Ads 468x60px

domingo, 31 de outubro de 2010

Vítimas de abusos cometidos por padres vão protestar no Vaticano


Apesar da falta de autorização policial, vítimas de abuso cometidos por padres católicos tentarão fazer uma passeata no vaticano neste domingo. O objetivo é exigir que a Igreja proteja as crianças e puna os responsáveis. Os manifestantes se reunirão no Castelo de Santo Ângelo, no Rio Tibre, e pretendem fazer uma passeata à luz de velas até o Vaticano. A polícia italiana negou permissão para a última parte do protesto, mas os organizadores dizem que o farão de qualquer forma. Eles esperam a adesão de centenas de vítimas e apoiadores da causa.

Em coletiva de imprensa realizada na última sexta-feira (29), Bernie McDaid (na foto, à esq) e Gary Bergeron (à dir.), disseram ter iniciado uma petição para que a Organização das Nações Unidas (ONU) considere a pedofilia um crime contra a humanidade. McdDaid e Bergeron são fundadores do site www.survivorsvoice.org, que reúne vítimas de abusos.

Há dois anos McDaid se tornou uma das primeiras vítimas de abuso a se encontrar com o papa Bento 16, em Washington. Na coletiva ele defendeu que faz parte de um grupo de “pessoas feridas e que agora estão dispostas a falar sobre isso”.

McDaid, de 54 anos, e Bergeron, de 47, foram abusados pelo mesmo padre quando eram crianças, em diferentes cidades da região de Boston. Os atos ocorreram na década de 1960. Eles eram coroinhas e, apesar de o padre ter sido denunciado em 1962, acabou sendo recolocado em várias paróquias e nunca foi punido. Os dois se conheceram quando os abusos sexuais envolvendo padres católicos chegaram aos Estados Unidos, em 2002.

Neste ano, um novo capítulo veio à tona, quando vítimas de outros países, incluindo Irlanda, Áustria, Itália e a Alemanha, terra onde nasceu Bento 16, contaram suas histórias. Bispos em várias nações europeias renunciaram ao sacerdócio por terem sido revelados como pedófilos ou pela conivência com casos de abuso.

Bergeron e McDaid liderarão dois dias de atividades em Roma ao lado de vítimas de abuso de 12 países, com final programado para domingo, que eles intitularam o Dia da Reforma, o aniversário do dia, em 1957, quando Martinho Lutero iniciou a reforma protestante.

As eleições brasileiras têm um grande ganhador: os evangélicos, diz Wall Street Journal


O jornal “The Wall Street Journal Americas”, uma versão do diário nova-iorquino voltada para a América Latina, debruçou-se sobre pesquisas eleitorais e constatou que “as eleições brasileiras já têm um vencedor: os evangélicos”.

Segundo a reportagem, publicada em espanhol, dados de levantamento Datafolha mostram que, “no dia da eleição [no primeiro turno], cerca de um milhão de eleitores abandonaram Dilma Rousseff (PT) por razões religiosas”. Ainda, outros três milhões citaram como motivo da mudança do voto acusações de corrupções envolvendo Erenice Guerra, ex-ministra da Casa Civil, sucessor da petista no cargo.

O jornal reconhece que “muitos eleitores evangélicos, que normalmente provêm da classe operária, apoiam Dilma por motivos econômicos. Confiam em seu esquerdista Partido dos Trabalhadores por prover serviços em suas regiões há muito tempo descuidadas”.

No entanto, na medida em que as propostas de Dilma e José Serra (PSDB) para as áreas econômica e social se apresentam de forma similar, na opinião da reportagem, os eleitores passaram a se preocupar com possíveis diferenças apresentadas em relação temas de caráter moral, como o aborto e a união de homossexuais.

Outro ponto a fato dos evangélicos é o aumento do número de representantes no Congresso. “Este ano foi um ponto de inflexão: candidatos que se definem como protestantes ganharam 50% mais cadeiras, 71 de quase 600 em disputa”.

Aborto

É verdade que muitos evangélicos se posicionaram contra Dilma depois que os assuntos aborto e união entre homossexuais entrou na agenda eleitoral. Mas há outros três fatos que o “Wall Street Journal Americas” não cita.

Primeiro, o de que expoentes da Igreja Católica também criticaram a candidata petista, direta ou indiretamente. D. Luiz Gonzaga Bergonzini, bispo diocesano de Guarulhos (SP), disse que o PT é “o partido da morte” porque, segundo ele, “aceita o aborto até o nono mês de gravidez”. A Polícia Federal chegou a confiscar, por ordem do Tribunal Superior eleitoral, 1 milhão de folhetos ligados a essa questão, acolhendo ação do PT.

Dias depois, o Papa Bento XVI “entra na campanha no Brasil”, como disse o “Jornal da Tarde“. O pontífice divulgou carta na qual orienta bispos brasileiros a pregarem contra candidatos que são a favor do aborto.

O segundo fato não citado pelo “Journal” é o de que a discussão sobre aborto atingiu não somente Dilma, mas também Serra. A jornalista Mônica Bergamo publicou na “Folha de S.Paulo” reportagem em que ex-alunas de Mônica Serra, mulher do tucano, afirmam que a tutora contou, em aula, ter feito aborto quando vivia no Chile. A campanha do candidato nega.

Outro fato que o “Journal” ignora é o de que, mesmo entre evangélicos, há divergências eom relação a apoiar ou não Dilma por causa da questão do aborto. O bispo Edir Macedo, por exemplo, distribuiu exemplares do jornal “Folha Universal”, da Igreja Universal do Reino de Deus, com reportagens defendendo Dilma e atacando a Igreja Católica e Serra, acusando a campanha tucana de radicalizar a discussão religiosa para angariar votos.

Igreja Universal na Argentina


Argentina está localizada entre a Cordilheira dos Andes, o oceano Atlântico sul e o continente antártico. Sua geografia é muito variada, sendo possível encontrar planícies, serranias e montanhas. O país conta com a segunda maior economia da América do Sul e tem como capital, Bueno Aires, uma cidade fascinante e rica em contrastes, aberta à arquitetura, cultura e à arte de todo mundo. Além disso, o território argentino é muito procurado por turistas, por causa dos diversos atrativos, como por exemplo, museus, galerias de arte, teatros, parques, restaurantes típicos e cozinha internacional, além do encanto do Tango.

Em contrapartida, recentemente uma pesquisa do Governo mostrou que a economia do país está sofrendo mudanças, a população das favelas de Buenos Aires cresceu 25% nos últimos dois anos. De acordo com os dados há 1,4 mil moradores de rua na capital e em todo o país já somam 20 mil.

De acordo com o pastor Marcelo Moraes, responsável pelo trabalho evangelístico no país, quando a Igreja Universal do Reino de Deus chegou à Argentina, em 1989, encontrou pessoas sofrendo por causa da imigração irregular, conflitos familiares, doenças, vícios e problemas financeiros. Mas, com um trabalho forte de evangelização, por meio de jornais; programas de rádio e de tevê; internet; e visitas às residências, a Igreja alcançou grande parte dessa população sofrida e, atualmente, conta com um templo localizado em Bueno Aires com capacidade para 3 mil pessoas, 8 catedrais, e 161 núcleos espalhados pelo país. “O povo argentino encontrou na Palavra de Deus a paz e a força para vencer os problemas e seguir adiante, crendo nelas e em Deus”, comenta o pastor.

Palavra que chegou até Griselda Sofia. Ela conta que era infeliz, triste, vivia um casamento de aparências e de sonhos não concretizados. Conheceu a Iigreja, participou das reuniões e a vida dela mudou por completo. “Hoje, tenho uma nova vida, minha família foi restaurada”, conta feliz.

O engenheiro, Daniel Carreras, 40 anos, também sofria com problemas no casamento, além disso, não conseguia emprego na área profissional que queria e chegou a passar por dificuldades financeiras. “Com 40 anos não tinha uma vida realizada. Eu era deprimido, estava com a minha auto-estima no chão. Por causa disso, procurei ajuda em muitos lugares, mas não era feliz”. Ao chegar à Igreja Universal sentia que estava no lugar certo. “Eu perseverei e as portas foram abertas. Hoje tenho uma vida abençoada em todos os sentidos”, conclui.

Ação Social

Além do apoio espiritual, a Igreja também se preocupa em levar amor ao próximo por meio de atos solidários promovidos pelo grupo chamado “Ação Social”. Voluntários visitam pessoas carentes, lares de idosos e comunidades com o objetivo de distribuir donativos. O grupo também promove campanhas de conscientização contra as drogas e de estimulo à doação de sangue.

Recentemente, na província de Córdoba, integrantes do “Ação Social” (foto ao lado) visitaram o Hospital infantil da região para levar alegria para os pequenos. Eles se fantasiaram de palhaços, brincaram e cantaram todos juntos. No final da visita, eles realizaram oração pela saúde de todas as crianças.

