Ads 468x60px

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

TV Católica investe em uma programação laica para concorrer com canais evangélicos

Para aumentar a concorrência com os canais evangélicos a TV Aparecida, da Igreja Católica, está investindo em programas de entretenimento. O objetivo da emissora é “falar a quem não quer nos ouvir” segundo o reitor do Santuário Nacional de Aparecida, entidade que administra a TV.

A programação da emissora exibe programas como o “Brasil Off-Road”, para fãs de esportes radicais, e o “Sabor de Vida”, com dicas de gastronomia e saúde. E agora ela passou a exibir desenhos e filmes. O último pacote comprado inclui títulos como “O Pianista” e “Oliver Twist”, do cineasta Roman Polanski, além do brasileiro “Amor & Cia”, estrelado por Patrícia Pillar, Marco Nannini e Alexandre Borges.

Criada há cinco anos para enfrentar o crescimento dos evangélicos, a TV Aparecida, busca nessas estratégias se diferenciar de emissoras irmãs, como a Canção Nova, e atingir um público maior.

“O que nos define é a programação religiosa. Mas nós não queremos ser uma TV piegas. Nós somos diferentes em relação às outras TVs católicas porque nós temos uma programação diferenciada. Nós ousamos falar a quem não quer nos ouvir”, diz o reitor do Santuário Nacional, padre Darci Nicioli.

Segundo ele, a emissora quer falar “com todos os segmentos da igreja” e “dialogar com a sociedade”. E, apesar de não veicular só conteúdo religioso, sua programação “é permeada de maneira muito sutil pelos valores do evangelho”.

Anthony Garotinho e Silas Malafaia medem forças na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

O partido da República (PR) do Rio de Janeiro está passando por uma crise que além de política é também religiosa e familiar. De um lado está Anthony Garotinho, deputado federal e presidente da legenda, que defende e apóia sua filha, a deputada estadual Clarissa. Do outro lado está o pastor Silas Malafaia que defende seu irmão o também deputado estadual Samuel Malafaia, ambos pelo PR.

De acordo com o jornal O Dia, os problemas começaram ainda na eleição de 2010. Silas se queixou de que o irmão não tinha espaço na propaganda eleitoral, causando mal-estar no partido. Na época, Clarissa Garotinho ficou com a maior parte do tempo.

Na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) os desentendimentos no PR continuaram após as eleições, por causa da eleição para a presidência da Assembleia. Apenas Clarissa votou contra Paulo Melo, enquanto os outros oito deputados da legenda votaram a favor do peemedebista.

Samuel Malafaia, inclusive, compôs a chapa, com a vaga da 1ª suplência da Mesa Diretora. Samuel afirma ao jornal que Garotinho pode perder bastante com o eleitor evangélico. “Ele se tornou evangélico há pouco tempo. Nós já somos há muito tempo. O deputado estadual Édino Fonseca, por exemplo, também é evangélico e integra o grupo que votou com Melo”, afirmou. Ele acredita, porém, que os desentendimentos no partido sejam desfeitos.

Mas para o secretário-geral do PR, Fernando Peregrino, Garotinho não está ameaçado de perder a confiança dos evangélicos. “Os evangélicos não votam em apenas um candidato. Essa é uma crise de crescimento do partido”.

Confirmando a visão do secretário o cientista político Ricardo Ismael, da PUC-RJ, acredita que a recente crise do PR não seja sinônimo de enfraquecimento de Garotinho dentro do partido. De acordo com ele, o deputado federal ainda é a maior força da legenda, apesar de suas orientações não terem sido seguidas pelos deputados da Alerj.

Anthony Garotinho foi o deputado federal mais votado do Rio, com 694 mil votos. Sua filha teve 118 mil votos para deputada estadual e Samuel Malafaia 130 mil votos.

Filho de Edir Macedo, Moyses escreve em perfil na web que é o “príncipe da máfia”

Não é a primeira vez que o filho caçula (e o único adotivo) de Edir Macedo aparece criando polêmicas. Agora ele escreveu na biografia do seu canal no Youtube “i am the mob prince” que em português quer dizer “eu sou o príncipe da máfia”.

Ele que já gravou um CD gospel, parece que negou a fé publicando vídeos eróticos onde faz gestos obscenos e simula uma masturbação com a Bíblia.

Moyses não usa o sobrenome do pai e, ao que parece, mora sozinho nos Estados Unidos. No Youtube, ele assina como Moysesnyc e seu nome artístico é Mikefoxx.

Diante de suas postagens que fogem da mensagem pregada pelo seu pai, muitos internautas respondem a ele tentando convertê-lo ou contestar essa vida de “rebelde” que ele divulga na internet. Muitas pessoas escrevem dizendo para que ele volte aos caminhos do Senhor e outros o julgam dizendo que ele é como o pai.

Magno Malta: “PLC 122 é como legalizar a pedofilia e o sadomasoquismo”

Em uma rápida entrevista ao portal IG o senador Magno Malta (PR-ES) falou sobre seus motivos para ir contra ao projeto de lei PLC 122 que legaliza e favorece as relações entre pessoas do mesmo sexo. O senador, que é evangélico, faz parte da Frente da Família e acredita que o projeto desarquivado pela senadora Marta Suplicy será novamente arquivado.

“Eu luto pelo que creio, e o meu é o seguinte, Deus constituiu homem e mulher, Deus constituiu masculino e feminino. É isso que a Bíblia diz,” disse o senador ao portal.

Para ele a Constituição Federal já aborda o tema preconceito e não é necessária outra lei só para garantir à comunidade GLBT direitos que a CF já os deu. “Acho que a Constituição brasileira está certa, que você não se pode discriminar raça, cor, etnia e sexo… e já está bom de mais. Precisamos ensinar a respeitar não só eles, mas o negro, o índio, o caboclo, o evangélico, o católico… a respeitar todo mundo”.

Segundo a visão de Magno Malta, e do que depender de seus esforços, o processo será arquivado novamente devido a inconstitucionalidade que ele apresenta. “Se aprovarmos um projeto desses, de você ser criminoso por não aceitar a opção sexual de alguém, é como se vc estivesse legalizando a pedofilia, o sadomasoquismo, a bestialidade.”

O Projeto de lei PLC 122 traz sutilezas que prejudicariam a sociedade brasileira, conforme explica o senador. “Porque o advogado do pedófilo vai dizer, senhor juiz a opção sexual do meu cliente é criança de nove anos de idade. O juiz vai decidir como, se está escrito que é crime?”

Confira o vídeo com Magno Malta:


Mãe entra na justiça contra marido que é Testemunha de Jeová e proibiu filho de receber transfusão de sangue

Uma criança de dois anos de idade estava internada no Hospital Regional da Transamazônica, localizado na cidade de Altamira, cidade de 105 mil habitantes do Pará, com anemia crônica e diarreia e somente uma transfusão de sangue poderia salvá-la da morte. Mas seu pai, que é Testemunha de Jeová, enviou uma carta ao hospital proibindo o procedimento.

Diante dos fatos a mãe da criança se rebelou contra a autoridade do marido e entrou na justiça para anular o documento e assim conseguiu autorizar o tratamento médico da criança que agora está fora de perigo.

“Será que Deus quer que uma criança morra? Isso não é normal, não”, disse a avó materna ao jornal local. O fato deixou a família abalada.

Os Testemunhas de Jeová proíbem a transfusão de sangue se baseando em alguns versículos bíblicos, fato que causa grande polêmica em várias partes da sociedade, principalmente quando a vida de alguém está em risco, como no caso desta criança.

Jogador Rivaldo fala sobre sua conversão e afirma que “Deus é contra o divórcio”

Uma entrevista publicada no domingo pelo jornal Folha de São Paulo mostrou o lado cristão do jogador Rivaldo, que voltou ao Brasil para jogar com a camisa 10 do São Paulo Futebol Clube. Aos 38 anos o jogador conta como se converteu e faz declarações sobre bebida, fama, dinheiro, divórcio e claro sobre futebol.

O jogador é evangélico, se converteu em 2004 após uma experiência com Deus dentro de seu carro. Rivaldo tem cinco filhos, dois com Rose, com quem foi casado de 1994 a 2003. E os outros três, nascidos na Grécia, com Eliza, sua atual mulher.

A família da sua atual esposa é toda evangélica e foi por intermédio dela que ele aceitou a Cristo. Em 19 de abril de 2004, data do seu aniversário, Rivaldo estava voltando de Mogi Mirim e há 20 dias ouvia vozes dizendo que ele morreria em um acidente de carro.

“Tava voltando de Mogi Mirim e ouvi: ‘É hoje, é hoje que você vai morrer’. Eu vinha na [rodovia dos] Bandeirantes, sempre na última pista, para ficar bem longe de caminhão. Mas também ouvia: ‘Se você me aceitar, não morre’. Cheguei no apartamento e disse pra minha esposa: ‘Hoje eu quero aceitar Jesus’. Ela pegou a Bíblia, orou comigo e aí nunca mais escutei aquilo. Se eu já conhecesse Jesus, jamais teria me separado, porque Deus é contra o divórcio”, contou ao repórter da Folha.

