íntegros.

Entretanto, não é por amor à santidade e integridade que Caio e Macedo estão agarrados ao púlpito. Acima de tudo, eles têm suas razões pessoais para não deixar o pastorado…

A Bíblia não acertou na mosca quando disse que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males? Para Caio e Macedo, ser pastor e bispo é um negócio da China.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Pacto com Deus

A vida, em toda a sua plenitude, só depende de parceria com Deus. Assim foi com Abraão. O Senhor o chamou e lhe deu uma ordem adicionada com sete promessas. Claro, ele não teve a visão do projeto Divino para sua vida no futuro. Mas acreditou e creu na Palavra. Sua obediência provou isto. A partir de então, ficou estabelecida a parceria com Deus.

Essa química de fé no relacionamento com o Criador é modelo para ser seguido por quem almeja uma vida de qualidade.

Muitos cristãos têm estado aptos a cobrar as promessas sem, no entanto, corresponder com a sua parte. Que sociedade sobrevive sem a participação efetiva dos sócios? Que casamento permanece sem o sacrifício dos dois?

Deus enviou Sua Palavra. Sua Palavra é Seu Espírito e retrata Sua honra e, sobretudo, Sua Divindade. Quem nela crê, isto é, sacrifica na sua obediência, estará cumprindo sua parte no acordo. Como resultado tem de haver retorno da parte de Deus.

domingo, 22 de novembro de 2009

Evangélico espanca filha porque ela fazia chapinha no cabelo

Revoltado com a vaidade da filha, o evangélico Roberval Oliveira Santos, 54, provocou dentro da própria residência, com a filha, que estava fazendo chapinha. Depois de bater na menina acabou espancando também a esposa, Rosilda dos Santos, 51, que tentava segurar o marido. Além de espancar ele aprisionou a filha e a esposa na casa. O fato ocorreu na noite de anteontem.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Vanessa dos Santos, 26, estava fazendo chapinha no cabelo, pois se preparava para sair, quando o pai chegou em casa e se demonstrou indignado com a vaidade de Vanessa. Pai e filha iniciaram uma discussão e ele começou a bater na moça.

A mãe, Rosilda, se intrometeu para segurar o marido e impedir a violência contra a filha, e ele bateu nas duas e ainda as trancou dentro da casa, para que não fossem registrar queixa contra ele. Já na manhã de ontem elas conseguiram fugir da casa e foram direto para a Seccional do Paar para registrar ocorrência.

Os policiais foram na residência do agressor, na alameda Altamira e efetuaram a prisão do evangélico. O delegado James Moreira autuou Roberval de acordo com a lei Maria da Penha.