Outro ato recente do grupo foi na cidade de Bariloche, que faz parte da província de Rio Negro, onde famílias afetadas pelas geadas que castigam os moradores todos os anos receberam dos voluntários da Igreja Universal agasalhos e alimentos específicos para consumo em temperaturas baixas.

Para o pastor Marcelo, as ações representam um ato de amor e carinho pelo próximo que proporcionam conforto físico e espiritual. “Nós levamos uma palavra de ânimo para os necessitados e mostramos a eles que pela fé na Palavra de Deus é possível alcançar o milagre tão desejado”, finaliza.

Evangélicos criam “central anti-boatos” para Dilma Rousseff


A candidata à Presidência Dilma Roussef tem conseguido ampliar sua influência entre os evangélicos. Este grupo tem sido apontado justamente como alvo de uma campanha de boatos na internet, que teria como objetivo atribuir a Dilma falsas declarações sobre apoio à legalização do aborto e ao casamento entre homossexuais, entre outros.

O contra-ataque atende pelo nome de Comitê Nacional de Inteligência Pró-Dilma (CNIPD), cuja função é neutralizar e-mails apócrifos disparados indiscriminadamente na internet. Até domingo, o Comitê pretende enviar mais de 5 milhões de e-mails diários para evangélicos, apontando fatos e declarações da ex-ministra que evidenciem seus valores éticos, morais, familiares e cristãos.

Deputado eleito por São Paulo, o pastor Marco Feliciano é uma das lideranças à frente da defesa da candidata no meio evangélico. “Estive com Dilma e posso garantir que ela tem mais afinidades com os evangélicos, com pontos de vista em comum, do que José Serra”, afirma, comparando-a com o candidato do PSDB.

Os 35 milhões de evangélicos brasileiros são apontados como um grupo que pode definir a eleição. É por conta da pressão exercida por eles que pontos até então relegados ao descaso no debate político, como aborto, descriminalização de drogas e adoção de crianças por homossexuais, por exemplo, entraram pauta do dia.

A campanha promovida pelo Comitê, porém, visa atingir um grupo ainda mais amplo de pessoas: os indecisos e os eleitores que admitem poder mudar sua opção por um candidato. Feliciano acredita que os evangélicos tendem a seguir orientações de seus líderes, assim como outros grupos religiosos.

“Creio que haverá uma conscientização por parte dos irmãos de que Dilma irá defender os valores cristãos e familiares como presidente”, explica Marco Feliciano, segundo evangélico mais votado no país. O Comitê irá reforçar a ideia de que Dilma manterá os preceitos constitucionais de liberdade de culto, um dos maiores temores dos protestantes.

Magno Malta, em março: cuidado com Dilma. Em outubro: apóio a Dilma


Matéria divulgada pelo site Vermelho informa: “Magno Malta lidera ato de evangélicos em apoio à Ana Júlia. Cerca de mil lideranças evangélicas receberam nesta noite (26/10), no auditório da Associação Nipo Brasileira, em Belém, o senador evangélico reeleito Magno Malta (PR-ES)… Aplaudido pela comunidade evangélica que foi levar seu apoio às candidaturas de Ana Júlia e Dilma Rousseff, Malta disse que o povo evangélico não pode aceitar as injustiças e calúnias que estão sendo levantadas sobre a candidata Dilma Roussef à presidência da República”. Ao ler esse texto, não pude deixar de ficar espantado com a mudança de opinião do senador.

Em prolixo discurso público (e tom enfático, como de costume), durante visita de cortesia ao encontro de prefeitos do Partido Social Cristão (PSC) em março deste ano, em Brasília, a opinião do senador era bem diferente. Ele disse: “há um processo de destruição da família em andamento e que vai se intensificar após a eleição”. A seguir, citou uma resolução do PT relacionada à candidatura Dilma (partido e candidatura que recebem agora seu apoio) que teria cinco pontos, entre elas a legalização da união de homossexuais. Após também criticar o outro lado da disputa presidencial mencionando o fato de Fernando Henrique Cardoso defender a legalização das drogas, voltou ao PT para falar sobre o governo: “ninguém merece um país que tem um ministro que vai às ruas defender a legalização das drogas”, provável referência ao então ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc.

Ainda no discurso aos membros do PSC em março em Brasília, Malta declarou que Serra e Dilma precisam explicitar suas propostas relacionadas à família no seu programa de governo: “eles têm que explicar se (legalização das drogas) está no programa de governo. Tenho 30 anos que tiro drogados das ruas. Eles não conhecem a dor das mães que têm um filho viciado. A família é a base de tudo”. Falou dos vários Projetos de Lei na Câmara contrários aos valores familiares e repetiu ser “um momento difícil que vamos enfrentar após o período eleitoral”.

Pelo apoio manifestado a Dilma e ao PT nas últimas semanas, parece que esta preocupação não existe mais.

Em “Vigília da Última Chance” IURD batiza mais de 2 mil jovens


O grupo Força Jovem Brasil do Rio de Janeiro, realizou, no último dia 08, a “Vigília da Última Chance”, na Catedral da Fé de Del Castilho, onde 16 mil jovens se reuniram para buscar a presença de Deus.

Durante a concentração de fé, o responsável pela evangelização com os jovens cariocas, pastor André Souza, determinou a libertação dos oprimidos e ensinou aos jovens, à luz da Bíblia, como viver em obediência à Palavra de Deus. “Hoje vamos unir o seu desejo com o desejo de Deus. Conte para Ele o que você está passando, porque, com certeza, Ele vai te libertar de todo sofrimento”, determinou o pastor.

Após as orientações e orações, integrantes da Companhia de Teatro Força Jovem apresentaram a peça “Simplesmente te amo”, que abordou o sacrifício feito pelo Senhor Jesus em prol do ser humano.

Ao terminar a apresentação da peça, os jovens que se sentiram tocados pela mensagem de arrependimento foram convidados pelo pastor André a se batizarem nas águas. Mais de 2 mil jovens atenderam ao apelo e desceram às águas, assumindo um compromisso de servir ao Senhor Jesus. A estudante, Caroline Cilene de Jesus, de 18 anos, disse ter se emocionado ao ver tanta gente se batizando: “Estou no Força Jovem há 4 anos e quando vi os jovens indo em direção ao altar, atendendo ao apelo da Salvação, fiquei muito feliz e emocionada, pois sei que muitos tiveram, naquela madrugada, a vida transformada pelo poder de Deus, assim como, um dia, eu também tive.”

Para quem vive no Rio e não pôde participar desse grande encontro, terá a oportunidade de desfrutar de uma noite na presença de Deus na próxima “Vigília dos Sonhos”, que também será promovida pelo Força Jovem. Para o pastor, as vigílias proporcionam salvação e esperança para cada participante. “Nós temos a certeza que o Força Jovem do Rio de Janeiro cumpriu mais uma grande missão, a de salvar milhares de jovens, levando-os à Salvação. Lembrando que mais novidades vem por aí: em Novembro, a Vigília dos Sonhos, participe conosco”, convida.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Documento é firmado no final do III Congresso de Lausanne


O resultado concreto do III Congresso de Lausanne é o “Compromisso da Cidade do Cabo”. O documento é uma declaração final do Movimento Lausanne a partir do congresso. Ele divide-se em duas partes. A primeira é uma declaração de fé, e a segunda um chamado para a ação.

Intitulado “para o Senhor que amamos: o nosso compromisso de fé”, a primeira parte do documento – com versão ainda provisória – enfatiza o verbo amar e é dividida em uma introdução e dez seções. Todos os participantes do evento receberam cópias do texto em sua própria língua. O trecho a seguir revela o tom do documento:

“Esta declaração foi firmada na linguagem do amor. O amor é a linguagem da aliança. As alianças bíblicas, antigas e novas, são expressão do amor redentor de Deus e da graça que alcança a humanidade perdida e a criação deteriorada. Em troca, elas pedem o nosso amor. O nosso amor se manifesta através da confiança, obediência e do compromisso apaixonado com a aliança do Senhor. O Pacto de Lausanne definiu a evangelização desta forma ‘toda a igreja levando todo o Evangelho para todo o mundo’. Esta continua sendo nossa paixão.”

A segunda parte ainda não foi elaborada. Para isso, há um grupo de trabalho de oito pessoas (entre elas, dois brasileiros: Valdir Steuernagel e Rosalee Veloso). Eles vão trabalhar na redação do documento, que deve ter sua primeira versão em novembro deste ano.

Força Jovem da Igreja Universal promove campanha de doação de sangue


O Projeto Se Liga 16, do grupo Força Jovem Brasil da cidade de Guarulhos, em São Paulo, em parceria com a Associação de Medula Óssea (AME) realizou uma campanha de cadastramento de doadores de medula óssea no último dia 23.

A promoção proporcionou aos participantes palestras sobre a doação, permitindo que muitos tirassem suas dúvidas a respeito do tema. Ao todo, 1.420 cadastramentos foram feitos, num total de 2,7 mil pessoas presentes.

Esta iniciativa da Igreja Universal do Reino de Deus foi promovida com a finalidade de salvar a vida de uma jovem, integrante do grupo Força Jovem Brasil, que necessita de transplante.