Rivaldo disse que quando seu primeiro casamento chegou ao fim na época que ele estava jogando no Milan e chegou a ser considerado o pior jogador da Itália. Ele acredita que o divorcio tenha mexido com a sua estrutura emocional. “Uma separação sempre é difícil, especialmente por causa das crianças, que voltaram pro Brasil. Você está bem para jogar, mas não tem cabeça. Não gosto de dar como desculpa, mas se perguntar a especialistas nesse lugar [aponta a cabeça], elas dirão que afeta um pouco”, relatou.

O repórter chegou a perguntar por que ele pediu para não fazer comercial de bebidas e cigarros e o que ele acha sobre o Ronaldo e o Mano Meneses que aceitaram fazer. A resposta foi pessoal sem fazer comentários contrários aos atletas que aceitam esses trabalhos.

“Podem me pagar uma fortuna que eu não faço, mas cada um é cada um. Nunca vou criticar o Ronaldo, o treinador, o Cafu, esses que estão fazendo. Procuro ver o meu lado e eles procuram ver o deles”, comentou Rivaldo.

Em 1994 ele chegou a aceitar ser garoto propagando de um comercial da Brahma e hoje ele se arrepende, apesar de, na época, ter recebido um cachê alto. “Hoje eu vejo como um erro, mas estava com 20, 21 anos. Graças a Deus, eu superei isso, porque nunca bebi, nunca fumei. Sou um atleta e quero ser um exemplo, principalmente para as crianças que gostam de esporte. Tenho meus 38 anos e estou jogando futebol, e isso pode servir de exemplo”, diz.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Presbítero da Igreja Renascer comandará a bateria da escola de samba Mangueira durante Carnaval 2011

Texto de Fabiana Sobral publicado originalmente em O Dia.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Quis o Criador abençoar o talento de Ailton André Nunes e ele acabou traçando seus passos no compasso do surdo de primeira. Ou melhor, da ‘Bateria Surdo Um’. Foi a paixão pelo ritmo, surgida quando ainda era moleque e rolava pelo lixão do Chalé, no Morro da Mangueira, em busca de latas e papelão para fazer tambores afinados com o calor de fogueiras, que fez o hoje presbítero, (uma espécie de líder) da Igreja ‘Renascer em Cristo’, aceitar o convite do presidente Ivo Meirelles e se tornar, há pouco mais de um mês, o novo mestre de bateria da Verde e Rosa.

Contradição com a fé? Não para Ailton, percussionista profissional, 39 anos, casado, pai de duas filhas e avô de outra menina. “Sou um servo de Deus e acredito que as pessoas têm um dom. E acredito no plano de Deus para a minha vida. E faz parte passar por isso, estar à frente da bateria”, explica o maestro, que também é um dos autores do samba que homenageia Nelson Cavaquinho, enredo da escola.

Antes de aceitar conduzir a bateria que ele conhece desde menino e da qual já chegou a ser um dos diretores — na época do primo Alcir Explosão, a quem elogia o talento —, além de primeiro repique, Ailton conversou com a família e seus orientadores na igreja.

A volta à escola, entretanto, levou 8 anos para acontecer. Foi quando, diz, “tinha outro tipo de conduta e estava perdendo a família”, acabou encontrando a igreja em seu caminho. Na caminhada de lá para cá, trabalhou com música, rodou a Europa como percussionista e reencontrou amigos no Brasil. Agora, só quer saber de unir a “Família Surdo Um” em torno de um objetivo: ganhar a nota dez para a Mangueira.

“Mas e as tentações do Carnaval?”, provoco eu ao entrevistado. “Todos nós somos pecadores. Só que tem um porém: eu tenho consciência que sou pecador, mas hoje não vivo pelo pecado”, responde, sem atravessar o discurso.

Pastor usa arma em culto para dar “tiros no diabo” durante ato profético em igreja. Assista

Um curioso ato profético causou muita polêmica na comunidade evangélica. Durante o evento denominado Festa da Colheita, realizado no dia 19 de dezembro de 2010, o apóstolo Silvio Ribeiro teria dado disparos com um revólver como dramatização daquilo que estaria fazendo contra o diabo no mundo espiritual, o que é conhecido por algumas igrejas como “ato profético”.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O culto foi organizada pelo Centro de Avivamento para as Nações em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

No vídeo que mostra o ato profético, o apóstolo Manuel entrega ao apóstolo Silvio Ribeiro duas armas de calibre 38, que então avisa à igreja que trata-se de uma oferta, “como missão”.

Empunhando a arma para baixo e pedindo para que o apóstolo Manuel faça o mesmo, o apóstolo Silvio Ribeiro usa um grave, acentuado e dramático tom de voz para dizer: “Ó o que diz Eclesiastes 10:19 – pra se rir se convidam pra festas. O vinho que você não gosta e até Jesus tomava alegra a vida. E o dinheiro que você não acha que não tem que falar na igreja, diabo, é a resposta para todas as coisas. Agora aponta aí teu 38 e repita assim comigo: Satanás, Diabo, bala de fogo na tua cabeça!”.

Aparentemente, o apóstolo fala sobre duas coisas diferentes – o vinho, que alegraria a vida e o dinheiro, que seria a resposta para todas as coisas. Depois de falar à igreja, o pastor inicia o que seriam os disparos. O vídeo não deixa claro se os apóstolos dispararam de fato ou não.

Apesar da violência do ato profético, a igreja declara ser contra atos de violência e o uso de armas.

Vídeo: Pastor dando tiros do diabo em ato profético



Rede Record retira do ar programa da Igreja Universal

Sem alarde, desde segunda-feira, a Igreja Universal perdeu espaço na programação da Record em várias cidades.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A Universal ocupava o horário entre 13h30 e 14h nas emissoras de Fortaleza, Belo Horizonte, Porto Alegre, Goiânia, Salvador, Belém e Fortaleza. No horário, a audiência despencava. Em Fortaleza, por exemplo, caía de uma média de treze pontos para três pontos. Em nome do ibope, decidiu-se acabar-se com o espaço para as pregações.

A Universal deixou as tardes, mas continua firme nas madrugadas de toda a rede entre uma e cinco da manhã.

Polêmica ex-modelo evangélica, após acabar presa por bater no filho adolescente gay, diz que ele está com encosto

Em uma entrevista concedida à “Veja Rio”, a ex-modelo Cristina Mortágua disse que o filho com o ex-jogador Edmundo pode estar passando por um momento de “complicações espirituais”.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Alexandre Mortágua (foto), que tem 16 anos, está morando com a avó desde que a mãe foi presa por agredi-lo e também uma delegada dentro da 16ªDP da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

“Sinto que ele tem uma necessidade muito grande de chamar a atenção. Talvez por ter um pai que foi um ídolo do futebol, uma mãe famosa… Ele ainda não se descobriu. Acho até que recebeu uns espíritos ruins… Outro dia virou os olhos e começou a falar coisas estranhas”, afirmou Mortágua, que se declara evangélica.

A ex-modelo também disse que está sem falar com o com filho desde o incidente: “Estou aqui para o que ele precisar. Afinal, sou a mãe dele. Acredito que a gente possa fazer as pazes um dia, mas não agora. O cristal se quebrou.”

Enquanto isso, Alexandre posou para a edição de março da revista gay “Junior” e está lançando um blog de moda, o “Lady In Furs”. Ele afirma ter vontade de seguir carreira na área de moda. Ele sabe fazer moldes e tem tem duas máquinas de costura industriais que usa para confeccionar e customizar as roupas que usa. Ele conta que suas amigas adoram as blusas feitas por ele e, que, recentemente, adquiriu várias peças num brechó em Londres.

“Vamos falar de atitude, tendências e moda. De um protesto pela diminuição do bilhete de ônibus em São Paulo, passando por um ensaio conceitual inspirado em alguma banda. Tudo vai estar no ‘Lady in Furs’”, explica ele.

Um dos motivos da briga com a mãe foi ela ter acusado o filho de ser homossexual e usuário de drogas. Alexandre respondeu, dizendo que a mãe tem distúrbios psiquiátricos e gasta toda a pensão de 14 mil reais que ele ganha mensalmente do pai.

Em entrevista ao site Ego, ele reclama que recebia apenas R$300,00 mensais da mãe e que nunca teve um relacionamento com o pai. Mas também reconhece que sente saudades dela, que o criou sozinha, mas no momento não pretenda procurá-la.

Sobre sua homossexualidade, afirma: “Minha mãe sempre foi cercada de muitos gays e isso se tornou uma coisa muito natural para mim, desde pequeno… Meu primeiro beijo homossexual foi com 13 anos. Fiquei pela primeira vez e achei que fosse só curiosidade. Aconteceu de novo e vi que era isso que eu queria… Quando contei para minha mãe, ela pediu para eu não contar para ninguém. Mas o mundo é gay. Ela tentou usar isso contra mim na declaração, mas quem já me conhece sabe que eu sou gay”.

A ex-modelo que se diz evangélica beijou e fez fotos sensuais com seu filho, que na época tinha 15 anos.

Cristão, Barack Obama afirma que deixará de ser contra o casamento gay

O governo Obama afirmou que não vai mais defender a constitucionalidade de uma lei federal que proíbe o reconhecimento do casamento entre pessoas do mesmo sexo.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O secretário de Justiça, Eric Holder, disse que o presidente Barack Obama concluiu que a administração não pode mais defender o Ato de Defesa do Casamento, a lei que define que a única forma de casamento possível é entre homem e mulher.