sábado, 21 de novembro de 2009

PL 122 – Definição foi adiada mais uma vez

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) decidiu nesta quarta-feira (18) adiar a decisão sobre o substitutivo da senadora Fátima Cleide (PT-RO) a projeto da Câmara dos Deputados, que pune com pena de um a três anos de prisão a discriminação contra pessoa idosa ou com deficiência e ainda em razão da orientação sexual. O acerto foi para que o texto (PLC 122/06) só seja votado depois da realização de audiência pública.
O debate será mais uma tentativa para se chegar a um consenso em torno do conteúdo da proposta, motivo de controvérsia nos últimos dias, tendo sido inclusive objeto de fortes discursos em Plenário. O presidente da CDH, senador Cristovam Buarque (PDT-DF), concedeu pedido de vista coletiva, para abrir espaço para o debate.
Os críticos do projeto argumentam que, se ele for aprovado, pais e líderes religiosos podem até ser presos por dizer que a homossexualidade é pecado. Na reunião, com grande presença dos membros da comissão, a relatora sustentou que as reações ao projeto levam em conta o texto que saiu da Câmara dos Deputados, e não o seu substitutivo, segundo ela com redação mais simples e objetiva e que atende às diferentes demandas.
A relatora reafirmou, no entanto, a necessidade de medidas para punir condutas que apresentam a intenção explícita, motivada por preconceito, de vitimar pessoas. Segundo ela, essa situação ainda permeia o dia-a-dia de milhões de brasileiros, atingidos em seus direitos básicos, até no direito à vida. Em relação aos homossexuais, ela afirmou que a intolerância é evidente e deixou como saldo, somente no último ano, de 122 assassinatos.
- Se essas vidas não importam, nós poderemos dizer que não existe homofobia no país – declarou a relatora.
Pelo texto do substitutivo, a lei que define e pune atos de preconceito de raça ou de cor (Lei 7.716, de 1989), e que também aborda a intolerância em razão da etnia, religião ou origem, passa a também tratar da discriminação contra pessoa idosa ou com deficiência, por orientação sexual, sexo ou identidade de gênero. Em relação ao projeto da Câmara, houve a inclusão dos idosos e das pessoas com deficiência.
Um dos artigos prevê pena, de um a três anos, para quem impedir, a pessoas desses grupos, o acesso ou recusar atendimento em restaurantes, bares ou locais semelhantes abertos ao público. Outro dispositivo fixa a mesma pena a quem impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais
públicos e privados abertos ao público entre pessoas desses mesmos grupos.
O dispositivo que mais preocupa os parlamentares opositores ao projeto é o que define pena de até três anos de prisão para quem praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceitos semelhantes. Depois de observar que os livros sagrados de diversos credos condenam o homossexualismo, o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) avaliou que, nos termos previstos no projeto, os religiosos estariam impedidos de fazer qualquer menção a isso.
- Eu não posso ensinar o que está na Bíblia a alguém de minha igreja? Serei proibido? O texto diz que o homossexualismo é uma abominação, mas estarei incitando o ódio se fizer tal menção? – indagou Crivella.
Clareza em questão
Já no início da reunião, o senador Magno Malta (PR-ES) afirmou que o substitutivo havia sido aprovado antes na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) de maneira “inexplicável”, tendo sido colocado em votação sem divulgação e acordo prévio, o que foi negado pela senadora Fátima Cleide. Tanto ele quanto Crivella fizeram questão de assinalar que são contrários à discriminação contra os homossexuais. A discordância seria apenas com relação à falta de clareza da proposta, que daria margem a interpretações e punições exageradas.
- Não adianta tentarem passar o recado de que somos homofóbicos, pois não somos – reagiu Magno Malta.
Serys Slhessarenko (PT-MT) concordou com o novo debate, contanto que depois disso o projeto não permaneça engavetado. Conforme a senadora, o país precisa avançar no combate à intolerância e à
violência contra os homossexuais. Na defesa do substitutivo, Patrícia Saboya (PDT-CE) leu artigo assinado pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), em que ele destaca que o Brasil está no quinto lugar no ranking da homofobia, com os mais de cem assassinatos de homossexuais. De acordo com o ministro, os homossexuais pagam impostos, votam, sujeitam-se a normas legais, mas, ainda são “vítimas de preconceitos, discriminações, insultos e chacotas”.
O senador Valter Pereira (PMDB-MS) condenou a discriminação e apontou avanços no substitutivo, mas considerou que ainda há pontos muito subjetivos, que demandam ajustes. Para Mão Santa (PSC-PI), o projeto em exame é desnecessário, pois a Constituição e a legislação penal já oferecem recursos para a defesa jurídica das pessoas que se sintam ofendidas por atos de discriminação.

Testemunho – Ex transformista se converte e afirma que foi a “pomba-gira” que o fez tornar-se homossexual

Leandro Santana, 20 anos, de Itagimirim, garante ter mudado a sua opção sexual, o que considera uma grande “virada na sua vida”. Ele era popularmente conhecido como o transformista “Léo Kalypso” e animava festas na cidade interpretando músicas da Banda Calypso. O artista afirma que “bebia baldes de bebidas alcoólicas e que praticava magia negra”. Leandro, que chegou a gravar um DVD, não quer mais ser lembrado como transformista, mudou totalmente o repertório e adotou um novo nome artístico: Leandro Santanah.
O artista diz que se converteu em uma das viagens que fez, quando visitou uma igreja evangélica, no Espírito Santo. Em seu testemunho, ele narra que quando frequentava o candomblé, o “espírito da pomba-gira” o influenciou a se tornar homossexual.