A medula óssea é um tecido líquido e gelatinoso presente no interior dos ossos. Ela também é conhecida como ‘tutano’. Neste tecido são produzidos os componentes do sangue como as hemácias, os leucócitos e as plaquetas. Por isso, quando o paciente tem suas células sanguíneas afetadas, como alguns tipos de leucemia, por exemplo, o transplante de medula é necessário. No entanto, para que isso ocorra, é preciso que haja uma compatibilidade entre o doador e o paciente. Quando o doador não pode ser alguém da família, a solução, em muitos casos, é a busca por registros de doadores voluntários.

Para realizar a doação, é necessário que a pessoa tenha idade entre 18 e 55 anos e esteja saudável. Quem deseja se cadastrar, basta procurar o hemocentro da cidade mais próxima ou procurar um representante do Projeto Se Liga 16 para mais informações.

Doação de sangue em Belém

Na capital paraense, o dia 23 de outubro foi marcado pela doação de sangue dos voluntários do grupo Força Jovem, através do Projeto Dose mais Forte, na Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa).

Estiveram presentes na campanha os grupos Força Jovem da Catedral de Belém e dos bairros Agulha, Parklândia, São Braz e Telégrafo.

O Idealizador do Projeto Dose mais Forte, Jefferson Mendes e o Pastor Wellington Mariano Silva, responsável pelo Força Jovem do Pará, foram os organizadores do evento. Cerca de 50 integrantes realizaram a doação.

O Hemopa ofereceu palestras sobre o assunto para que todos pudessem entender melhor sobre o ato de doar, além disso, agradeceu ao grupo pela atitude e pelo incentivo dos jovens: “Agradecemos a iniciativa do Força Jovem da Igreja Universal que veio à Fundação para a realização de doação de sangue, mostrando a importância desse ato voluntário e espontâneo. Esse gesto é muito importante, pois demonstra solidariedade, respeito e qualidade de vida”, disse Edileide Pinto, assistente social da instituição.

A estudante, Iane Souza da Cruz, de 18 anos, colaborou com a campanha e diz que é “difícil encontrar pessoas que doem o sangue por uma causa. Para a jovem, são esses “heróis modernos e anônimos que realmente fazem a diferença”. Ela ainda ressalta que milhares de jovens, assim como ela, já “deram o sangue”, literalmente, para salvar muitas pessoas que nunca conheceram. Além disso, Iane enfatiza: “Quando você mexe com sangue, você mexe com a vida. E nada é mais sagrado do que lidar com a vida. Quando eu faço a doação, estou doando esperança para o futuro de alguém.”

Já a irmã gêmea de Iane, Iana Souza Ribeiro da Cruz é um prazer colaborar com a campanha. “Se cada cidadão saudável doasse sangue pelo menos duas vezes por ano não seriam necessárias campanhas emergenciais para coletas de reposição de estoques. Acredito também que o número de pessoas que morrem por falta de sangue nos hemocentros poderia ser reduzido se todos ajudassem. Por isso, sou doadora voluntária e isso faz com que eu me sinta bem. Porque a satisfação de salvar vidas é a maior recompensa. Doar Sangue é paixão, atitude e respeito pela vida! Quem doa sangue, doa vida”, finaliza.

Pastor Alejandro Bullón participa da Caravana da Reintegração


Na última semana, o teólogo Alejandro Bullón, residente nos EUA, esteve no Brasil, para participar, como orador, da Caravana da Reintegração, realizada pela APSo (Associação Paulista Sudoeste). Capão Bonito, Hortolândia, Avaré, Piracicaba, Sorocaba e Tatuí foram as cidades percorridas por essa Caravana.

Através desse projeto muitas pessoas foram alimentadas pela palavra de Deus. O pastor Bullón acredita que é muito importante levar esse tipo de programação até o lugar onde as pessoas vivem. “É muito gratificante essa experiência, porque se vê a alegria dos anciãos, dos pastores e dos membros. Eles se agradam por terem um evento tão grandioso na própria cidade”, declarou. Para Adalgisa, de Piracicaba, o evento trouxe um grande benefício de reavivamento à sua igreja. “Eu acredito que a igreja crescerá bastante depois desse programa, graças à atuação do Espírito Santo”.
Em Tatuí, a Caravana coincidiu com o projeto Viva Melhor, que estava na cidade e contribuiu para que muitas pessoas tomassem a decisão de ficar ao lado de Cristo. Adriana, membro da Igreja de Jd. Santa Rita de Cássia encontrou um grande motivo para comparecer: o rebatismo do seu esposo. “Ele ficou muito tempo afastado da Igreja e graças a esse projeto ele resolveu se batizar novamente, pois reconheceu que Deus é Deus”, disse Adriana Aparecida Domingues.

O objetivo principal dessa festa foi alcançado: novas pessoas voltaram para Cristo e outras foram despertadas para tomar uma decisão. “Com certeza nós ficamos agradecidos a Deus pelos resultados alcançados. Houve empenho de muitas pessoas, oração intercessora e várias equipes envolvidas”, declarou o Secretário da APSo, Pastor Jeremias Sousa.
Para o Pastor Bullón, o ser humano possui um vazio. “A Palavra de Deus tem o propósito de preenchê-lo, de colocar paz em um coração desesperado, de levar esperança quando tudo parece perdido, e isso não mudará nunca”, declarou o orador. Preencher esse vazio foi um dos motivos que levou o professor André Luís ao evento. “As suas mensagens de esperança dão muito conforto aos nossos corações” – concluiu. A dona de casa Rita Andrade esperou ansiosa pela Caravana na cidade de Piracicaba – “Eu estou muito feliz, porque meu filho, que não é adventista, pediu para sair mais cedo do trabalho, pois não queria perder a oportunidade de assistir às pregações do Pastor Bullón”, declarou emocionada.
A cada dia mais pessoas foram atraídas pela mensagem. Estima-se que 12 mil delas tenham participado da programação nessa semana da Reintegração – uma prova de que a mensagem de Deus continua atual. Muitos nomes da música Adventista contribuíram para transmitir a mensagem: Melissa Barcelos, Laura Morena, Adriana Carvalho, Evelin Santos, Tatiana Costa e Mara Leite. Os resultados desses cinco dias foram a reintegração de 100 membros e a decisão de centenas de pessoas para o batismo. A Caravana passou, mas deixou muitas sementes e agora basta esperar para colher os novos frutos

Igreja Universal promove a “Semana do Espírito Santo”


Desde o último domingo (24), a Igreja Universal do Reino de Deus está promovendo a semana do Espírito Santo, que se finalizará no dia 31 de outubro com um grande clamor pelo derramamento sobrenatural do Espírito de Deus sobre a vida dos que o buscam. Durante toda a semana, bispos e pastores estão separando os momentos finais das reuniões para se dedicarem a busca do revestimento que vem do alto.

A Bíblia mostra que a pessoa que recebe essa dádiva divina passa por uma transformação de caráter e comportamento. Se antes ela era dominada por pensamentos maus, pelo ciúme doentio, pela depressão e costumava proferir palavras agressivas, depois de receber a presença de Deus, ela passa a manifestar os frutos do Espírito Santo que são: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio.

Além desses frutos, o coração de quem se tornou morada do Altíssimo passa a ter desejo de estar em comunhão com os irmãos da fé e, sobretudo, com Deus, por meio de orações e jejuns, procurando sempre se desviar dos maus caminhos.

Sentindo-se em paz consigo mesma e, acima de tudo, com Deus, a pessoa perdoa aqueles que um dia a ofenderam e tem grande desejo de salvar almas para o Reino de Deus, pois uma vez livre dos sintomas de perturbações malignas, ela adquire uma nova capacidade espiritual para enfrentar toda e qualquer dificuldade, e, ainda assim, permanece inabalável na fé.

Capacidade que a assistente administrativa, Veridiana Silva, de 25 anos, conquistou para vencer a depressão. Ela conta que por não se conformar com o fim do casamento, entrou em depressão profunda, chegando ao ponto de pensar até em tirar a própria vida. “Meu estado era preocupante, pois eu vivia em surtos o tempo todo, não eram apenas alguns momentos, eu chorava desesperadamente toda hora a ponto de não poder ficar sozinha em casa. Além da depressão, eu também sofri com a anorexia e a bulimia. Com 1,72 de altura cheguei a pesar 44 quilos. Eu me lembro que pegava minha moto e disparava pelas avenidas da minha cidade, aguardando o momento em que um carro viria contra mim para acabar com o sofrimento que existia dentro do meu coração”, lembra.

Conhecedora do trabalho da Igreja Universal, Veridiana decidiu buscar auxílio divino para resolver os problemas que a faziam querer desistir de viver e passou a frequentar a Igreja diariamente. Foi quando em uma quarta-feira, durante a busca do Espírito Santo, se entregou a Deus com sinceridade e começou a ver os resultados do exercício da fé. “Eu fiquei um ano em depressão, mas quando me entreguei para Deus, de todo meu coração, em 4 meses eu estava recomposta emocionalmente e espiritualmente. Hoje, ajudo pessoas que presenciaram meu desespero e tenho alegria em viver, para servir cada vez mais ao Deus que me fez acreditar e conquistar uma nova vida”, declara.