Ele lembrou que o debate no Congresso que levou à aprovação do ato “contém numerosas expressões que refletem reprovação moral a gays e lésbicas e suas relações íntimas e familiares – precisamente o tipo de pensamento baseado em estereótipos e espírito que a Cláusula de Proteção das Igualdades (da Consetituição) está aí para impedir”.

O Departamento de Justiça vinha defendendo o ato em tribunais até agora.

“Boa parte do panorama legal mudou nos últimos 15 anos desde que o Congresso passou o ato”, disse Holder em um comunicado. Ele notou que a Suprema Corte decidiu que leis criminalizando a conduta homossexual são inconstitucionais e que o Congresso rejeitou a política militar do ‘don’t ask, don’t tell’.

Holder escreveu ao presidente da Câmara, o republicano John Boehner, explicando que Obama concluiu que o ato fracassa e não tem rigor suficiente para ser usado por tribunais, e que as cortes observam com suspeita leis que dizem respeito a grupos minoritários e que sofreram uma história de discriminação.

Em uma entrevista em dezembro passado, Obama revelou que sua posição sobre o casamento gay estava “constantemente evoluindo”. Ele inicialmente se opunha a esse tipo de casamento, mas apoiava uniões civis para casais de gays e lésbicas.

“Isso é algo que vamos continuar a debater, e eu pessoalmente vou continuar lutando para seguirmos adiante”, disse ele à época.

Caetano Veloso afirma ser burrice criticar seus filhos por irem na Igreja Universal

Pai protetor, Caetano Veloso esbraveja – ao seu modo bem particular – quando seus filhos estão ameaçados. Após declarar em entrevista recente ao jornal Folha de S.Paulo que dois de seus filhos são evangélicos e frequentam a Igreja Universal do Bispo Edir Macedo, Caetano disparou: “Ninguém tem que se meter com a espiritualidade dos meus filhos”.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Em entrevista ao Jornal Brasil, Caetano afirmou não saber da reação da opinião pública: ” Eu não vi. E, se alguém protestou por alguma coisa, eu não sei o porquê. Na verdade, eu não declarei nada. Apenas o entrevistador me perguntou: “seus filhos são evangélicos, não é?”, e eu disse: “olha, eu sou ateu, mas meus três filhos são religiosos. O Moreno tem uma religiosidade muito abrangente, sem uma religião específica, mas é muito religioso. E os outros dois são evangélicos.” (Faz longa pausa). Porque ele tinha me perguntado, e eu então dei o panorama assim. Isso é natural, eles têm religião. Eles gostam, eles têm uma vida religiosa. Precisam, gostam disso, como a maioria dos seres humanos. O próprio entrevistador ficou problematizando a questão das igrejas evangélicas, da Universal em particular, e eu respondi de acordo com as perguntas que ele me fez, muito objetivamente. Ninguém tem nada que se meter na vida íntima, espiritual e religiosa dos meus filhos. Isso é burrice. É burrice.”

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Polêmico Pastor é matéria de capa da maior revista gay dos Estados Unidos

Um dos pastores mais controversos dos EUA voltou ao púlpito e está tentando mudar a maneira como os evangélicos tratam gays e lésbicas. Este mês ele é capa da Advocate, a maior revista GLS dos EUAVisite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O escândalo em que Ted Haggard se envolveu, ou “crise”, como ele prefere, terminou com seu ministério em 2006. Na ocasião, ele era pastor da igreja New Life [Nova Vida], De um começo humilde em 1985, com reuniões em sua casa no Colorado, a comunidade cresceu e chegou a ter 14 mil membros. Na época, ele se pronunciava abertamente contra o casamento homossexual. Esta ainda é a opinião de 74% por cento dos evangélicos americanos, segundo pesquisa de 2010 do Pew Research Center.

Foi então que veio a público a voz de Mike Jones, um garoto de programa de Denver. Ele ouviu Haggard pronunciar-se contra a homossexualidade no rádio. Imediatamente, ele ligou para a emissora e contou que havia passado uma noite com o pastor em um motel e os dois haviam consumido metanfetamina.

Haggard viu ruir seu ministério e família. Hoje ele lembra com hesitação do episódio, mas tem uma versão diferente. “Sim… Eu o chamei. Pedi para comprar metanfetamina, mas não usei… joguei fora. Ele só fez uma massagem em mim”. Gayle, esposa de Haggard, registrou tudo em seu livro de memórias, “My darkest hour” [O tempo mais difícil de minha vida], lançado no ano passado. Ela escreveu: “Quando ele falou comigo sobre isso, sua voz demonstrou que estava em frangalhos. Eu disse a ele: “você apenas mentiu; mas agora todo mundo vai saber”.

Haggard passou então a encarar a “hipocrisia evangélica”. Foi criticado abertamente por gente de dentro e de fora da igreja. A diretoria da igreja o afastou do cargo e recomendaram que ele se mudasse do Colorado. Mas agora ele está de volta, o que não é nenhuma surpresa. O ministério é a única coisa que Ted Haggard conheceu da vida.

Agora ele está a frente da igreja Saint James [São Tiago], uma referência ao apóstolo que insiste que fé sem obras é morta. Apenas algumas dezenas de pessoas estão dispostas a ouvir um sermão de Haggard no auditório que ele aluga nos finais de semana de uma escola de ensino médio em Colorado Springs.

Sua nova congregação adotou um lema: “Dê um tempo para alguém”. O pastor gosta de pensar que seu rebanho hoje é composto por pessoas desajustadas, o que representa um progresso no evangelicalismo americano. A maioria vem de famílias conservadoras. Há dentistas, donas de casa, soldados e executivos. Eles se sentam lado a lado com viciados em drogas e alcoólicos em recuperação “que estão procurando salvação”, como Haggard faz questão de enfatizar.

Não parece mais o mesmo pastor que já liderou cerca de 30 milhões de membros da Associação Nacional de Evangélicos Americanos, tinha ligações com a Casa Branca no tempo de Bush e fazia uma reunião semanal com os maiores líderes religiosos conservadores do país.

Hoje, Haggard tem 54 anos de idade, cinco filhos e dois netos. Luta para sustentar a família, mas não deixa de ter um fundo de reserva composto por parte das ofertas dos membros da igreja. Esse “fundo” destina-se a ajudar famílias que estão passando por tempos difíceis, sejam elas membros da congregação ou não. Recentemente, um professor da Faculdade Everest, no Colorado, recebeu 4.000 dólares e distribuiu o dinheiro entre vários alunos que estavam dormindo nos seus próprios carros para evitar pagar aluguel.

“Nós estávamos sós”, explica Haggard sobre sua decisão de começar uma nova igreja na mesma região metropolitana que a New Life. Ele explica que não era bem vindo na sua antiga igreja, mas queria estar com “um grupo de cristãos”. Por isso decidiu começar de novo. As pessoas foram aparecendo aos poucos e ele comemora: “Sabíamos que tínhamos de terminar bem nossa história, para que o escândalo não fosse o fim de tudo”.

Isso lembra as frases emblemáticas que disse em frente às câmeras num documentário sobre sua vida exibido pelo canal HBO. “’OK, deixe-me dizer de uma maneira que você possa entender: Jesus ministrou e foi crucificado em Jerusalém. Se ele tivesse ressuscitado em Roma, não teria o mesmo efeito. Embora você mereça sua crucificação, precisa ressuscitar na mesma cidade onde ministrou”.

Hoje, o convite que faz é pouco ortodoxo: “Se você é gay, hétero, bi, alto, baixo, um viciado, ou tem um viciado na família, saiba que tem uma família na Saint James”.

Sexualidade e dependência química são temas constantes de seus sermões. Perguntado recentemente por repórteres sobre sua opinião a respeito do casamento de pessoas do mesmo sexo, Haggard afimou: “O plano ideal de Deus para o casamento é a união de um homem e uma mulher”.

Esse é o mesmo Haggard que no controverso documentário (sobre o fundamentalismo religioso americano) Jesus Camp, declarou: “Não precisamos debater ideias sobre a atividade homossexual. Está tudo escrito na Bíblia”.

Lembrado disso, ele afirma que suas palavras foram tiradas de contexto, que ele estava falando a um grupo de crentes sobre as Escrituras, não era uma declaração sobre as implicações disso perante a lei. É sabido, contudo, que em 2006, ele apoiou o veto a uma emenda à lei estadual que reconhecia o casamento homossexual e reconhecia a união civil deles no Estado do Colorado.

Agora Haggard quer deixar claro: ele apóia o direito ao casamento civil de casais homossexuais. “Acredito que as igrejas, sinagogas, mesquitas e templos devem ter liberdade total para agir como acharem melhor. Mas acredito que somos uma sociedade democrática, dentro de uma república constitucional. Se não respeitarmos as liberdades civis do indivíduo, estamos cometendo um erro terrível… Digo a todas as pessoas religiosas que deveríamos estar prontos para ouvir, porém sermos tardios para falar e tardios para ficar irados com esse assunto”.

Randy Whales, ex-CEO de uma empresa de software, foi um dos líderes da New Life, mas acabou saindo e hoje se reúne com o grupo de Haggard. ”Ele está alcançando pessoas que praticamente não iam à igreja, que estão sofrendo e precisando de ajuda. Eles não têm nada a perder. A maioria das pessoas que tem algo a perder não se relacionam com Ted”. Ele reconhece a mudança na vida do pastor: “No tempo da NewLife ele era cheio de si, um pouco arrogante, confiante demais na sua própria capacidade. Era comum usar as pessoas para seus próprio bem, em vez de ajudar as pessoas. Agora ele está mais humano, mais humilde, não há dúvida disso. Provavelmente o conheço mais que a maioria aqui. Ele não tem mais nada a esconder”.