Igreja Universal reune evangélicos em sua rede social própria


A Igreja Universal lançou na internet há pouco tempo sua própria rede social. Com altos índices de popularidade entre evangélicos de todas as denominações, a ferramenta tornou-se a maior no segmento cristão de língua portuguesa na internet. Segundo dados cedidos pelo núcleo de internet da Igreja, já são aproximadamente 50 mil membros inscritos que geram quase 6 milhões de visualizações mensais.
O crescimento mensal registra uma média de 30%. A rede social permite ao membro criar seu próprio blog além de fomentar a participação em tempo real dos convidados em chats e fóruns. Também consegue integrar os fiéis e divulgar eventos, entretendo o público com uma rádio on-line e jogos interativos.
E mais: conta com a participação de bispos e pastores de várias denominações que promovem debates e orientações com internautas para o crescimento espiritual dos mesmos.
A Igreja Universal lançou um vídeo sobre a Comunidade Universal, confira:




Oscar Filho – Humorista do CQC causa polêmica ao afirmar no Twitter que a Crucificação não existiu e que Jesus era masoquista

O humorista Oscar Filho, do programa de humor CQC, da TV Band, causou grande polêmica no Twitter ao publicar a mensagem “Essa história de crucificação é bobagem. Pra mim Jesus era masoquista”. Oscar Filho é um dos brasileiros com maior número de seguidores, até o fechamento desta matéria eram mais de 259 mil pessoas acompanhando suas mensagens.
Após a publicação, Oscar Filho foi alvejado por respostas mal humoradas de centenas de Cristãos que se sentiram ofendidos com o que o humorista disse: “desejo com todas minhas forças que Ele faça de sua vida uma piada tão ruim quanto essas que vc está fazendo agora!”, disse indignada Dayane Leite em seu perfil no Twitter. “Perdeu um seguidor, fazer piada com Jesus é muito desrespeito com os Cristãos! Tenha sua opinião, mas guarde para vc! Lamentável”, disse Rômulo Dias que ainda completou: “Ñ sigam o @OscarFilho ele faz piadas com Jesus. E ainda quer respeito! Lamentável atitudes como essa, se ñ acredita, respeite quem acredita!”.
Oscar Filho não chegou a pedir desculpas abertamente, pelo contrário nas mensagens seguintes ironizou as pessoas que que não apoiaram o que ele publicou: “Opa, desculpem pelo último post. Ao invés de dizer “história” eu quis dizer “estória”!”, “Ah, eram outras desculpas? Então lá vai: desculpa fazer piada com um cara que eu não acredito que existiu. Pra mim é folclore”, ”Galera, desculpem mesmo eu ter dito que não acredito em Jesus. Agora eu acredito. Acabei de receber um power point que ele mesmo enviou.” e finalizou dizendo: “Dizem que Jesus ensinou o amor, não é o que eu estou recebendo agora. Aprenderam direitinho, né? O problema são os seguidores dele.”
A mensagem de Oscar Filho no twitter sobre Jesus e a Crucificação gerou muitas respostas, confira algumas:
“Se Deus não existisse seria necessário inventá-lo”. Voltaire. Reflitamos.
me explica uma coisa, pq q as pessoas q não acreditam em Jesus, adoram falar D’Ele?
Quer mais seguidores no Twitter? Opine sobre:- Uma religião – Um político – Racismo – Xuxa Pergunte ao @OscarFilho e ao @danilogentili
Quem fala o que quer ouve o que não quer.
“Hmm, não tenho personalidade. Sou tão paga-pau de americano que vou fazer stand-up e serei ateu”…
Deus deu uma vida pra vc e pra mim, com o intuito de cada um cuidar da sua! XD, cada um com suas crenças.
Cara, muito idiota vc, hein?
Brincar com os outros tudo bem? Agora os outros brincarem com eles não pode??? Hmpf!!!
Odeio quem faz polêmica só pra aparecer. quem não consegue se sobressair por seus talentos ataca o dos outros. tão inferior isso
A usuário do serviço Dayane Leitte chegou a ser hostilizada e xingada por fãs do humorista Oscar Filho devido a sua opinião contrária a mensagem do contratado da Band. Oscar por sua vez publicou um vídeo e ofereceu a todos que não gostaram do que ele disse, o vídeo é de uma rádio ateista em um programa que as pessoas ligam e os apresentadores conversam com ela sobre o ateísmo, confira o vídeo abaixo:



Outro humorista do CQC já entrou em polêmica sobre religião.
Danilo Gentili, que estaria deixando o programa e indo para a TV Record, afirmou que foi expulso da Igreja e que queria ser pastor, o mesmo compareceu na Marcha para Jesus 2008 onde realizou uma reportagem



Até o fechamento desta matéria ainda não haviam terminado as demonstrações de reprovação com relação a mensagem de Oscar Filho.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Igreja Universal – Folha de São Paulo reconhece que errou em matéria contra a igreja

A folha de São Paulo reconheceu que errou em matéria publicada na última terça-feira, 17, contra a Igreja Universal. A correção veiculada um dia depois afirma que o título ‘Contas da Universal movimenta R$ 1,4bi’ estava errado, já que a reportagem dizia que as contas abrigavam recursos de diferentes empresas e pessoas brasileiras. “Nem todo dinheiro é relacionado a Universal” afirmou o jornal.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O erro foi indicado através de uma matéria publicada no portal da Record, o R7, no qual a emissora acusa a Folha de se unir a Globo numa “campanha difamatória”.

“No meio da própria reportagem, a Folha se desmente (…) As contas não são da Universal, segundo a própria reportagem. Nem mesmo há provas de que Igreja Universal tenha enviado dinheiro ilegalmente ao exterior”, apontou a Record.

PL 122 – Senador evangélico bate de frente contra a Mordaça Gay

O senador Magno Malta (PR-ES) convocou os senadores a comparecerem nesta quarta-feira, 18, às 10h, à reunião da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), cujo primeiro item da pauta é o projeto de lei que criminaliza o preconceito contra os homossexuais.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Magno Malta voltou a reiterar que o projeto (PLC 122/06), que tem como relatora a senadora Fátima Cleide (PT-RO), é inconstitucional por estar “eivado de sutilezas” que, em sua avaliação, “criam o império do homossexualismo no Brasil”.

“Não discuto a opção sexual de ninguém; o que estou discutindo é o projeto que está nesta Casa, que está eivado de sutilezas nocivas à sociedade e que não podemos aceitar. Não podemos permitir que essa aberração passe na comissão” afirmou.

De autoria da ex-deputada Iara Bernardi, o projeto foi aprovado no último dia 8 na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), na forma do substitutivo apresentado por Fátima Cleide. Na mesma reunião, também foi aprovado requerimento que suspendeu a realização de mais uma audiência pública para debater a proposta. Três dias depois, a decisão da comissão foi criticada em Plenário por Magno Malta e pelos senadores Valter Pereira (PMDB-MS) e Marcelo Crivella (PRB-RJ), para quem o projeto nega aos cristãos o direito à livre expressão.

Após a análise da CDH, a matéria será encaminhada a exame da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), antes de seguir para votação em Plenário. Como foi alterado no Senado, o projeto retornará à Câmara dos Deputados.

Em aparte, o senador Mário Couto (PSDB-PA) disse que “tem um profundo respeito por cada cidadão que segue seu destino e tem o direito de escolher a sua vida”, mas considerou o projeto inconstitucional, dizendo que a proposta “discrimina os próprios gays”, constituindo “uma afronta à religião católica, à sociedade e à dignidade”.

Também em aparte, o senador Papaléo Paes (PSDB-AP) manifestou sua preocupação com os movimentos que, conforme afirmou, isolam e discriminam determinados segmentos da sociedade, citando como exemplo as cotas raciais nas universidades. Ele disse considerar a política de cotas uma “medida paliativa”, uma vez que o país precisa de investimentos em educação para que todos tenham a mesma oportunidade.

Em resposta aos senadores, Magno Malta disse que a sociedade e a Igreja não são homofóbicas, observando que os cristãos querem, apenas, poder dizer que o homossexualismo é pecado.

“O cara não pode dizer que é pecado? Estamos criando uma casta especial” afirmou.

Magno Malta disse ainda que, em vez de aprovar o projeto, “o que é preciso fazer é uma grande campanha de conscientização e respeito à pessoa humana”, tendo em vista que a atual Constituição “diz que é crime discriminar sexo, etnia e cor, o que já é suficiente”.