Pastor Silas Malafaia faz campanha para Serra em Alagoas


Após fazer campanha para o candidato José Serra (PSDB) no segundo turno da eleição presidencial, o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, declarou apoio ao governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB), que disputa a reeleição.

Malafaia gravou mensagem de apoio a Teotonio, que foi veiculada na propaganda eleitoral do tucano hoje à noite.

“Teotonio Vilela foi o primeiro governador a destinar recursos para casas de recuperação de dependentes químicos”, disse o pastor na propaganda. “É um homem com princípios cristãos”. O apoio é importante para atrair o eleitorado evangélico do Estado.

O pastor criticou também os políticos inimigos que se juntam nas eleições para obter o poder, em uma crítica indireta ao candidato Ronaldo Lessa (PDT), adversário de Teotonio, que recebeu o apoio do senador Fernando Collor (PTB), derrotado no primeiro turno.

Malafaia, que apresenta programas evangélicos na TV, é um crítico da petista Dilma Rousseff.

Após polêmicas na Copa do Mundo, Mano Menezes afirma; “Seleção não é lugar para pregação”


O técnico Mano Menezes comentou em entrevista exclusiva ao Terra sobre o assunto religião dentro da Seleção Brasileira. O treinador afirmou que não proibirá que os jogadores cultuem suas crenças, mas que não aceitará imposições de crenças no grupo.

Durante a Copa do Mundo de 2010, o pastor Anselmo Alves, 51 anos, espécie de guru oficial do time nacional desde a Copa de 2002, esteve presente dentro do grupo de Dunga.

“Recebi por interesse de ir atrás do que tinha se passado (em 2010). Tem que se cuidar muito com quem você vai buscar essas informações. Mas eu tenho uma linha de conduzir nesse assunto delicado de maneira muito clara. Nem no clube nem na Seleção é lugar de pregação”, disse Mano.

“Pode cultuar a sua crença dentro do respeito e limite de cada um. Não vai lá convencer ninguém. Você respeita e cultua a sua”, completou o treinador da equipe verde e amarela.

O assunto sempre foi um tema que gerou polêmica. Em 2002, diversos jogadores comemoraram o título mundial com camisas em que exaltavam Jesus. A Fifa, inclusive, determinou a proibição de manifestações religiosas nas comemorações de suas competições.

Depois da Copa do Mundo de 2006, houve alguns boatos que teria acontecido um racha durante o Mundial entre os jogadores evangélicos e o resto do grupo. Fato desmentido pelo zagueiro Lúcio antes da Copa na África do Sul.


quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Globo rebate acusação da Record sobre caso que envolve Igreja Universal


A Rede Globo divulgou nota dizendo que não tinha nada para publicar pois “a ação não foi arquivada, apenas mudou de tribunal”

A Rede Globo divulgou ontem nota para rebater acusações feitas pelo programa “Domingo Espetacular”, da Rede Record, de que a emissora teria ignorado a anulação de processo do Ministério Público contra a Igreja Universal do Reino de Deus.

O programa da Record, que foi ao ar no domingo, afirmou que, “embora a denúncia [contra a Igreja Universal] tenha sido repercutida à exaustão no ano passado por parte da imprensa, a maioria dos veículos de comunicação, como a TV Globo e o jornal Folha de S.Paulo, ignorou o desfecho do caso”.

A anulação do processo contra bispos da Igreja Universal foi noticiada pela Folha.com no dia 20 deste mês, um dia após o Tribunal de Justiça de São Paulo decidir que a tramitação do caso deveria correr na Justiça Federal, e não na estadual.

No processo, o líder da Igreja Universal, Edir Macedo, é acusado de envolvimento em crimes de lavagem de dinheiro por meio do envio de recursos para o exterior.
Com a decisão do TJ-SP, a Justiça Federal deverá recomeçar tudo da estaca zero.

A nota da Rede Globo diz que “a ação não foi arquivada, apenas mudou de tribunal”.

Além disso, a emissora afirma, na nota, que “não dá o passo a passo de processos, mas as suas conclusões. Como a investigação apenas mudou de mãos, não há nada de substantivo a publicar”.

Em reunião da Assembleia de Deus, Serra ora, lê Bíblia e diz que sua família está sendo atacada


José Serra leu a Bíblia, orou junto, recebeu bênção e cantou hinos de louvor. Assim foi a passagem relâmpago de José Serra por Foz de Iguaçu (PR) nesta terça-feira (26), um dia de compromissos de campanha para o Planalto em mais três Estados.

Com um “na paz do Senhor”, o candidato tucano abriu e fechou sua participação no congresso que comemorou os 50 anos da Assembleia de Deus no Paraná, que acontece em hotel no caminho das Cataratas do Iguaçu.

A pedido dos pastores evangélicos, Serra leu parte da Bíblia, previamente escolhida por ele. O trecho escolhido foi do Velho Testamento que fala de Salomão e o pedido desse rei a Deus por sabedoria. “Eu também quero sabedoria. E peço que vocês rezem para que eu tenha sabedoria”, disse.

O pastor Ival Teodoro da Silva, líder dessa denominação evangélica no Estado, puxou o cântico “Deus te ama”, uma prece de braços levantados e ainda afirmou que tem “orado pelo senhor” para o tucano.

Assim como sua rival petista, Serra deu uma guinada religiosa neste segundo turno da eleição presidencial. Entre a “família assembleiana”, se mostrou familiarizado com os rituais e as falas. Em uma oração mais comovente, ele até fechou os olhos e seguiu as frases do pastor.

Além disso, respondeu seis perguntas feitas pelo público e previamente selecionadas pelos líderes da igreja. Não faltou a tradicional pergunta sobre aborto e casamento gay.

Depois de falar que a família é “a célula da sociedade”, o tucano disse que a sua está sendo atacada nesta campanha. “Só falta falarem que meu neto de sete anos puxou a orelha de um colega. Já mexeram nas contas da minha filha e já falaram mentiras de minha mulher. O que mais falta? Desde o descobrimento do Brasil, nunca se falou tanta mentira”, protestou para a plateia.

Ele aproveitou para atacar sua adversária na corrida presidencial, a petista Dilma Rousseff. “Minha rival mostra a intolerância do punho fechado e nos mostramos o abraço fraterno da solidariedade. Nós devolvemos com a verdade. Jesus é a verdade e a Justiça”, citou, repetindo trecho bíblico que usou em santinhos de campanha.

Aproveitando a posição geográfica, ele falou de segurança, lembrando que a região da Tríplice Fronteira é a grande porta de entrada de drogas e armas. “Precisamos de um batalhão de fronteira para proteger nosso território e reduzir a criminalidade”, disse, repetindo uma proposta anterior.

E não poupou elogios ao Paraná, onde tem a maioria dos votos: “O Paraná é o irmão mais novo de São Paulo: me sinto sempre em casa.” Muitos carros no estacionamento do local tinham a inscrição “Beto é Serra”, mas o governador eleito do Paraná, Beto Richa, faltou ao encontro com Serra na fronteira.

O clima era de muita adesão tucana no local, apesar de a organização declarar que Michel Temer deve estar por lá após a chapa rival ter sido convidada também a estar por lá esta semana. Muitas bandeiras de Serra estavam fincadas no gramado diante do hotel e vários seguidores da Assembleia de Deus estavam com o adesivo de Serra ao lado de broches com figuras cristãs.

Depuado federal André Zacharow. “Essa reunião é para ver como ele se sai diante da palavra de Deus. Ele não é um dos nossos, mas temos que votar”, disse o deputado federal André Zacharow, um dos eleitos da bancada evangélica.

Uma das perguntas dos evangélicos foi sobre a defesa de Israel por ser o berço do cristianismo e a relação com o Irã, cujo regime é o principal antagonista dos israelenses no Oriente Médio. “Não podemos ter carinho ou ser amigos de ditaduras. Só relação diplomática e nada mais”.

Serra saiu apressadamente do local, afinal, tinha comício marcado para Caxias do Sul (RS) duas horas depois. Ficou para trás o congresso religioso, que contava com feira de negócios com venda de púlpitos de acrílico, músicas gospel, instrumentos musicais e óleos para unção. “Na paz do Senhor” repetiam os presentes.

Museu da Bíblia sedia encontro de pessoas com deficiência visual


Pelo quarto ano consecutivo, o Museu da Bíblia sediou o Encontro de Deficientes Visuais e instituições que trabalham com este público. Promovido pela Sociedade Bíblica do Brasil, o evento foi realizado no dia 23 de outubro, reunindo mais de 300 visitantes para um encontro de confraternização. A iniciativa integra o programa A Bíblia para Pessoas com Deficiência Visual, mantido há mais de 15 anos pela SBB.