Haggard tornou-se um crítico ácido da maneira como as igrejas conduzem a “restauração”. Sua antiga igreja o acompanhou durante algum tempo, mas em 2009, através da terapia, ele descobriu que é um “heterossexual, mas com problemas”. Só então passou a lidar com o trauma do abuso sexual na infância e afirma que hoje não há nada de errado com sua vida sexual no casamento.

Mas Haggard não se propõe a mudar a orientação sexual de ninguém. Ele acha que os gays podem vir à sua igreja e acredita ter o poder de mudar sua cidade. “Não acredito que você pode apenas orar e a pessoa deixa de ser gay”, diz ele.

Também acredita que a maioria das igrejas não está preparada para perdoar e ajudar as pessoas que erram. Ele compara a maneira como redes de televisão e o mundo dos esportes deram oportunidades de recomeço para pessoas que caíram publicamente em desgraça, como a apresentadora Martha Stewart e o golfista Tiger Woods. Analisando alguns ministérios evangélicos, ele declara: “Levanta-se muitos recursos, mas não para encorajar as pessoas a serem mais amorosas e incentivá-las a ser menos gananciosas”.

Caroline Celico anuncia que Kaká e ela não estão “sem igreja”: “Estamos em comunhão e nos assentamos à mesa do Senhor”

Na manhã desta terça-feira (22), Caroline Celico, mulher do craque Kaká, resolveu esclarecer a seus seguidores no Twitter as inúmeras indagações sobre a saída de sua família da Igreja Renascer, anunciada em outubro passado.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

“Acho engraçado a preocupação das pessoas. Deveriam olhar mais para suas próprias vidas, suas hipocrisias… Tire a trave dos seus olhos antes de falar do pequeno cisco nos olhos do seu próximo! Até mesmo dentro das famílias!”, escreveu Celico.

Mulher de fé, a cantora e pastora garantiu ainda que a religião é a base de sua família.

“Nós não estamos sem igreja, para os interessados de plantão. A igreja somos nós. Eu, meu marido e nossos filhos! Estamos em comunhão e nos assentamos à mesa do Senhor. Não se preocupem… Estamos felizes e em paz! Isso basta! Família é um bem precioso. Cuide da sua”, finalizou.

Aos 23 anos, Caroline Celico – que é mãe de Luca, de 3 anos – está grávida do segundo filho de Kaká. Desta vez, ela dará à luz uma menina, prevista para nascer no final de abril.

Pastor afirma que recentes protestos contra ditadores vão contra a Bíblia: “Eles são ordenados por Deus”

O evangélico influente John MacArthur não acredita que os levantes que estão se espalhando por todo o mundo árabe vão levar à liberdade que centenas de milhares de manifestantes estão exigindo.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

“Eu só acho que o resultado de tudo isso é mais instabilidade, mais caos,” disse o pastor do sul da Califórnia ao The Christian Post. “Não acho que o futuro parece ser bom.”

Inspiradas pela revolução de Dezembro, na Tunísia, que levou à queda do seu ditador, as populações dos países vizinhos do Norte da África e no Oriente Médio lançaram protestos semelhantes contra o governo na esperança de conseguir mais liberdade, democracia e mais oportunidades.

Os EUA já se manifestaram, pedindo aos governos que respeitem o direito do povo de se manifestar.

Mas a partir de uma perspectiva bíblica, MacArthur afirmou que os manifestantes estão em desacordo com o mandamento bíblico de “submeter aos poderes, porque eles são ordenados por Deus.”

“Eu preferiria que o governo americano, que tem uma história do Cristianismo, tivesse se levantado e dito: ‘está errado, é proibido para as pessoas fazerem isso, isso é intolerável,” disse ele.

“Eu não estou dizendo que Muamar Kadafi é o melhor líder, eu não estou dizendo que Mubarak é um grande líder benevolente e justo, não quando ele recebeu US $ 70 bilhões em seus próprios bolsos à custa do povo,” esclareceu.

Mas, ressaltou que os crentes são ordenados a viverem uma vida pacífica, sujeitando-se a qualquer que seja que o governo.

Ele continuou: “E a razão é, qualquer forma de governo é melhor do que a anarquia. Para ter uma idéia do que está acontecendo agora – as pessoas estão morrendo, a propriedade está sendo destruída. Isso não pode acontecer. E, inevitavelmente, o que vai sair disso, vai ser menos ordem, mais caos e, talvez, o que vai sair de menos ordem e mais caos é a pior espécie de controle, mais poder dominante.”

O pastor de 71 anos de idade, que foi o autor do recente Slave: The Hidden Word that Reveals the Riches of Your Salvation (Escravo: A palavra oculta que revela as riquezas da sua salvação), sustentou que não é provável que a liberdade pudesse resultar dos protestos em massa.

“Você gostaria de pensar que nada, senão a liberdade iria sair disto. Não foi isso que aconteceu no Irã.”

Novamente, falando biblicamente, MacArthur disse que “a ilusão é que essas pessoas vão obter a liberdade.”

“Mas o que temos que entender é que você é um escravo do pecado ou um servo de Cristo,” explicou. “Nenhum pecador é livre,”… ele está apenas livre para escolher o curso de sua própria condenação, mas não pode fazer nada sobre isso.

“Esta é outra forma de escravidão. Eles vão acabar em outra forma de escravidão, eles vão acabar da mesma forma, pecaminosa, corrupta, insatisfeita, pessoas insatisfeitas levando suas mesmas ansiedades em uma direção diferente. Então esta não é uma solução para nada.”

Seus comentários foram feitos pouco antes da Organização dos Direitos Humanos ter informado que pelo menos 233 manifestantes foram mortos pelas forças de segurança na Líbia. Enquanto isso, Saif al-Islã Kadhafi, filho do líder líbio, Muamar Kadafi, disse hoje cedo que se os protestos anti-governo continuarem, podem levar a uma guerra civil. Ao mesmo tempo, ele disse que se os protestos terminarem, eles poderiam começar a instituir uma série de reformas e até mesmo iniciar as discussões para a constituição, que é inexistente.

Mesmo que isso possa significar a possibilidade de maior liberdade religiosa para a pequena minoria cristã, MacArthur não vê ganhos enormes, pelo menos para a Igreja, a esse respeito.

Ele apontou para países como Japão e aqueles na Europa Ocidental que garantem a liberdade de religião, mas tem poucos Cristãos ou uma igreja morrendo. Em contraste, o Cristianismo na China, onde há inúmeros relatos de perseguição religiosa e de liberdade limitada, está explodindo com dezenas de milhões de crentes.

“Eu não acho que a liberdade religiosa é ainda um problema para o avanço da Igreja,” disse MacArthur. “A democracia, a liberdade de religião ou a perseguição – se você tivesse que escolher seu veneno e acho que você poderia querer escolher a perseguição porque você tem uma Igreja mais pura.”

Em última análise, o Reino de Deus avança sem relação com o governo, afirmou. Tudo que diz respeito aos poderes que estão no local acontece “dentro dos propósitos de Deus e Deus irá governar por essas coisas e ignorar essas coisas.”

Assim, desejar liberdade “não é uma justificação para este tipo de revolta popular e desobediência e de derrubar governos.”

“Afinal, quem disse que a democracia é a melhor forma de governo?” disse ele. “Não importa qual a forma de governo é, a Bíblia não defende nada, mas uma teocracia. Qualquer forma de governo vai se auto destruir porque você está lidando com pessoas corruptas, pessoas pecadoras.”

Governador de São Paulo Geraldo Alckmin afirma que quem tem fé tem mais saúde, quem não tem será uma pessoa triste


Durante o lançamento do programa SP Educação com Saúde, o Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin fez afirmações que, segundo os partidários da idéia, reforçariam um velho preconceito com relação a ateus e também agnósticos. Conforme publicado pelo Jornal da Tarde:Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Os conselhos de Alckmin para uma vida saudável foram inspirados no livro Curar – o stress, a ansiedade e a depressão sem medicamento nem psicanálise, do neurologista e pesquisador francês David Servan-Schreiber, um dos seguidores da “medicina das emoções”. Resultado de cinco anos de estudos científicos, o livro aponta sete atitudes para manter a saúde sem recorrer a tratamentos e remédios.

A comparação entre as listas do neurologista francês e do governador paulista, porém, revela uma diferença: Alckmin acrescentou religião ao grupo. “Para quem não acredita em nada, a velhice é muito triste”, disse. “Quem crê, consegue ter mais saúde”, completa.

Robson Fernando do blog Arauto da Consciência criticou a atitude e fez um alerta para a freqüência com que afirmações como essa estão ocorrendo:

Declarações do tipo, somando-se às de José Luiz Datena, Frei Betto, José Serra, Pe. Robson Pereira e Claudio Lembo, vão solidificando na mentalidade da população religiosa brasileira que nós ateus somos infelizes, amorais, tendentes à criminalidade, marginais perante a “retidão moral” supostamente proporcionada pelas religiões. Os ateus precisam agir contra esses ataques de preconceito e intolerância que nos desmoralizam e nos tolhem a dignidade perante o restante dos brasileiros. E com mais força quando o ofensor/a é titular ou pretendente de mandatos ou cargos políticos ou formador/a de opinião.