“É só fazer cumprir a lei, mas a senadora Fátima Cleide insiste nesse projeto, que cria problemas entre pais e filhos. Se o pai não aceitar não pode falar nada. Se não se aceita a opção sexual de alguém, comete-se crime” protestou.

Ladrão invade casa, agride mulher, leva bíblia e depois se entrega arrependido

A polícia de Catanduva encarou um caso no mínimo inusitado entre a manhã de anteontem e ontem. Um ladrão arrependido e “sentindo uma dor enorme no peito”, se entregou e devolveu os pertences à vítima, incluindo uma bíblia.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Apesar de confessar o roubo, ele foi solto por não ter sido preso em flagrante delito.

Anteontem, na rua Corbélia, no Parque Flamingo. A dona-de-casa I.A.S, 46 anos, foi surpreendida por um rapaz escondido atrás da porta do quarto. Ele a agrediu com socos e murros no rosto e fugiu levando uma bolsa com uma bíblia, um hinário e R$ 9.

Também anteontem, na rua Diadema, no Parque Flamingo, o aposentado O.M., 68, sofreu tentativa de roubo. Ele foi surpreendido por um rapaz, que pulou a janela do quarto e, armado, mandou o idoso passar o dinheiro.

A vizinha da casa da frente viu o movimento e chamou seu filho, que gritou que iria chamar a polícia. O ladrão saiu correndo sem levar nada.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Igreja Universal se defende e acusa Folha e Globo de se aliarem contra a Record

O jornal Folha de S. Paulo e o portal UOL publicaram nesta terça-feira (17) mais uma reportagem contra a Rede Record. O grupo se aliou à TV Globo em uma campanha difamatória, que tem como base uma suposta denúncia de remessa ilegal de dinheiro ao exterior.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

De acordo com as duas concorrentes da Record, o empresário Edir Macedo teria usado dinheiro de doações religiosas para a compra da emissora. As mesmas acusações já foram investigadas pela Polícia Federal, Interpol e arquivadas pelo Supremo Tribunal Federal.

Ainda assim, essa foi a terceira matéria divulgada pelo Grupo Folha desde a veiculação de reportagem sobre o mesmo assunto pelo Jornal Nacional, há cinco dias. Não é a primeira vez que isso ocorre. Sócias no jornal Valor Econômico, Folha e Globo têm se aliado constantemente em ataques infundados contra a Rede Record.

Tanto a reportagem da TV Globo, exibida quinta-feira (12), quanto a matéria desta terça-feira de Folha e UOL foram manipuladas. Sob o título “Contas da Universal movimentam R$ 1,4 bi”, o texto da Folha de S. Paulo induz o leitor a acreditar que todo este valor foi movimentado por representantes da Igreja Universal do Reino de Deus. Em ilustração que pretende explicar “como opera a organização”, sugere que o dinheiro foi desviado de doações de fiéis para aquisição da emissora de TV.

No meio da reportagem, porém, a própria Folha se desmente. “(…) Nem todo o dinheiro está relacionado à Universal. Há indícios de que se tratavam de ‘contas-ônibus’, que abrigam recursos de diferentes empresas e pessoas brasileiras.” Ou seja, as contas não são “da Universal”, segundo a própria matéria. Nem mesmo há provas de que a Igreja Universal enviou dinheiro ilegalmente ao exterior.

De acordo com o advogado da igreja, Antônio Sérgio de Moraes Pitombo, isso nunca aconteceu. “Segundo o criminalista, o Ministério Público do Estado de São Paulo está usando fatos antigos, já investigados pela Polícia Federal e arquivados por falta de provas”, diz o jornal. Para o advogado, não faz sentido a premissa da investigação de que a Universal usou dinheiro dos fiéis para a compra de emissoras de TV e de rádio e jornais. “Não tem desvio de finalidade na igreja. É só visitar hospital e presídio. Eles têm um trabalho assistencial muito grande”, disse Pitombo à Folha.

Em reportagens recentes, a Rede Record mostrou que tanto Folha quanto TV Globo manipularam o noticiário nos últimos meses. A Folha enganou seus leitores ao publicar uma informação mentirosa sobre a vida política da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. No caso da Globo, ficou provado que um dos principais promotores que assinam a denúncia contra a Record já foi punido no passado por favorecer a emissora dos irmãos Marinho.