A programação teve início com a palestra A Bíblia como Instrumento de Inclusão Social, proferida pelo secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert. Depois de dar as boas-vindas, Seibert destacou que uma das riquezas da humanidade são as diferenças. “A Bíblia é um livro de inclusão social. No texto bíblico aprendemos os princípios que tornam possível a inclusão: o amor, o perdão e a tolerância. É por isso que a SBB utiliza a Bíblia como livro que promove a inclusão. Inclusão significa conviver com a diferença, como é o exemplo de Cristo”, ressaltou o secretário.

Os organizadores convidaram os participantes que ainda não se cadastraram a integrar o programa A Bíblia para Pessoas com Deficiência Visual. A SBB produz, desde 2002, a Bíblia Sagrada completa em braile, na língua portuguesa, cujos exemplares são distribuídos gratuitamente a mais de 2,5 mil pessoas cadastradas, juntamente com o material em áudio. Além disso, a entidade desenvolve outros projetos que focam as pessoas com deficiências. “No próximo ano, já devemos ter a primeira porção bíblica em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), contemplando, com isso, um grande contingente de pessoas com deficiência auditiva”, anunciou Seibert.

Os participantes do encontro assistiram ao filme Coração do Pai, baseado na parábola do filho pródigo. A audiodescrição ficou a cargo da doutora em linguística, Lívia Motta. “Este é um recurso que amplia a informação para pessoas com deficiência em espetáculos e eventos variados. É uma forma de transformar o visual em verbal, contribuindo para a inclusão deste público”, observou Lívia, que atuou voluntariamente no evento e é a responsável pela preparação dos audiodescritores da primeira peça brasileira com audiodescrição no Brasil.

Na cerimônia, foram revelados os vencedores do concurso literário A História de Mary Jones – O início do movimento das Sociedades Bíblicas. Organizado pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), o concurso de contos e poesias foi criado com o objetivo de destacar a vida da jovem que inspirou a criação das Sociedades Bíblicas, o começo deste movimento e o seu impacto na vida das pessoas, estimulando a criatividade de autores com deficiência visual ou não, e incentivando a leitura e a escrita em tinta e em braile.

Os ganhadores foram representados por Diego de Lima Ribeiro, segundo colocado na categoria Contos – autores com até 16 anos de idade; e Juliana de Araújo, vencedora da categoria Contos – autores com idade superior a 17 anos – e terceira colocada na categoria Poesias, que receberam seus troféus e medalhas das mãos de representantes da SBB. Os demais ganhadores, moradores de outras cidades e estados, receberão a premiação em suas casas.

Um momento de grande animação foi a premiação das ONGs com mais representantes. O primeiro lugar ficou para a entidade Amigos pra Valer, seguida da Fundação Dorina Nowill e da Associação de Deficientes Visuais Evangélicos do Brasil (ADEVEB). Para finalizar, os participantes fizeram uma visita à área de exposição do Museu da Bíblia.

Confira abaixo a relação completa dos vencedores do Concurso literário A História de Mary Jones – O início do movimento das Sociedades Bíblicas:

Contos – Autores com até 16 anos,11 meses e 29 dias

1º. Vinícius de Oliveira – Caxias do Sul (RS)
2º. Diego de Lima Ribeiro – Franca (SP)
3º. Jaqueline Cândido Pantis – Araruna (PB)

Contos – Autores com idade superior a 17 anos

1º. Ana Cláudia Lucena de Azevedo – Parnamirim (RN)
2º. Juliana de Araújo – Osasco (SP)
3º. Elenara Predebon Fernandes da Silva – Porto Alegre (RS)

Poesias – Autores com até 16 anos, 11 meses e 29 dias

1º. Rafael Mesquita Azevedo de Souza – Uberlândia (MG)
2º. Paula Hellmann Claudinno – Dourados (MS)
3º. Leonardo Samuel Idalencio – Caxias do Sul (RS)

Poesias – Autores com idade superior a 17 anos

1º. Rosana Aparecida Marques Roma Takachi – Esteio (RS)
2º. Juvenal Alves Correia – Senador Canedo (GO)
3º. Juliana de Araújo – Osasco (SP)

Bispo Macedo recebe oração de criança


A membro da Educação Bíblica Infanto-Juvenil (EBI), do Templo Maior de São Paulo (SP), Gabriela Sato, de 13 anos, fez um vídeo em que fala da importância da oração. Durante a gravação, ela foi ao encontro do bispo Edir Macedo e pediu para realizar uma oração por ele. Confira abaixo o resultado:

Departamento de Educação Bíblica Infantil da Igreja Universal em ação


De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população que em 1940 era de 40 milhões de habitantes, atualmente, soma mais de 180 milhões de brasileiros. Acredita-se que o número de crianças abandonadas no Brasil chegue a 8 milhões, sendo que destas, cerca de 2 milhões vivem nas ruas, envolvidas com drogas, prostituição e pequenos furtos.

Em São Paulo, os números são mais alarmantes. A pesquisa mostra que, a cada dia, duas crianças são abandonadas na cidade, em abrigo ou nas ruas.

Preocupada com essa realidade, a Igreja Universal do Reino de Deus desenvolve um trabalho que auxilia a formação cristã e moral das crianças que frequentam os templos em todo o mundo, oferecendo aos filhos dos membros e visitantes o apoio de educadores da Educação Bíblica Infantil (EBI).

Recentemente em Angola, os educadores e esposas de pastores da EBI, visitaram em Luanda, capital do país, o Lar Kuzola, um centro que abriga mais de 200 crianças órfãs e abandonadas (foto a esquerda). As crianças tiveram um dia de muita alegria e brincadeiras no local, onde participaram de um almoço especial com comidas diferenciadas e guloseimas.

No Japão, as crianças também contaram com comemoração no mês dedicado a elas. De acordo com o responsável pelo trabalho evangelístico no país, o pastor Valdir Souza, foi feita uma cerimônia de consagração para todas as educadoras da EBI, a fim de fortalecê-las espiritualmente para que elas possam ajudar e abençoar as crianças. “O trabalho que as tias educadoras realizam é muito importante. Por meio dos ensinamentos oferecidos por elas, muitas crianças têm a oportunidade de receber uma formação cristã. Muitas delas, quando crescerem, se tornarão futuros obreiros e pastores”, explicou.

Para finalizar o encontro, o pastor deu uma palavra especial abençoando todas as educadoras, citando o versículo bíblico que diz: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele”. (Provérbios 22.6)

No Brasil, o Dia das Crianças, comemorado no dia 12 de outubro, também foi marcado por muitas celebrações. Em Florianópolis, Santa Catarina, a EBI realizou uma festa para os pequenos com direito a brincadeiras, doces, presentes e várias apresentações teatrais. Durante a comemoração, Aparecida Santos, 38 anos (foto ao lado), disse que a EBI foi uma das maiores felicidades para a filha Danytchelly Santos, 8 anos. “Com a ajuda e a paciência das educadoras, minha filha está crescendo e aprendendo mais sobre Deus. Ela respeita os mais velhos, não é uma criança egoísta. Quando chego à Igreja para participar das reuniões, ela vai direto para EBI, nem preciso mais encaminhá-la. Essa é minha maior alegria”, conta feliz.

Silas Malafaia poderá apresentar programa no horário nobre do SBT


O pastor Silas Malafaia pretende apresentar o programa evangélico de sua igreja no SBT. De acordo com o jornalista Lauro Jardim, a negociação está sendo articulada pelo apresentador Ratinho, que viabilizará um encontro do pastor com Daniela Beyruti, diretora-geral do SBT e uma das filhas de Silvio Santos.

A ideia de Malafaia é veicular um programa evangélico em horário nobre, assim como a Band faz com o “Show da Fé”, do missionário R.R. Soares. Atualmente, a Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo exibe seu programa, o “Vitória em Cristo”, em várias emissoras, como a Band, a RedeTV! e a CNT.

Essa não é a primeira vez que um líder de igreja evangélica tentar comprar horários no SBT. Recentemente, R.R. Soares fez proposta para ocupar horários no canal de Silvio Santos. Caso o SBT aceite a tentadora proposta da igreja de Malafaia, a Globo se tornará a única das grandes emissoras sem a veiculação de programas evangélicos em sua grade de programação.

Fonte: NaTelinha / Audiência na TV
Via: Overbo

Marco Feliciano inaugura comitê cristão pró-Dilma; “Tô na Benção, Tô com Dilma”


No último dia vinte e três de Outubro, na cidade de Orlândia-SP, ocorreu um evento marcante na corrida presidencial. O Pastor e Deputado Federal eleito Marco Feliciano, inaugurou o Comitê Nacional Cristão Pró-Dilma, com o objetivo de combater às inverdades disseminadas na web e uma série de calúnias e difamações infundadas sobre a candidata a presidência da república Dilma Rousseff.

No evento estiveram presentes as lideranças regionais do Partido dos Trabalhadores, dentre os quais: - Prefeitos, Vereadores e assessores parlamentares, assim como diversos representas do meio cristão do estado de São Paulo.