O Jornal da Tarde ainda compilou certas dicas que o Governador, formado em medicina, deu durante o evento. Algumas delas podem soar inusitadas:

Luz do sol – “O cérebro precisa de raios do sol”

Respiração – “É preciso encher o pulmão de ar”

Meditação- “É preciso limpar o cérebro”

Alimentação – “O prato precisa ser colorido, com mais fibras que proteína”

Ginástica – “O corpo tem 70% de água. E água parada… estraga”

Acupuntura – “Vocês vão ver o espetáculo que são essas agulhas milenares”

Amor – “É uma necessidade biológica”

Religião – “Religião significa religar”

Universidade evangélica Mackenzie entrega kit com Bíblia para calouros: “Desejamos que você conheça a Deus”

Os calouros da Universidade Presbiteriana Mackenzie ganharam no segundo dia de aulas um kit contendo mochila e uma Bíblia com o logotipo da instituição. “É desejo do Mackenzie que você encontre aqui não só conhecimento humano, mas que você conheça a Deus, relacione-se com ele e encontre alegria nesse relacionamento”, diz a universidade no texto de apresentação.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Além do Antigo e do Novo Testamento, o livro, em formato de bolso, traz informações sobre a Igreja Presbiteriana do Brasil, que controla o instituto responsável pelo colégio e pela universidade – descrita como “cristã, fiel à cosmovisão reformada e, ao mesmo tempo, comprometida com um ensino de qualidade, em ambiente de liberdade acadêmica e ausência de discriminação”.

Os novos alunos também foram recebidos pela direção, coordenações de curso e professores. Um dos que deram as boas-vindas foi o reverendo Augustus Nicodemus Gomes Lopes, chanceler do Mackenzie.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Pastor Silas Malafaia é destaque no principal telejornal da Globo, o Jornal Nacional. Veja o vídeo

Três meses depois da pacificação promovida pelo poder público, um ato profético marcou a passagem da Cruzada Vida Vitoriosa para Você pela comunidade.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

No Campo do Ordem, local do evento, nas ruas, nas lajes e janelas das casas, milhares de pessoas com as mãos levantadas abençoaram o bairro que durante anos foi refém da criminalidade. “Nós declaramos a libertação, a paz, vidas transformadas e a bênção de Deus sobre cada família desta comunidade. Nas igrejas, haverá crescimento e uma grande colheita de almas”, profetizou o pastor Silas Malafaia.

Essa colheita já começou. Cerca de 400 pessoas aceitaram Jesus após o apelo feito pelo pastor Silas, que levou para a comunidade a mensagem: Você quer a felicidade? Sim ou não? Samira Silva, 24 anos, há três anos longe do evangelho, afirmou que compreendeu o que leva o homem a conquistar a felicidade e decidiu que era hora de fazer o caminho de volta e largar o vício do cigarro. “Eu não quero mais ser escrava do cigarro. Quero uma nova vida e sei que somente a terei seguindo Cristo”, disse a jovem.

A Cruzada reuniu na Vila Cruzeiro pessoas de diversos bairros do Rio, como dona Maria das Neves, de 83 anos. Moradora do bairro de Pilares ela foi para o evento acompanhada da amiga Maria Luzia, de 58 anos, que reside no Engenho de Dentro. As duas, muito animadas, consideram que o evento foi uma bênção para os evangélicos e não-evangélicos.

O evento reuniu vários nomes da música gospel nacional como Marquinhos Menezes e Lilian, Nani Azevedo, Pierre Onassis, Rachel Malafaia, Eyshila, Regis Danese, Fernanda Brum, Danielle Cristina, Marco Aurélio, pastor Jairinho e Jozianne. Fogos de artífício iluminaram o céu na Vila Cruzeiro celebrando o clima de paz o encerramento da festa.

Desde 2007, a Cruzada Vida Vitoriosa para Você já passou por dez cidades brasileiras. Esta foi a décima primeira edição do evento e a primeira vez que ele aconteceu no Rio de Janeiro. A próxima cidade a receber a Cruzada será Florianópolis (SC) nos dias 19 e 20 de março.

O evento ganhou grande destaque na Rede Globo. Os telejornais da emissora noticiaram e cobriram o evento. A Globo acompanhou desde a divulgação, até a realização e os trabalhos sociais que também aconteceram no local:

Pastor Silas Malafaia no Jornal Nacional sobre a Cruzada Vida Vitoriosa na Vila Cruzeiro



Pastor Silas Malafaia e a Igreja Vitória em Cristo no RJTV

Divulgação da Globo para a Cruzada Vida Vitoriosa da Igreja Vitória em Cristo

PL 122: Em contra-ataque a lei “anti-homofobia”, deputado evangélico cria PL anti-heterofobia

Se os homossexuais têm a sua PL-122, os heterosseuxais acabam de ganhar um projeto lei novinho em folha. Trata-se da PL-7382/2010 proposto pelo deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que penaliza a discriminação a heterossexual em até três anos de prisão.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O tal projeto visa contrapor-se a PLC-122/06, apelidada por alguns evangélicos de ditadura gay, que prevê punição equivalente em casos de homofobia. Segundo o nobre deputado, “o Poder Executivo, dentro de sua esfera de competência, penalizará os estabelecimentos comerciais e industriais e demais entidades que, por atos de seus proprietários ou prepostos, discriminem pessoas em função de sua heterossexualidade”, diz no texto do projeto.

Cunha também diz que será punido aquele que “impedir ou restringir a expressão de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público”.

Controvérsias

O deputado Eduardo Cunha foi um dos que votaram contra na votação que beneficiaria a classe trabalhadora brasileira, com um aumento do salário mínimo para R$600. O nobre deputado, cujo slogan de campanha é “o nosso povo merece respeito”, é pivô de um escândalo envolvendo a estatal FURNAS, um golpe de R$ 73 milhões.

Para o Bispo e conferencista Hermes Fernandes o projeto pode ter um outro pretexto: “Até que ponto a tal PL proposta por Cunha não seria mais uma cortina de fumaça? Parece melhor para sua imagem estar envolvido numa controvérsia entre gays e heteros, do que ter seu nome ligado a um escândalo de corrupção”.

O novo As Crônicas de Narnia leva o prêmio de melhor filme cristão de 2010

Todo ano, existe um prêmio chamado Movieguide Faith and Values Awards (Prêmio de Fé e Valores no Cinema) cedido aos filmes que mais se enquadram nos preceitos cristãos. E quem ganhou na edição deste ano, que corresponde aos filmes exibidos em 2010, foi Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Outros dois filmes também foram reconhecidos como as produções mais cristãs do ano passado: Toy Story 3 e Secretariat, ambos da Disney.

A instituição também divulgou um “balanço positivo” nas bilheterias dos filmes que sustentam a fé cristã. Segundo a Comissão do Cinema e TV Cristãos, filmes com mensagens pró-ateístas lucraram US$ 6,6 milhões, enquanto filmes com “forte moralidade bíblica” conseguiram US$ 78 milhões.

Pastor é assassinado na porta de igreja devido ao barulho do culto

Pastor brasileiro foi assassinado ontem à noite na frente da Igreja por causa de barulho da Igreja, em Campo Grande, Rio de Janeiro, Brasil.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O suspeito, segundo informações, é um vizinho da Igreja onde ele prega. Testemunhas dizem que o vizinho reclamava do barulho e havia discutido com o pastor antes do assassinato.

De acordo com a Polícia Militar, o religioso levou dois tiros na nuca, enquanto conversava com uma fiel, morrendo no próprio local.

A família do pastor está chocada com o assassinato dele, confirmando que o principal suspeito é o vizinho.

“Foi a cena mais horrível que eu já vi na minha vida. Quando corri para a varanda, vi o Hegnaldo caído numa poça de sangue,” contou a tia do pastor, a cozinheira Rosa Maria Batista da Silva, de 52 anos, de acordo com o Extra Globo.

Segundo a mesma agência de notícias, Hegnaldo morava no segundo andar da construção da Igreja Comunidade Evangélica de Deus, em Santíssimo, onde trabalhava há 4 anos e também pregava.

Na véspera do Natal do ano passado, Hegnaldo e o vizinho já haviam tido uma discussão por causa do barulho da Igreja. As testemunhas na época dizem que o suspeito o ameaçou de morte, levando o sacerdote a fazer registro de ameaça na 35° Delegacia Policial de Campo Grande.

O assassinato está sendo investigado pela Divisão de Homicídios na Barra da Tijuca. O The Christian Post entrou em contato com o Delegado mas o mesmo não se encontrava não sendo possível obter maiores informações.

O Brasil não tem muitos registros de perseguição religiosa. No entanto, nos últimos anos, tem havido aumento de queixas contra o barulho das Igrejas, levando a muitos entrarem em confronto que por vezes gerou grandes danos.

Em 2007, um jovem de 18 anos incendiou uma Assembléia de Deus no Paraná, que estava vazia alegando que o barulho o incomodava.

A Lei do Silêncio (número 9.505) no Brasil, inclui desde 2008 as escolas e templos religiosos, permitindo produção de sons dentro do limite máximo de 70db.