“Bíblia teria relatos carregados de erotismo”, diz estudioso

O especialista da Bíblia Tolentino Mendonça considera que o ‘livro sagrado’ contém vários relatos carregados de linguagem erótica, caso do capítulo intitulado ‘Cântico dos Cânticos’.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O biblista frisou que o Cântico ‘é o maior exemplo dessa linguagem que, ainda assim, é transversal às escrituras’, mas avisou que, ‘longe de ser condenável e muito menos desprezível, a dimensão erótica assume-se fundamental para revelar e definir o Homem e a relação com Deus’.

Estas foram algumas das conclusões retiradas da comunicação do especialista no II Congresso Internacional de Pedagogia sobre ‘Sexualidade e educação para a felicidade’ que encerra hoje na Faculdade de Filosofia de Braga, da Universidade Católica.

Tolentino Mendonça, que abordou o tema ‘Elementos bíblicos para uma erótica cristã’, começou por referir que a estranheza que a abordagem desta temática ainda causa é algo com ‘raízes profundas no interior e exterior do espaço eclesial, é um problema cultural’.

Em sua opinião, ‘o mais normal é que o homem como animal erótico seja desprezado pelos discursos. Mas isso é o mesmo que negar a própria humanidade do homem’.
O orador chamou a atenção dos presentes para o facto da Bíblia descrever, desde o Génesis, um homem sexuado sem que isso esteja ligado à condição do pecado: ‘A sexualidade bíblica não é contra a erótica nem se resume a enumerar o proibido, registando um elogio ao amor, aos corpos e ao relacionamento’, referiu.

Não sendo o Deus do Antigo Testamento uma entidade representável corporeamente – em antítese aos deuses (ídolos) dos povos vizinhos dos hebreus -, o perito acentua que ‘Deus também se pode dizer pela dimensão erótica’.

É que, – sublinhou – ‘o carnal é, antes de uma avaliação moral, condição identitária do vivente’.

Para o sacerdore, a erótica é ‘o reconhecimento do que sou e do que o outro é’, já que ‘tudo tem uma conotação sexual porque tudo tem uma conotação humana’.

Recomendando a leitura do ‘Cântico dos Cânticos’, Tolentino Mendonça sustentou que ‘a erótica define-nos por dentro e não pela nossa função’ e que aquele livro bíblico ‘não nomeando Deus consegue fazê-lo depreender’ com claridade.

Assembléia de Deus – Cultos as sextas estão proibidos

A maior igreja no Irã, que realiza cultos abertos e públicos no país, não poderá abrir a igreja às sextas-feiras, por causa da pressão do governo. De acordo com relatos, as autoridades ameaçaram o pastor Sourik, líder e administrador das igrejas Assembléia de Deus no Irã, dizendo que iriam fechar definitivamente a congregação central em Teerã, a menos que ele parasse de cultuar às sextas-feiras, com o prazo máximo do dia 31 de outubro.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Sourik, que havia resistido às exigências das autoridades, finalmente anunciou que não haveria mais cultos às sextas-feiras, mas somente aos domingos. “O anúncio do término dos cultos de sextas-feiras foi recebido com comoção e surpresa, e provocou muita tristeza na congregação”, divulgou a rede de notícias cristã farsi.

De acordo com informações, Sourik obedeceu as ordens para garantir a segurança e o bem-estar dos membros e visitantes que frequentam os cultos. O pastor, que tem problemas cardíacos, foi muito pressionado pelos oficiais do Ministério de Informação para que fechasse a igreja às sextas-feiras, que é, oficialmente, o dia sagrado no Irã.

Recentemente, o pastor também recebeu ameaças da milícia Pasdaran (Os Guardas Revolucionários), que deram um ultimato de que, se os cultos de sexta não fossem encerrados até 31 de outubro, a própria milícia fecharia a igreja.

Alguns cristãos que souberam da notícia temem que essa ação seja o início de uma campanha contra reuniões cristãs. A maior parte do cristãos no país cultuam em igrejas domésticas, mas a igreja Assembleia de Deus em Teerã é uma das poucas que realiza cultos públicos.