Em um discurso incisivo, lembrou Pr.Marco Feliciano que no ano de 2002 os críticos invadiram os meios de comunicação com uma abordagem mentirosa e muito parecida com a que a ministra Dilma vem sofrendo. Dizia-se que governo petista era contra a religião cristã, concomitantemente haveria uma repressão em massa contra os cristãos e muitas igrejas teriam os seus direitos de liberdidade religiosa cassados. Divergindo todas as espelucões ás igrejas estão lotadas de fiéis que encontraram no alicerce da liberdade e expressão de sua fé, um impulso para o cristianismo livre.

” A ministra Dilma Russef é sem dúvida a consequência real de todo excelente trabalho exercido pelo Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, sendo portanto a melhor escolha de todos nós evangélicos”, afirma Feliciano.

Ao término de sua palavra de lançamento do comitê o pastor Dep. Marco Feliciano convocou os presentes a serem porta-vozes da campanha que elegerá a ministra ao cargo oficial de presidenta da república.




terça-feira, 26 de outubro de 2010

Ouça o debate sobre a PL 122 com Silas Malafaia na Rádio Globo


Pastor Silas Malafaia, critico ferrenho da plc 122/2006 tem participado de vários debates sobre o projeto de lei. Em duas oportunidades esteve no Programa do Ratinho, onde debateu com a ex-deputada Iara Bernardes autora da PL e com Rosana Star uma transexual que representava alguns grupos homossexuais.

Na última quinta- feira (21/10), Malafaia participou do programa Frente a Frente na rádio Globo, onde em debate acalorado discutiu os termos da PL 122 com o ativista gay Cláudio Nascimento.

Ouça na íntegra o debate;

Fonte: Gospel Prime

Informações e áudio Rádio Globo

Em resposta a Silas Mafalaia, bispo Macedo publica versículo bíblico em seu blog


Parece que a troca de ofensas entre Edir Macedo líder da Igreja Universal do Reino de Deus e Silas Malafaia pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo tenha acabado.

Tudo começou quando pastor Malafaia em participação do programa do Ratinho cutucou Edir Macedo que se diz a favor da descriminalização do aborto. Após isto, Bispo Macedo publica texto em seu blog onde critica Silas Malafaia e o compara ao profeta velho do livro de I Reis.

Em resposta ao texto de Macedo, Silas Malafaia pública vídeo no youtube onde faz várias acusações ao bispo e a Rede Record.

Mais uma vez o bispo Macedo utiliza a Bíblia para responder Silas Malafaia e publica texto com o título; “Aos meus agressores”. Leia na íntegra;

“Diante dos últimos acontecimentos envolvendo meu nome, deixo aqui a minha resposta:
“O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração.” Lucas 6.4″

“Vigília das Grandezas de Deus” na Igreja Universal desperta o empreendedorismo dos participantes


Segunda-feira, na Igreja Universal do Reino de Deus, é o dia em que bispos e pastores se dedicam a realizar orações e orientações voltadas para a vida financeira de todos. Neste dia, milhares de pessoas comparecem à “Vigília das Grandezas de Deus”, em diversas partes do mundo, em busca da materialização das promessas de Deus na vida delas.

Na última segunda-feira (18), o bispo Guaracy Santos, responsável pelo trabalho evangelístico do bairro do Brás, zona leste de São Paulo (SP), visitou a Catedral da Fé de Campinas que fica localizada na Avenida João Jorge, 256 – Centro. Durante o encontro, o bispo ensinou sobre a importância de se manter a fidelidade com Deus para alcançar o sucesso financeiro. “Muitos buscam uma parceria ou uma sociedade que possibilite um avanço financeiro significativo em suas vidas, porém a única parceria infalível que alguém pode fazer é a parceria com Deus”, explica.

O encontro recebeu tanto empresários como também assalariados em busca de orientações empreendedoras. É o caso da saladeira, Nilce Maria da Silva, de 28 anos, que saiu da reunião fortalecida para vencer os desafios que estão por vir. “Eu vim para o Congresso, hoje, com o pensamento de uma simples profissional e saí “grávida” do que eu quero, pois a primeira mudança que aconteceu foi na minha mente e estou certa que de o milagre que busco vai nascer”, exclama com convicção.

Milagre que o empresário, Clayton Santana Mascarenhas (foto ao lado), de 29 anos, alcançou participando da Reunião da Prosperidade. Ele conta que estava endividado e chegou a procurar alimentos no lixo para comer: “Cheguei ao Congresso sem ter onde morar, com aproximadamente 200 mil reais de dívidas, comendo alimentos encontrados no lixo e andando a pé 4 quilômetros para participar da reunião.”

Hoje, com a vida totalmente restaurada, Mascarenhas relata que esses momentos fazem parte do passado e só são lembrados por ele para testemunhar as maravilhas que Deus pode fazer na vida de uma pessoa. “Ao participar das reuniões, comecei a ver que a Palavra de Deus era viva e poderosa. Hoje, não sou mais empregado, tenho minha própria empresa, minha casa, resgatei mais de 150 cheques devolvidos, tenho carro importado e uma família abençoada, graças ao Senhor Jesus”, agradece feliz.

Ânimo renovado para evangelismo no encerramento do Lausanne III


Um espírito dócil e calmo descendeu sobre a cerimônia de encerramento do Terceiro Congresso Lausanne, na noite de domingo, os 4.000 participantes se embeberam na música majestosa do grande orquestra e coro e prepararam seus corações para retornarem ao campo missionário.

Lindsay Brown, Diretor Internacional do Movimento Lausanne, fez o discurso de encerramento no qual afirmou que a visão dos líderes de Lausanne, na conferência foi o de dar testemunho de Jesus Cristo para esta geração em todas as áreas do mundo geograficamente e em cada esfera de sociedade. Ele observou que ainda é muito cedo para determinar qual o legado que a conferência teria.

“Nós devemos renovar nosso compromisso, portanto, o senhorio de Cristo em todas as áreas da atividade humana,” disse Brown. “Uma de nossas esperanças, portanto, é que nós sairíamos daqui igualmente empenhados em comunicar apaixonadamente o Evangelho de Cristo até aos confins da terra e também para demonstrar a verdade eterna da Escritura tem aplicação a toda a vida por Cristo é o Senhor de toda a criação.”

Brown também encorajou os líderes cristãos na conferência – muitos dos quais estarão retornando às situações difíceis – para não desanimar quando não conseguem ver resultados imediatos.

Fornecendo uma ilustração, ele compartilhou sobre a história de Adoniram Judson, que deixou a cidade de Boston para Mianmar (antiga Birmânia) em 1812. Judson serviu em Mianmar há 38 anos, período durante o qual sua esposa e os sete dos seus filhos morreram. Ele também foi pendurado de cabeça para baixo, espancado, ridicularizado e, finalmente, morto ao ser jogado no mar. Na época de sua morte, não havia Igreja e não mais de 12-25 convertidos ao Cristianismo no país. Ele tinha, no entanto, conseguido traduzir a Bíblia para o birmanês.

Hoje, existem centenas de milhares de fiéis que seguem os vestígios do patrimônio espiritual de Judson.

“Ele nunca viu (fruto de seu trabalho). Isso pode ser a sua experiência também. Alguns de nós podem ter a alegria de ver frutos significativos, mas para outros a nossa vocação não é para desistir, para não perder o ânimo, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor,” sublinhou Brown.

Os últimos dias da Conferência Lausanne focou-se em preparar os participantes para voltarem ao campo. Paulo Eshleman, fundador do Projeto The Film Jesus, falou sexta-feira sobre a grande quantidade de trabalho que ainda precisa ser feito para a tradução da Bíblia. No sábado, Chris Wright, redator principal da Compromisso da Cidade do Cabo da conferência, disse que há uma necessidade urgente de integridade na vida de líderes evangélicos, muitos dos quais se tornaram corruptos.

Após uma semana de sessões intensivas e discussões sobre problemas enfrentados pela Igreja a nível global, alguns participantes compartilharam que se sentiam mais bem equipados para compartilhar o
Evangelho

O Participante Michael El Dabai, 34, do Egito, disse que quer compartilhar sua fé com mais ousadia depois de falar aos Cristãos que enfrentam perseguição pesada.

“Como eu sentia que estava no Egito é que eu era mimado,” El Dabai disse ao The Christian Post. “O que temos vindo a atravessar é apenas um toque nas costas. Há outros países que estão realmente tendo um tempo difícil.”

“Ele me fez entender e colocar as coisas em perspectiva que sou um pouco mimada e que eu deveria endurecer um pouco e correr mais riscos,” disse ele. “Eu acho que vai ser mais ousado … com certeza vou colocar o evangelismo no topo da minha lista de prioridades.”

El Dabai também credita a conferência para proporcionar o espaço para ele receber o amor de judeus messiânicos, que notou que são retratados negativamente na televisão egípcia.