Suspeito preso

Policiais militares do 3º BPM (Méier) prenderam na tarde desta segunda-feira (21) um homem suspeito de ter assassinado um pastor evangélico no último domingo (20). Alessandro da Rocha Teixeira, 35 anos, estava escondido em uma casa no bairro de Inhaúma, na zona norte do Rio de Janeiro.

Sem mulheres nuas ou alegorias provocantes, escola de samba do grupo principal levará a Bíblia para o Carnaval 2011

Nada de mulheres nuas ou passistas vestidas com roupas mínimas. O carnaval da Pérola Negra neste ano será bem comportado, sim senhor. Mas não faltará alegria. A escola de samba da zona oeste de São Paulo vai contar no sambódromo a história de Abraão, figura importante para as três principais religiões monoteístas do mundo – o cristianismo, o judaísmo e o islamismo.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

“Ninguém vai ficar nu no nosso desfile. Fizemos uma pesquisa das roupas de época e todo mundo estará vestido”, diz o carnavalesco André Machado. O enredo foi sugerido por Jairo Roizen, diretor de marketing da escola, que é judeu. Machado, que é católico, gostou da ideia e o tema também foi aprovado pelo restante da comunidade. “Todo mundo abraçou. No barracão, tem gente da Umbanda, tem mórmon, tem evangélico… Tem até culto da Renascer encerrando com o nosso samba”, diz Machado.

Na avenida, a escola espera sensibilizar o público e fazer história. “A gente imaginou que as pessoas tinham se afastado muito de Deus. E Abraão foi a primeira pessoa a acreditar em Deus, em um Deus único. Daí o tema”, diz Machado. “A bíblia já foi citada em alguns desfiles e a Mangueira já tinha falado de Moisés. Mas esta é a primeira vez que uma escola de São Paulo escolhe um tema da Bíblia como enredo.”

Com cerca de 3.200 integrantes, a Pérola Negra contará a história bíblica na madrugada de sábado. Nos cinco carros alegóricos e nas 23 alas, os foliões vão representar passagens da vida de Abraão, da chegada dos hebreus à Canaã à destruição de Sodoma e Gomorra. “Esta é uma passagem bem polêmica, porque fala de homossexualidade”, acrescenta Machado.

Apesar do tema sério, a Pérola Negra aposta no samba composto por Mydras, Carlinhos, Regiano, Michel e Bola para balançar o público e, quem sabe, conquistar seu primeiro título do Grupo Especial no carnaval de São Paulo.

Confira o samba-enredo da Pérola Negra:

Abraão, o patriarca da fé
Pela fé de Abraão
Pérola Negra vem cumprir sua missão
Divina luz que ilumina
O meu samba em procissão
Levanto as mãos pro céu
E agradeço ao criador
Eu vou? abençoado rumo à Canaã
Esperança, um novo dia
No Egito meu afã
Oh, Deus pai!
Nossa aliança se renova a cada manhã
Ao forjar o fato, um ato de amor
Enfrentei barreiras, luxúria e ambição
Na busca da tua verdade
Em prova toda a minha devoção
Oh, meu senhor, que conduz meu caminhar
Sou do povo de Javé, tenho o dom de acreditar
Em minhas mãos adoração e sacrifício
O meu destino sob a luz do seu olhar
Fé na palavra sagrada
Que me dá força nessa jornada
Fonte de sabedoria
A paz que brilha dessa joia rara
Glória no caminho da vitória
Fiéis seguidores em comunhão
O seu legado ficará perpetuado
Num mundo de amor, num só coração
A Vila Madalena canta em oração
Pela fé de Abraão
Pérola Negra vem cumprir sua missão
Divina luz que ilumina
O meu samba em procissão

História da evangélica Marina Silva pode se tornar filme

A vida da ex-senadora e candidata derrotada à presidência da República nas últimas eleições, Marina Silva, poderá virar filme. A ideia da cineasta Sandra Werneck, que dirigiu também a cinebiografia Cazuza – O tempo não para. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira pela colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O filme seria baseado na biografia da política, chamada Marina – A vida por uma causa da editora evangélica Mundo Cristão. Neste livro, a autora conta a história da líder política, com destaque para os seus problemas de saúde, seus desafetos e sua alfabetização tardia.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Edir Macedo bebe cerveja: Confira a repercussão na Igreja Universal e a pregação completa do Bispo


Em uma pregação no dia 30 de janeiro o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal e dono da Rede Record, afirmou que bebe cerveja e vinho. O tema da pregação era fé e religiosidade e o bispo afirmou que a religião proíbe as pessoas de várias coisas, mas a fé deixa-as livre. Ao comentar que bebe cerveja disse que tinha a consciência livre. Porém essa afirmação não agradou aos fiéis, pois a Universal tem um histórico de proibições às bebidas alcoólicas. O áudio do culto foi apagado do site oficial da denominação.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Em decorrência desse fato o obreiro da Igreja Universal Alexandre Fernandes, dono do blog Cristão da Universal, fez uma retratação dizendo que já estava cansado de falar sobre isso, mas sentiu necessidade de falar sobre a atitude do bispo. “E por que tanta gente se sentiu mal sobre isso? Eu posso dizer que em parte é culpa da igreja”, disse Alexandre. Ele explicou que as igrejas tradicionais surgiram na Europa, onde o alcoolismo imperava. O governo europeu criou centros de recuperação para alcoólatras, mediante ao grave problema. Tendo este cenário, missionários vieram ao Brasil com a mente de que beber só causa problemas.

Para o obreiro, beber moderadamente não é pecado e nem uma regra bíblica, mas afirmou que não apoia e que se outros membros quiserem trabalhar com ele na IURD como obreiros, não poderão ingerir álcool, pois não aceita. Para ele a questão é que não faz parte do perfil do cristão brasileiro ingerir bebida alcoólica. Ele aconselha aos fiéis da Universal a não condenarem o bispo e ressalta que a imagem dele já está negativa por causa da afirmação. Segundo ele, alguns obreiros não gostaram da afirmação e por conta disso, muitas pessoas estão questionando-o acerca desse fato.

O fiel Eduardo pareceu não gostar da afirmação: “Acredito que a IURD possa começar a se dividir a partir deste ano, como algumas grandes igrejas já estão divididas por divergência de ideias. Sou da IURD a 13 anos e sei que muitos Bispos e Pastores são contra o aborto e contra o consumo de bebidas alcoólicas, aprendi com o Pr Alexandre Mendes que não deveria beber álcool para dar bom exemplo como Cristão, achei que este era o espírito da igreja. Se a moda pega, daqui um pouco vai subir Bispo no altar dizendo que fuma, mas a consciência dele está tranquila, que fuma só de vez em quando.”

Já a fiel da Universal Luciana Fernandes estranhou a afirmação: “Tenho 13 anos de IURD, vivi em uma época aonde tudo era pecado. Obreira foi para o banco, porque foi assistir filme no cinema no dia de Santa Ceia, a outra só porque dançou na festa da famíla foi julgada, obreira que andava de calça capri na minha época era vista com maus olhos”. Recentemente a denominação criada por Edir Macedo vem gerando polêmicas com suas atitudes. Atualmente a Igreja Universal possui um partido político (PRB), é a favor do aborto e agora se mostra a favor de bebidas alcoólicas, a igreja também apoia o PT que é a favor da legalização do casamento gay e da PLC 122. Todas essas novas permissões surgiram através de afirmações do líder e fundador da denominação, o Bispo Edir Macedo.

A polêmica sobre o acontecimento diz respeito ao fato da Universal sempre ter se posicionado contra à ingestão de bebidas alcoólicas. A simples ingestão de cerveja com moderação já era visto como algo negativo e que poderia abrir caminho para coisas piores, o chamado “legalismo”. Em vários programas exibidos pela denominação o alcoolismo sempre foi visto com um grande problema e, segundo a própria IURD, ligado a demônio chamado “Zé Pilintra” que é constantemente expulso do corpo de fiéis que frequentam a famosa Sessão do Descarrego nos templos da denominação.

Embora a afirmação seja recente, a anos Edir Macedo já havia assumido a bebida como algo do dia a dia. Em sua biografia o Bispo afirma beber cálices de vinho algumas vezes ao dia. Em 2009 o Bispo aceitou R$2,6 milhões para a Record realizar uma cobertura especial do carnaval carioca diretamente do camarote de uma famosa marca de cerveja. Na ocasião a jornalista Maria Cândido da Record vestia uma camiseta da cerveja e entrevistava os famosos que estavam no camarote perguntando “por que o camarote da Brahma é o número 1?”

O bispo afirmou não sentir a consciência pesada em relação à afirmação e continuou a falar em seu blog sobre o tema religião e fé. Segundo escreveu Alexandre no blog Cristão da Universal é possível que a revista Veja faça menção às palavras de Edir Macedo.

Procurado pelo Gospel+ muitos fiéis, pastores e obreiros não quiseram ou não puderam falar para a reportagem sobre a afirmação do Bispo durante o culto. A grande maioria dos blogueiros que sempre comentavam as pregações de Edir Macedo ignoraram a afirmação ou apagaram seus textos sobre o assunto. Em blogs e comunidades que sempre acompanham e gravam as pregações do líder da Universal, os arquivos de áudio estão sendo apagados sumariamente. Não se sabe se é uma ordem vinda da Igreja Universal. A pregação original foi disponibilizada pela própria IURD no site oficial da denominação, mas também foi apagada após o surgimento da polêmica.