“Acredito que a principal razão pela qual eles proibiram esses cultos é para enviar uma forte mensagem para os cristãos dentro e fora do Irã, de que o cristianismo não será tolerado”, comentou um informante para a agência International Christian Concern (ICC). “O principal propósito de tudo isso é a intimidação.”

Até agora, os oficiais do governo não conseguiram fornecer explicações para essa proibição. Grupos de direitos humanos afirmam que são contra qualquer proibição de culto, seja às sextas-feiras ou não.

“Pedimos que o Irã respeite os direitos dos cristãos de praticarem sua religião livremente, sem a interferência do governo, ou ordem autoritária”, disse Aidan Clay, representante do ICC no Oriente Médio.

A Assembléia de Deus em Teerã é uma igreja independente, fundada por diversos pastores e líderes muito antes da revolução islâmica. A igreja continuou com seu ministério depois da revolução e muitos pastores foram martirizados por extremistas, incluindo alguns ligados ao regime.

Pastor fala sobre a PL 122 e afirma: “ao contrário de católicos, os evangélicos procuram entender o homossexualismo”

Em entrevista ao portal PB Agora o vereador pastor Edimílson (PRB) comentou a polêmica Proposta de Emenda Constitucional 122, que prevê pena de até cinco anos de reclusão por qualquer ato de censura, preconceito ou agressão contra os homossexuais. Edimílson disse que a igreja evangélica não é contra o homossexualismo, pelo contrário, procura compreender.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

“Não somos contra a nenhum cidadão que escolha seu estilo de vida, a igreja não é contra, pelo contrário, procura compreender o porquê de a pessoa ter escolhido aquele modo de vida homossexual”, revelou.

Segundo Edimílson o direito de escolha é algo que todos possuem. “A lei diz que todos têm livre arbítrio para tomar decisões, agora lógico, como cidadão ele também possui seus direitos fundamentais”, afirmou.

Pastor Edimílson disse que não pode criminalizar o ato homossexual, mas também não aceita que uma lei o criminalize por traçar opiniões ou críticas à prática.

“Sou contra o estilo de vida gay, mas defendo os homossexuais por seus direitos como cidadãos, afinal, nenhum estilo de vida é perfeito ou igual a outro na sua prática. Na essência talvez seja, inclusive nas igrejas”, disse Edimílson.

“De vez enquanto assistimos escândalos envolvendo nomes de padres e pastores, quer dizer, na essência é perfeita, mas na prática não é”, disparou.

Questionado sobre as declarações de Dom Aldo Pagotto, pastor Edimíson disse apenas que o arcebispo mostrou sua posição.

“Nós não discriminamos o homossexual, somos sim contra a lei que nos amordaça de forma que não possamos mostrar às pessoas que somos contra aquele estilo de vida”, concluiu.

Ministério Público estima que contas da Igreja Universal movimentaram R$1,47 bilhões

O pedido de cooperação internacional feito pelo Ministério Público de São Paulo ao governo dos EUA para investigar as contas relacionadas ao bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal, tem como alvo a movimentação financeira de seis empresas “offshores” ligadas a cinco doleiros brasileiros que movimentaram, somente nos EUA, ao menos US$ 862 milhões, ou R$ 1,47 bilhão, ao câmbio de ontem, 16.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O valor foi obtido a partir dos arquivos da CPI do Banestado e de decisão tomada em 2005 pelo juiz federal do Paraná Sergio Moro, que acolheu denúncia contra operadores da casa de câmbio Diskline.

Segundo a reportagem da Folha, a agência, que tinha sede em São Paulo e filial carioca mas hoje está desativada, é investigada por suposto envio, fora do canal do Banco Central, de US$ 1,8 milhão para uma conta da Universal nos EUA.

A devassa pedida pelos promotores atinge toda a movimentação das seis “offshores”, sediadas em paraísos fiscais, mas nem todo o dinheiro está relacionado à Universal. Há indícios de que se tratavam de “contas-ônibus”, que abrigam recursos de diferentes empresas e pessoas brasileiras.

Outro lado

O advogado da Igreja Universal, Antônio Sérgio de Moraes Pitombo, afirma que seu cliente nunca fez remessas ilegais de dinheiro para o exterior.

Segundo o criminalista, o Ministério Público do Estado de São Paulo está usando fatos antigos, já investigados pela Polícia Federal e arquivados por falta de provas.