Participantes Lausanne, que representam mais de 190 países, foram mandados para casa com metade do muito antecipado Compromisso Cidade do Cabo, uma declaração de crença e uma chamada à ação. Um projeto da Parte 1, a declaração de fé, foi distribuído sábado à noite com a promessa de que a Parte 2, o desafio para a Igreja, será concluída até o final de novembro pela comissão de indicação. A Parte 2, que será baseado nas idéias desta conferência, irá abordar a questão do evangelho da prosperidade entre outros temas. A versão final da conclusão do Compromisso da Cidade do Cabo será lançado em janeiro de 2011.

A Lausanne I foi realizada em Lausanne, na Suíça, em 1974 e liderada pelo evangelista americano Billy Graham. Mais de 2.700 líderes evangélicos de 150 países reuniram-se para este encontro histórico, que é mais conhecido pelo Pacto Lausanne – um documento que define as obras com fundamentos teológicos para a evangelização mundial de colaboração – e para o deslocamento da missão no mundo a concentrar-se em grupos de pessoas não alcançadas.

A segunda conferência Lausanne, em Manila, nas Filipinas, em 1989, resultou no Manifesto de Manila e mais de 300 parcerias estratégicas na evangelização do mundo.

Igreja nos EUA lança campanha em outdoors; “Igreja é para hipócritas, mentirosos e fracassados”


Uma megaigreja no sudeste do Michigan está deixando um monte de pessoas desconfortáveis com sua nova campanha. Eles usam outdoors para anunciar que a igreja é para hipócritas, mentirosos e fracassados. “Mas essa é a verdade”, diz o pastor Brad Powell, da Igreja de Northridge, e ele deseja comunicar isso para toda a comunidade.

“Quando você entra no ministério, começa a perceber que há uma visão errada fora da igreja sobre o que a igreja realmente é. Ela está cheia de pessoas que acreditam ser melhores do que as outras. Há também uma visão errada dentro da igreja sobre as pessoas de fora – que elas são ruins “, disse. ”A realidade é que todos os seres humanos são iguais. Todos erram. Somos todos iguais, os de dentro [da igreja] e os de fora. Também somos falhos, fracassados… hipócritas”, continuou o pastor.

Mas Powell compreende porque esses equívocos existem. Ele vê um monte de igrejas construindo muros, voltando-se para dentro, servindo a si mesmas e jogando na defesa. Nesse sentido, as igrejas não refletem a natureza de Cristo. ”Jesus não colocou cercas mais altas no céu para manter as pessoas ruins longe dele. Pelo contrário, Jesus veio à terra e habitou entre as pessoas. Quando você olha para a Palavra de Deus, vê que ele nunca se voltou para dentro. Ele olhava para fora.”

Faz quase um mês que a igreja lançou a campanha publicitária. Nove outdoors, anúncios em ônibus e nos shopping em todo o sudeste do Michigan: “Northridge é para os mentirosos”, “Northridge é para os fracassados”, e “Northridge é para os hipócritas”.

Os anúncios levaram algumas pessoas da comunidade a pensar “quem está atacando a igreja?” Alguns cristãos exigiram que os anúncios fossem retirados, enquanto ameaçavam nunca ir a um culto em Northridge. No entanto, para outros, os anúncios serviram como ponto de partida para conversas sobre a igreja. De maneira geral, a campanha está fazendo exatamente o que Powell esperava – gerando diálogo.

Um membro da igreja de Northridge estava andando de carro com vários colegas de trabalho, quando passaram por um outdoor. Eles perguntaram “o que está acontecendo com a sua igreja?” Ele conseguiu explicar que as pessoas não precisam ser perfeitas antes de ir à igreja. “Discussões dessa natureza estão acontecendo em toda a comunidade”, comemora Powell.

Powell não se considera um pastor típico nem mesmo gosta que usem o título de “pastor”, embora esteja servindo como ministro há mais de 25 anos. Em entrevista recente, insistiu em ser chamado de “Brad” em vez de “pastor Powell”.

Ele tem usado abordagens pouco convencionais e lutado contra os paradigmas culturais desde que começou a liderar a Northridge. Ela deixou de ser uma igreja velha e decadente para tornar-se uma das que crescem mais rapidamente nos EUA. Powell observa que “Northridge sempre foi um ministério bastante irreverente, no aspecto cultural. Embora a igreja reúna mais de 20.000 pessoas por semana, está totalmente comprometida com a verdade, sem fazer barganhas e permanecendo distante da cultura e do linguajar das igrejas tradicionais.

Ele acredita que “cristãos tradicionais” detestam outdoors como os que ele criou. “Nem passa pela mente das pessoas tradicionais, petrificadas, como isso pode ser espiritual”, continua. ”A igreja é para os mentirosos? Eles não entendem.”

Elogiando a ousadia da megaigreja, Bill McKendry, que trabalhou com Powell na campanha publicitária, afirma: “Com a Northridge não há muito medo.” McKendry, chefe de criação da agência Hanon McKendry, explicou que o ministério da Northridge é voltado para os que não se preocupam com o assunto, onde igreja sequer faz parte da vida daquela pessoa. Para muitos que não estão envolvidos com uma igreja, a percepção geral é que alguém precisa ser perfeito para frequentá-la.

Powell explica: “Estamos continuamente em busca de novas pessoas que estão destruídas ou feridas. A qualquer momento que alguém entrar na igreja, deve entender que este é um lugar onde pode ser aceito, onde não há problema se está ferida… poderá encontrar redenção e seguir em frente. ” Um dos temas-chave em Northridge é que “um fracasso não é o fim de tudo.” ”[Northridge] é um lugar onde todos estão no mesmo nível, enquanto procuramos descobrir e conhecer a Deus e seu poder que pode transformar as nossas falhas e usá-las para a sua glória”, disse Powell. “Estamos nesta comunidade de pessoas falhas que encontraram a redenção e querem compartilhar isso com os outros.”

A campanha está programada para continuar até o início de novembro. Se for bem-sucedida, McKendry disse que pode haver prolongamentos da campanha, usando outros estereótipos da igreja.

Comemorações dos 500 anos da Reforma em 2017 aumenta fluxo de turistas na Alemanha


O segmento turístico alemão espera uma crescente presença de visitantes religiosos naquele país nos próximos anos. A divulgação da proximidade da data em que a Reforma Protestante completa 500 anos já começou em vários países, inclusive o Brasil. Na página da entidade na Internet, que promove o turismo em terras germânicas, já existe conteúdo especificamente relacionado ao evento, que acontece em 2017, com o objetivo de mobilizar mais caravanas de fieis turistas. Neste site, os autores tentam resumir a importância do evento da seguinte forma:

“A Igreja Católica Romana medieval era poderosa, dona de muita terra e riquezas. Os pré-reformadores Jan Hus e John Wycliffe criticavam uma crescente secularização e falta de piedade de monges, padres e bispos, pavimentando o caminho para homens como Martinho Lutero, João Calvino e Zwinglio. Em 31 de outubro de 1517, Lutero pregou na porta da igreja de Wittenberg suas 95 teses denunciando a venda de indulgências. Largamente difundidas como o início da Reforma, tais iniciativas mudaram o curso da história – e seu 500º aniversário acontece em 2017. Nos próximos anos, haverá diversos eventos na Alemanha, tais como seminários, exposições, festivais e concertos, para compor a cena das celebrações que virão naquele ano”.

O site também disponibiliza uma biografia de Lutero, um pouco de história, informações sobre seus contemporâneos e imagens de época.

Lá você vai encontrar textos como este: “A vida e história de Martinho Lutero estão sem dúvida atreladas a inúmeros locais na Alemanha. Wittenberg, por exemplo, conhecida por Lutherstadt (a cidade de Lutero), é onde ele pregou suas 95 Teses à porta da Igreja-Castelo da cidade, em 1517, iniciando a Reforma Protestante na Alemanha. De acordo com Martinho Lutero, a Reforma era uma luta pelos evangelhos e uma chance para que ele conseguisse reformar a Igreja Católica e levar o Cristianismo de volta às suas raízes”.

“Porém, Wittenberg não foi o único local onde a vida de Martinho Lutero desenrolou-se. Parte da história de Martinho Lutero inclui o tempo em que passou no Castelo de Wartburg, próximo a Eisenach, de maio de 1521 a março de 1522, onde traduziu o Novo Testamento para o alemão”. O site menciona uma lista de locais relacionados à vida de Martinho Lutero: Wittenberg, Eisleben, Eisenach, Erfurt, Dresden e Leipzig.

Outra informação interessante é sobre a composição religiosa do povo alemão: “Nos dias de hoje os Católicos Romanos, principalmente concentrados no sul, representam 30% da população Alemã. Os Protestantes, a maioria deles luteranos, representam 30% da população e concentram-se ao norte. Aproximadamente 4% dos alemães são Muçulmanos e uma pequena porcentagem é formada por Judeus. Hoje em dia, a Alemanha possui a comunidade judaica que mais rapidamente cresce na Europa, e que é constituída em sua maioria por judeus de países do Leste Europeu, que começaram a se estabelecer nas grandes cidades da Alemanha, particularmente em Berlim.”

Eles também mencionam possibilidades de outros roteiros de turismo religioso, além do relacionado à vida de Lutero: “As pessoas que visitam a Alemanha podem vivenciar as grandes religiões mundiais e aprender em primeira mão e em profundidade sobre suas origens históricas e tradições passadas e presente, em vários museus, memoriais e construções religiosas, além de locais de peregrinações, espalhados por todo o país”.

São roteiros sugeridos, além de “Seguindo os passos de Martinho Lutero”: “Alemanha para viajantes judeus”; “Peregrinações Católicas”; “Peregrinações na Baviera”; “Seguindo os passos do Papa Bento XVI”.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Bispo Edir Macedo pede “iluminação” às pessoas na hora do voto


O líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, pediu ontem que as pessoas sejam iluminadas na hora de escolher o seu candidato à Presidência da República no próximo domingo. A declaração foi feita durante culto proferido por ele no templo da Avenida João Dias, no bairro Santo Amaro.

Apesar de o bispo não citar nomes, no decorrer da cerimônia foram distribuídos exemplares do jornal Folha Universal, com reportagens que acusam os responsáveis pela campanha do candidato tucano José Serra de radicalizar a discussão religiosa para angariar votos.

A matéria principal afirma que a Igreja Católica está tentando interferir nas eleições brasileiras “tomando parte em uma campanha agressiva contra a candidata à presidência da República Dilma Rousseff (PT)”. A reportagem fala também da importância de preservar o Estado laico.

Outra matéria aborda o caso dos panfletos anti-Dilma, que teriam sido confeccionados a pedido de dom Luiz Gonzaga Bergonzini, bispo diocesano de Guarulhos. O folheto “Apelo a todos os brasileiros e brasileiras” recomenda à população que vote somente em candidatos e partidos contrários à descriminalização do aborto.

A edição ainda reproduz o post publicado em 16 de outubro no blog do bispo Edir Macedo, no qual questiona o apoio do pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Crsito, ao candidato do PSDB. Dois dias depois, Malafaia pôs no YouTube um vídeo em que chama Macedo de “mentiroso”.

Portas Abertas Internacional se envolve na educação de crianças


Adel, um líder da igreja ortodoxa na Síria escreveu em agradecimento pelo programa estudantil realizado pela Portas Abertas Internacional à 1.500 crianças sírias: “É com prazer que lhes informo que o programa infantil saiu-se muito bem. Ele incluiu estudo bíblico, hinos e lições litúrgicas, com a participação de um total de 1.445 alunos. Foram alugados ônibus para levar as crianças para as igrejas; houve atividades e entretenimentos como natação, acampamento e festas; e foram distribuídos livros e cartões gratuitamente.”

As crianças vieram de todos os tipos de pequenos vilarejos das regiões remotas da Síria para o centro de conferências para receber educação bíblica e material de escola dominical.

“As famílias destas crianças são pobres e não possuem muitos meios para dar uma educação cristã a seus filhos. Então, estas semanas de treinamento de verão foram maravilhosas e uma grande oportunidade para elas”, disse Adel. “E”, continua ele, “agora é a hora de fazer isso, uma vez que não sabemos por quanto tempo poderemos organizar esses tipos de escolas de verão”.

A Síria é um país em mudança e está enfrentando muita pressão. Devido à situação política, não está claro por quanto tempo o país estará aberto para a distribuição de literatura e para treinamento.

“A situação para os cristãos é razoável, mas não sabemos por quanto tempo isto irá durar. Se o regime atual perder o controle da sociedade síria, a situação para os cristãos pode piorar, comparando-se à situação atual dos cristãos no Iraque”, compartilha Adel.

“Oro ao Senhor para sustentá-los em Seu amor misericordioso e abençoar o seu trabalho para a vinda de Seu Reino”, acrescentou o cristão.

Lausanne III: “África é a Igreja do futuro” afirma reverendo nigeriano


Há uma esperança na áfrica – um continente devastado por conflitos, pobreza e HIV / AIDS – porque Deus está trabalhando nesta terra, disse líderes cristãos africanos, sexta-feira, na conferência Lausanne.

No último século, a Igreja Africana cresceu 3.000 por cento, disse Daniel Bourdanne, secretário-geral da Sociedade Internacional de Estudantes Evangélicos e vice-diretor internacional o movimento Lausanne, durante a sessão plenária ontem se focou na áfrica. Apesar da áfrica não ter dinheiro ou tecnologia, Bourdanne disse, os africanos podem comemorar porque a graça de Deus foi derramada sobre o continente.

“Isso (o crescimento da Igreja através do Espírito Santo) é mais do que tecnologia, mais do que dinheiro, mais do que qualquer coisa que possamos ter,” declarou o líder Africano de Chade, recebendo aplausos dos 4.000 participantes de Lausanne III.

Os líderes cristãos de mais de 190 países estão reunidos na Cidade do Cabo, áfrica do Sul, o Terceiro Congresso Lausanne sobre Evangelização Mundial. Embora todas as três conferências Lausanne concentraram-se em compartilhar o Evangelho em todo o mundo, esta conferência também abordar uma ampla gama de problemas globais para a Igreja, tais como o pluralismo, a globalização, o HIV / SIDA, e evangelho da prosperidade.

Na sexta-feira, o tema do Congresso Lausanne durante todo o dia foi de prioridades. Durante a sessão da manhã, Paulo Eshleman, fundador do Projeto The Jesus Film, falou sobre a prioridade em compartilhar o Evangelho até os confins da terra e da necessidade de traduzir a Bíblia para as línguas dos grupos de pessoas.

“O fato de que exista ainda hoje grupos pessoas que não têm missionários, nenhuma Igreja, e ninguém sequer que pretenda ir, é errado. é absolutamente errado,” disse Eshleman. “Minha pergunta para nós é por quanto tempo vamos esperar?”

Na sessão da noite, o Rev. Gideon Para-Mallam da Nigéria, o vice-diretor internacional para a áfrica de fala portuguesa, inglesa e espanhola, disse a líderes cristãos ocidentais na conferência para levantarem e aplaudirem os africanos pelos sacrifícios dos missionários ocidentais de levarem o Evangelho para o continente.

“Como resultado de sua obediência, Deus tem estado a trabalhar na áfrica,” disse Pará, Mallam. “A áfrica moveu-se de um continente de recebimento missionário, em 1910 para agora [em] 2010, um continente de envio missionário. Missionários estarão deixando a áfrica para a Europa, da áfrica para os Estados Unidos da América, da áfrica para todo o mundo.”

“A Igreja na áfrica é a Igreja do futuro,” declarou ele.

A conferência de uma semana termina domingo.

“Dilma não será escolhida pastora, mas gestora do Brasil” diz senador cristão


“Dilma não será escolhida pastora, mas gestora do Brasil”, disse o senador eleito pelo PT baiano Walter Pinheiro, na noite desta quinta-feira (21), durante evento que reuniu cerca de 700 pastores e líderes evangélicos de toda a Bahia, em Salvador. A afirmação retrata uma tentativa de Pinheiro, que segue a doutrina Batista, e de seu partido de separar o discurso religioso do político em um momento crucial da corrida à Presidência da República, que mostra uma Dilma Rousseff (PT) ainda marcada pelo estigma de não religiosa.

Mesmo defendendo indiretamente o estado laico, Pinheiro ressaltou a necessidade de o segmento participar da tomada de decisões junto às casas executivas e legislativas do Brasil. “Orar é bom, mas nós precisamos agir, ter atitude”, declarou. Ainda para Pinheiro, que disse ser “orientado pela palavra de Deus”, o segundo turno veio a calhar, pois se tornou na oportunidade dos pleitos evangélicos chegarem a Dilma, já que representam “um segmento que tem direitos”.

Ele ressaltou também que os boatos que correm sobre a religiosidade da presidenciável reprisam o que sofreu Lula em 2002, antes de se tornar presidente. “Ouvíamos que não era possível eleger Lula porque ele era o satanás”, lembrou. No encontro, o senador eleito também teceu elogios a Marina Silva (PV), candidata derrotada no primeiro turno, comprovando uma busca pelos quase 20 milhões de votos que a senadora evangélica obteve no pleito.

O grupo do qual Walter Pinheiro participa, formado pela coordenação de campanha da candidata petista, está cruzando o Brasil e realizando encontros evangélicos a fim de desmentir os boatos que cercam a candidata, além de conquistar uma boa parcela dos eleitores de Marina Silva, os chamados ‘marineiros’. Com a participação do senador Magno Malta, a equipe já esteve em Curitiba, Fortaleza, Cuiabá, Minas Gerais e Bahia. Seguem agora para o Rio Grande do Sul, São Paulo e Pernambuco.

Na Bahia, a busca por fiéis já dá resultados. Pela manhã, o pastor Orlando Gomes, do município de Camaçari, entregou à coordenação da campanha petista, em Brasília, um manifesto em favor de Dilma com 101 assinaturas de lideranças que representavam cerca de 60 congregações evangélicas do município, totalizando 30 mil fiéis.