O Gospel+ conseguiu em áudio a integra de todo o “Santo Culto” onde o Bispo Edir Macedo afirma beber cerveja. Ouça abaixo:

Pregação do Bispo Edir Macedo falando que bebe cerveja


Unesco aprova o Kit Gay para crianças brasileiras


A Organização das Nações Unidas para a Educação Ciência e Cultura (UNESCO) no Brasil, Vincent Defourny, aprovou material do projeto Escola sem Homofobia que levará a 6 mil escolas públicas materiais para professores e alunos contra a discriminação aos LGBTs.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Um ofício foi enviado esta semana à Associação Brasileira de gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT), informando que concebeu o material como uma ferramenta para “incentivar, desencadear e alimentar processos de formação continuada de profissionais de educação.”

“Estamos certos de que este material contribuirá para a redução do estigma e discriminação, bem como para promover uma escola mais equânime e de qualidade. Parabenizamos a ABGLT, o Ministério da Educação e as instituições envolvidas pela iniciativa,” reconheceu Defourny no documento.

Há duas semanas o parecer técnico do Conselho Federal de Psicologia foi favorável, alegando que o kit tem importância no enfrentamento do bullying homofóbico.

O ofício da UNESCO também afirma que “Os materiais do Projeto Escola Sem Homofobia estão adequados às faixas etárias e de desenvolvimento afetivo-cognitivo a que se destinam, de acordo com a Orientação Técnica Internacional sobre Educação em Sexualidade, publicada pela UNESCO em 2010.”

O material foi apresentado à Câmara dos Deputados Comissão de Legislação Participativa, em dezembro do ano passado. Eles consistem em livros e DVDs contendo informações sobre o universo de jovens gays.

O projeto provocou e vem provocando a ira dos evangélicos e a Frente Evangélica que esteve se mobilizando para parar a distribuição do material, conhecido como “Kit gay ‘no Legislativo e Executivo. A mobilização da frente do governo de Dilma começou com o anúncio da distribuição de kits.

Os evnagélicos lançaram ainda uma petição chamada “Somos contra o maior escândalo no país, o Kit Gay” que circula para impedir a distribuição do material nas escolas.

O presidente da Frente Parlamentar Evangélica, João Campos (PSDB-GO), disse que a intenção dos evangélicos “é para evitar material considerado ofensivo a serem levadas para cerca de 6.000 escolas que deverão receber o material.

Há duas semanas, o deputado federal Eduardo Cunha expressou suas preocupações ao The Christian Post dizendo que isso seria uma “suposta apologia à homossexualidade” por parte do governo.

“Todos tem o direito à livre opção sexual e ao livre exercício dessa opção. O que não pode é confundir essa livre opção com o estímulo à opção sexual, ou seja, o de criar condições mentais, através da educação, de que é normal a homossexualidade,” disse o deputado.

Famoso pastor, escritor e televangelista Benny Hinn é processado devido a suposto envolvimento extraconjugal

O carismático televangelista Benny Hinn, que negou envolvimento romântico com Paula White, após um artigo publicado por um tablóide no ano passado, está sendo processado por 250.000 dólares por sua editora por violar uma cláusula de moralidade de seu contrato.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Hinn quebrou os termos do acordo com Strang Communications Co., quando se envolveu em uma “relação inapropriada” com White, a editora de Lake Mary arfumenta em uma ação ajuizada terça-feira.

Strang deu a Hinn um um adiantamento de 300.000 dólares para o seu primeiro livro, “Blood in the Sand”, há três anos. Hinn teria para escrever três livros para a editora, de acordo com o ação.

Arquivado em “Contrato/endividamento”, a denúncia é de que Hinn admitiu “sua relação inapropriada” com White em agosto e que ele deixou de cumprir o acordo com a Strang.

Um advogado da Strang também alega em carta anexada ao processo que Hinn também cumpriu uma cláusula contratual que o obrigava a ajudar a divulgar do livro. A carta dizia que ele era um “no-show” em aparições na mídia, inclusive o programa da Christian Broadcasting Network, “The 700 Club”.

No verão passado, o The National Enquirer publicou fotos que mostram o casal de pregadores de TV entrando e saindo de um hotel em Roma, de mãos dadas.

Na sequência da publicação do artigo, os dois emitiram declarações negando qualquer irregularidade.

Hinn rejeitou fortemente a alegação do artigo que ele tinha um caso com White, dizendo em um comunicado em seu site que havia apenas uma “amizade” e “nenhuma imoralidade” entre os dois. Ele também alegou de forma a ridicularizar que a afirmação de que ele e White secretamente ficaram juntos em um hotel era “absolutamente falsa”.

O televangelista disse que White, duas vezes divorciada, havia sido um “encorajamento” para ele e ” compartilhara conselhos úteis” depois que sua esposa, Suzanne, pediu o divórcio em janeiro passado.

“Eu não vou negar que a amizade se fortaleceu, e, permaneceu moralmente pura em todos os momentos, emquanto eu tenho desfrutado da companhia de alguém que também passou pelo trauma de um divórcio doloroso e público”, afirmou.

“Eu vigorosamente, categoricamente, e absolutamente nego as mentiras que foram distribuídos sobre mim e quero esclarecer as coisas. Não há nada de inadequado ou moralmente inadequadas sobre minha amizade com Paula White. Não houve qualquer imoralidade! ”

Em sua própria declaração, White, que conhece Hinn mais de 20 anos, chamou as afirmações do tablóide “categoricamente falsas”.

“Nós nunca ficamos sozinhos e estavamos na companhia constante de staff e outros companheiros”, afirmou. “Meu relacionamento com o Pastor Benny é genuíno e puro e não devem ser imaginado fora deste contexto.”

White, pastora da Igreja Internacional Without Walls, na Flórida, também enfatizou que ela iria responsabilizar aqueles que tentavam “frustrar” o seu chamado para pregar o evangelho de Jesus Cristo ao redor do mundo.

Ambos haviam concordado em “não ter mais nenhuma relação social” até que o divórcio de Hinn seja finalizado.

Hinn é legalmente divorciado de Suzanne, de acordo com o estado civil listados em seu processo de divórcio na Corte Superior do Condado de Orange da Califórnia.

Hinn e White estão entre os seis tele-evangelistas cujas despesas e situação de negócios sem fins lucrativos foram investigados pelo senador Charles Grassley início em 2007.

No mês passado, Grassley concluiu sua investigação de três anos e informou que os Ministérios “Joyce Meyer Ministries” e “Benny Hinn Healing Center Church”, foram os únicos ministérios que cooperaram plenamente com a investigação e até mesmo implementaram reformas financeiras.

Justiça condena associação da Igreja Assembleia de Deus a devolver R$100 mil aos cofres públicos

Por unanimidade, o TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Paraná determinou que a AEADEPAR (Associação Educacional das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus do Paraná) devolva R$ 100 mil aos cofres públicos. Cabe recurso.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A entidade recebeu em 2006 o dinheiro do governo estadual para melhorar o atendimento clínico-psicológico gratuito à comunidade por intermédio do aperfeiçoamento de seus profissionais. Mas a maior parte dos recursos foi aplicada na reforma de um imóvel em Curitiba onde estava instalado um centro particular de atendimento clínico-psicológico.

De acordo com o TCE, a associação tinha informado que investiu o dinheiro na reforma e compra de imóveis e equipamentos para a Facel (Faculdade de Administração, Ciências, Educação e Letras), escola da qual é mantenedora. A associação terá também de pagar multa por ter enganado o governo.

A associação informou não ter sido notificada pelo TCE e que, caso confirmada a decisão, vai recorrer porque “cumpriu todos os requisitos legais” no uso do dinheiro. Ressaltou estar pautada por “princípios cristãos”.

O TCE pediu ao Tribunal Regional Eleitoral que os nomes de José Polini e José Alves da Silva – responsáveis pela associação na época – sejam incluídos na lista de gestores de contas fraudadas. Assim, eles não poderão concorrer a nenhum cargo eletivo.

Lady Gaga, Snoop Dogg, Christina Aguilera e outros astros seculares acreditam terem sido enviados por Deus

Neil Strauss é um famoso escritor norte-americano conhecido por seus textos publicados e republicados em diversas partes do mundo. Strauss já possui em seu currículo 7 best-sellers escritos. Além de autor, Neil é colunista do famoso jornal Wall Street Journal e em um de seus mais recentes artigos, intitulado “Carreira com propósitos: Astros pop acreditam serem escolhidos de Deus”, falou sobre a proximidade e crenças sobre Deus de alguns dos mais famosos astros da música e esporte em todo o mundo. Confira abaixo na integra:Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Por que tantas estrelas da música pensam que sua carreira é parte de um plano divino?

Certa noite, no verão passado, Lady Gaga sentou ao meu lado em um ônibus de turismo na Inglaterra. Ela ainda estava coberta com o sangue falso que usara na apresentação daquela noite. Ela me disse que chorou histericamente antes de um show recente, pois teve um sonho em que o diabo estava tentando levá-la. Então me relatou, com certo temor, que o espírito de sua tia falecida estava literalmente dentro do corpo dela. E mais, Gaga comentou que havia comido um coração bovino para enfrentar o medo da cirurgia de coração que seu pai faria poucos dias depois.

Se um desconhecido tivesse sentado ao meu lado no metrô e me dito tudo isso, eu teria mudado de lugar na hora. Mas ela é uma das mulheres mais famosas do mundo. ”É difícil lidar com tudo isso”, disse Lady Gaga, falando sobre seu sucesso e explicando que existe “uma força maior que está cuidando de mim.”

Corta para… a sala da casa do rapper Snoop Dogg, na região de Los Angeles. Enquanto ele fuma um baseado, explica seu retorno aos palcos depois de deixar a gravadora Death Row. ”Deus fez tudo acontecer”, disse ele. ”Ele me colocou nessa situação com a Death Row, e ele me tirou dela.”

Corta para… um quarto de hotel, onde Christina Aguilera está se enchendo de fast food enquanto fala sobre o seu sucesso. ”Tudo isso não fui eu que fiz”, desabafa. ”É algo que tem um propósito maior.” Durante outra entrevista, a mãe de Cristina explica que o destino da filha era a fama: “Acreditamos que houve alguma intervenção divina. Desde o início, percebi que Deus tem planos para ela.”

Quando os vencedores do Grammy deste ano receberem seus prêmios, Deus provavelmente será agradecido e elogiado muitas vezes. É uma antiga tradição do showbiz. Pode ser vista claramente no Oscar, no Emmy e até mesmo no AVN Awards, que premia filmes adultos. Antes de eu começar a entrevistar muitos dos vencedores destes prêmios importantes, duas décadas atrás, achava que era um sinal de humildade e gratidão (ou, no mínimo, uma mania deles). Mas a verdade é mais interessante do que isso.

Antes de alcançarem o sucesso, muitos dos maiores astros da música pop realmente acreditavam que Deus queria que eles fossem famosos. Este era o propósito divino para eles, como era parte de seu plano que o resto de nós fosse desconhecido. Por outro lado, já entrevistei muitos músicos igualmente talentosos, mas não tão famosos. Estes entendiam que seu sucesso foi algo acidental ou imerecido – e, de fato, logo depois sumiram dos holofotes.

Enquanto reunia e analisava todas essas entrevistas para o meu novo livro, cheguei a uma conclusão surpreendente: acreditar que Deus deseja que você seja famoso aumenta suas chances de obter sucesso. Claro que do ponto de vista da teologia tradicional, ou mesmo na visão calvinista da predestinação, Deus está muito mais preocupado com o destino da alma de uma pessoa do que com o seu sucesso. Além disso, nosso destino sempre é desconhecido. Então, o que ajuda essas estrelas não é tanto a religião mas, sim, uma crença. Especificamente, a crença de que Deus favoreceu o sucesso pessoal e temporal deles, e não quis o mesmo para quase todos os outros habitantes do planeta.

No início do mês, Aaron Rodgers, capitão do Green Bay Packers, foi entrevistado antes do último jogo do campeonato de futebol americano – o Super Bowl. Seu time venceu e ele foi eleito o melhor jogador em campo. Naquela oportunidade, ele explicou: “Deus sempre tem um plano para nós”. Da mesma forma, Santonio Holmes, ex-jogador do Pittsburgh Steelers, declarou que suas recepções durante a vitória que fez dele o melhor jogador em campo, na final de 2009 foi fruto “da vontade de Deus.” E no Super Bowl de 2008, David Tyree, do New York Giants falando sobre a vitória de sua equipe, declarou: “Parece que era o nosso destino… Sabia que Deus faria o que me disse que iria fazer”.

Vamos chamar isso de teísmo competitivo, uma espiritualidade individualista, que pode fazer parte de qualquer religião e nada tem a ver com a moralidade de cada um. Esta lacuna na fé convencional que tenho percebido nas entrevistas que fiz, muitas vezes é o que separa os famosos dos que são absurdamente famosos. É algo que pode fazer a diferença entre alcançar o que é possível e realizar o que parece impossível.

Embora os cientistas, até onde sei, ainda não começaram a estudar a relação da fé com o estrelato, eles já estudam os dependentes químicos, os transplantados e as vítimas de desastres naturais. Eles já descobriram que buscar ativamente a intervenção divina aumenta as chances de sobrevivência das pessoas.

Isso não quer dizer que todo mundo que ocupa o topo das paradas de sucesso acredita na vontade de Deus. Há exceções, mas são menos do que você pensa. Astros da música pop contemporânea raramente se declararam ateus. Na verdade, as estrelas mais condenadas por grupos religiosos muitas vezes são os crentes mais fervorosos – desde Elvis Presley (que estava lendo um livro sobre Jesus quando morreu no banheiro) até Lady Gaga (cujo novo sucesso, “Born This Way”, declara que “não importa se gay, hétero ou bi, somos todos parte do plano de Deus).

Até mesmo Eminem, que concorreu a 10 Grammys este ano, compartilha desse senso de missão divina: “Deus me enviou para detonar com o mundo”, ele canta em “My Name Is”, sua primeira música de sucesso. Em um artigo que escreveu para a revista Vibe, ele disse: “Acredito em Deus e faço minhas orações… Deus é o meu poder maior, sempre foi”.

Isso não prova que existe um Deus guiando o destino dessas estrelas. No entanto, parece mostrar que confiança inabalável e um forte senso de propósito são bons indicadores de sucesso. Olhe para Justin Bieber, que lançou uma música dois meses atrás chamada “Pray” [Ore] e parecia intocável quando foi vaiado recentemente por torcedores em um jogo de basquete do New York Knicks. Ou considere o escárnio despejado sobre Cristina Aguilera por ela ter se atrapalhado ao cantar o hino nacional americano no Super Bowl. Se uma cantora desconhecido tivesse cometido o mesmo erro, a maioria das pessoas apenas sentiria pena dela.

Quanto mais bem-sucedido você se tornar, mais rápidas, mais altas e mais fortes serão as críticas. Para alguém conseguir lidar com a carga psicológica de ser famoso e os ataques que a acompanham, ajuda muito ser “casca-grossa”. E ajuda muito mais acreditar que você faz parte de uma missão divina e sentir que, mesmo quando todos parecem estar contra, Deus está do seu lado. A maioria das estrelas que tem uma ponta de dúvida sobre desejarem ser o centro das atenções não resiste à pressão constante. Temendo a crítica ou o fracasso, eles optam por não correr riscos e assim acabam desperdiçando as oportunidades.

P. Diddy, o magnata do hip-hop, por exemplo, tem entrado e saído das salas de audiência ao longo dos últimos anos. Já enfrentou acusações por agressão, posse de arma e suborno, mas sempre consegue voltar, mudando seu nome e iniciando uma nova carreira. Quando eperguntei se ele já sentiu medo, sua resposta foi: “Minha fé está em Deus. Tipo, olha que eu estou andando. Veja quem realmente é a minha turma. Minha turma é Deus. Fala sério! Não, eu não tenho medo”.

Os mansos realmente devem herdar a Terra. Mas até lá, as estrelas que são presunçosas o suficiente para se verem como escolhidos de Deus, provavelmente continuarão dominando as paradas, as premiações e os campeonatos esportivos. O talento conta muito, mas também é importante essa força motivadora da sensação de escolha divina.

Hollywood prepara versão apocalíptica da História de Noé com enfoque no meio-ambiente

O diretor Darren Aronofsky ficou conhecido por trabalhos como Réquiem para um Sonho, O Lutador e Cisne Negro (que concorre ao Oscar este ano). Seu próximo projeto deve ser o segundo filme do super-herói Wolverine. Porém, em um anúncio recente ele afirmou que fará um filme baseado na história bíblica da Arca de Noé.Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Para testar a viabilidade de sua ideia, ele antes lançará o projeto em forma de história em quadrinhos. O roteiro de “Noé” é baseado em um poema que Aronofsky escreveu aos 13 anos, quando estudava em uma escola de Nova York , e que lhe deu o primeiro lugar em um importante concurso promovido pelas Nações Unidas. Mas não se trata de uma versão convencional, pois descreve um Noé vivendo no final dos tempos.

Alguns anos atrás Aronofsky deu uma entrevista ao The Guardian, explicando:

“ Noé foi o primeiro ambientalista… a primeira pessoa a plantar uma vinha, beber vinho e ficar bêbado. Isso está na Bíblia. Foi uma das primeiras coisas que ele fez quando chegou à terra seca. Há uma certa culpa pela sobrevivência sendo mostrada. Noé é um personagem complicado, sombrio…

As coisas ruins que fazemos uns aos outros estão bem relatadas nos jornais. Claramente nosso planeta está morrendo, e estamos morrendo com ele…

É sobre o final do mundo e o segundo navio mais famoso da história – o primeiro é o Titanic. Acredito que essa é a hora certa para filmar. O apocalipse do clima, para mim, é o grande tema do momento, veja o que está acontecendo no planeta.”

O artista escolhido para ilustrar a revista foi o canadense Nico Henrichon (de “Os Leões de Bagdá“). Essa não é a primeira aventura do diretor no mundo dos quadrinhos. Ele já escreveu o roteiro de “The Fountain”, que depois virou filme.

Aronofsky já tentou produzir essa versão apocalíptica do herói bíblico antes, mas sem sucesso. Hoje, com a carreira em ascensão, acredita que não terá dificuldades para conseguir dinheiro para o filme. Além disso, trata-se de uma história bastante conhecida. “Noé” deve ser lançado em 2012, mas não há previsão quando o filme será rodado. Veja algumas imagens da revista em quadrinhos já divulgadas: