Ads 468x60px

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Juíza evangélica que havia se negado a casar gays fará um dos primeiros casamentos entre homossexuais da Argentina

Um dos primeiros casamentos entre pessoas do mesmo sexo na Argentina será celebrado pela juíza de paz Marta Corvella, que há alguns dias gerou polêmica por assegurar que não oficializaria matrimônios gays porque Deus não aprova.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O casamento gay na Argentina foi sancionado na noite desta quarta-feira pela presidente Cristina Kirchner, que tornou o país o primeiro na América Latina a oficializar a união entre pessoas do mesmo sexo.

Nesta semana, a diretora-geral do Registro de Pessoas de La Pampa, Irene Giusti, afirmou que a juíza Corvella, evangélica, havia recuado de sua decisão e já atendia casais do mesmo sexo interessados em concretizar a união.

A cerimônia será celebrada por Corvella em 17 de agosto próximo, entre Alberto Peralta, 61, e Oscar Omar García López, 57, dois comerciantes da cidade que estão juntos há 27 anos.

“Pareceu-nos uma mulher de grande coração, e inclusive rezamos juntos. Ela nos convidou à Igreja Evangélica, porque é muito crente”, afirmou García López a uma rádio local.

Ele explicou ainda que o casal pretende formalizar a relação para “celebrar nosso amor e por uma questão de herança”.

No último dia 14, o Senado argentino aprovou a lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após um debate que durou 14 horas e dividiu opiniões.

Supernanny, do SBT, afirma que tudo sobre a educação dos filhos está no livro bíblico de Provérbios

A educadora Cris Poli, conhecida por orientar famílias no programa de televisão Supernanny, foi a uma das palestrantes da Semana Batista 2010, no 2º Encontro de Educadores realizado na semana passada em Barueri, cidade da Grande São Paulo. Segundo a protagonista do reality show do SBT, que já recebeu mais de 30 mil pedidos de ajuda, “as famílias cristãs estão tão perdidas quanto as que não são cristãs”. Na opinião de Cris, os princípios bíblicos – que deveriam balizar a educação – não têm sido colocados em prática mesmo em núcleos familiares cristãos. “A família precisa viver a Palavra de Deus”, destacou.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A educação, de acordo com ela, tem passado por uma fase de equilíbrio entre a rigidez e a permissividade. “Precisamos de regras e rotinas, mas sem esquecer o amor e a flexibilidade”, explicou a orientadora. “Eu me pergunto onde está a Palavra de Deus nessas famílias cristãs em coisas simples, como agradecer por uma comida e orar antes de dormir. É o beabá da educação”, relatou a instrutora que possui mais de 40 companheiras de profissão à frente de programas Supernanny ao redor do mundo.

“Se você quer saber sobre educação de filhos, pode ler o livro de Provérbios que está tudo lá. Cada pensamento de Deus está lá”, expressou. Ter voz de comando, organização, qualidade de tempo com os filhos e cumplicidade entre os pais, foram algumas dicas da superbabá que o pastor Creusi Santos, da 1ª Igreja Batista de Barueri, irá procurar passar para a sua família, que ganhará um novo integrante em breve.

“Eu não concordo muito com a perspectiva da psicologia sobre a educação das crianças. Ela tem uma visão muito legal, porque a Bíblia tem uma visão muito mais equilibrada em termos de educação”, observou.

Prestes a completar cinco anos visitando casas pelo reality, com o contrato renovado por mais um ano com a emissora de Silvio Santos, Cris Poli dedicou a Deus o que considerou como sendo uma reviravolta na sua vida.

“Estou aqui pela graça e misericórdia do Senhor. Até 2005 eu era uma educadora que trabalhava numa escola de educação cristã bilíngue. Deus ‘moveu os pauzinhos’ e me convidaram para trabalhar no SBT”, disse Cris que, em virtude do sucesso do Supernanny, passou a escrever livros e a dar palestras.

Apóstolo afirma que a Igreja precisa reconhecer Renê Terra Nova como Patriarca: “o entendimento disto é só para quem tem leitura espiritual”

Após a repercussão da notícia que o apóstolo Renê Terra Nova, do Ministério da Restauração (MIR) foi condecorado com o título de apóstolo patriarca, o apóstolo Fábio Abbud, da Comunidade El Shaddai, saiu em defesa do amigo. Disse ao repórter Getúlio Camargo, que a Igreja precisa reconhecer o manto patriarcal e que em breve os frutos irão aparecer.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A declaração aconteceu durante o café de pastores no dia 15 de julho. Abbud afirma que o entendimento deste momento é só para quem tem leitura espiritual e consegue discernir o tempo que estamos vivendo. “Está na palavra, o manto apostólico, patriarcal, está vindo sobre a igreja do Brasil, para mudar a sorte desta nação. O resultado será sobrenatural”, expressa.

Fábio diz ainda que Renê Terra Nova é um pai, um patriarca e que milhares de pastores e apóstolos estão sob seu comando. “Todos olham para ele com uma visão de amor, como um pai que tem alimentado a vida espiritual de pastores e a benção tem sido liberada para que a igreja cresça e multiplique no mover apostólico. Decidimos reconhecer este fato e os frutos disto será visto nos próximos dias”, promete.

Saiba quais candidatos a presidencia as principais igrejas evangélica irão apoiar nas Eleições 2010

Os candidatos à Presidência estão de olho no voto dos evangélicos. Não por acaso. Juntos, os evangélicos representam cerca de 25% do eleitorado brasileiro, que é de 135 milhões de pessoas. Ou seja, uma massa de 33 milhões de eleitores.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Na corrida por essa encorpada fatia do eleitorado, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) estão na frente. Eles brigam ferozmente pelo apoio das gigantes Assembleia de Deus e Igreja Universal. Ironicamente, a candidata do PV, Marina Silva, única evangélica da disputa, é quem tem mais dificuldades para costurar apoios com uma das frentes religiosas.

O maior imbróglio está na Assembleia de Deus. A igreja é dividida em duas partes – a Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil (Ministério de Madureira) e a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB). No total, a instituição conta com 16 milhões de seguidores, sendo que a corrente majoritária, a CGABD, liderada pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa, conta com 10 milhões. Neste campo, é o tucano José Serra quem tem vantagem, já que é amigo do pastor e contou com seu apoio no segundo turno das eleições de 2002.

De acordo com o presidente do Conselho de Comunicação da CGADB, pastor Mesquita, a Assembleia de Deus “não apoia nenhum candidato oficialmente”. Ele afirma que a ala majoritária “demonstra apoio a José Serra e proximidade com ele”. “Há uma resistência da CGADB a Dilma Rousseff, que é muito progressista e liberal em assuntos como aborto e casamento gay. Não negamos direitos a niguém. Eles [os homossexuais] têm direito de fazer o que quiserem, mas não absorvemos essas ideias e somos totalmente contrários a elas”.

A outra ala da Assembleia de Deus, conhecida como Ministério Madureira, conta com 6 milhões de seguidores e está com Dilma. Neste sábado, o deputado federal Pastor Manoel Ferreira (PR-RJ), líder da convenção nacional, organizou um evento em Brasília com fieis de diversas igrejas evangélicas para apoiar a petista, como Assembleia de Deus, Sara Nossa Terra e Igreja Universal do Reino de Deus. Segundo o deputado-pastor, o apoio à ex-ministra foi negociado e eles teriam recebido a promessa de Dilma de que um eventual governo petista deixaria questões polêmicas como a legalização do aborto e a união civil entre homossexuais para serem discutidas apenas pelo Congresso.

A escolha de Marina – Enquanto isso, a candidata do PV à Presidência, Marina Silva, não encontra apoio oficial nem mesmo na igreja à qual pertence. A verde é da Assembleia de Deus desde 1997 e, segundo a CGADB, “a igreja deveria ter amadurecimento para anunciar um apoio oficial a Marina”. Segundo representantes da convenção, a igreja poderia exigir dela um governo norteado pelos “ensinamentos cristãos”. Mas não foi isso que aconteceu.

A assessoria de Marina Silva, por sua vez, afirma que a candidata defende um estado laico e não discrimina a fé. “Marina reconhece que os evangélicos são um público a quem ela deve atenção por fazer parte dele, mas não faz um direcionamento específico para nenhum grupo religioso”.

Universal e a confusão de Dilma – A ex-ministra ganhou – mais uma vez – uma herança do governo Lula: o apoio da Igreja Universal. Com 13 milhões de fieis, a instituição apoiou Lula em 2002 e 2006. Um dos elos de Dilma com a igreja é o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) que, de acordo com sua assessoria, tem uma amizade “antiga e pública” com o presidente Lula. Além disso, quando defende a ideia de que o aborto deve ser tratado como questão de saúde pública, e não rejeitado por princípio, a candidata petista não se choca frontalmente com os preceitos do líder da Universal, o bispo Edir Macedo, que se diz favorável à prática em diversas situações.

Essa não é, obviamente, a posição da Igreja Católica. Nesta semana, o bispo de Guarulhos (SP), dom Luiz Gonzaga Bergonzini, defendeu o boicote à candidatura de Dilma por considerar que o PT é a favor da interrupção da gravidez. Para tentar resolver esse impasse, Lula inteveio: nomeou seu chefe de gabinete, Gilberto Carvalho, um ex-seminarista, para aproximar a petista da Igreja Católica.

Em evento evangélico, Dilma usa a Bíblia para explicar plano de governo e afirma: “O povo evangélico é o povo de Lula”

Um dia depois de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva compará-la (e a si mesmo) a Jesus Cristo, a candidata petista à presidência da República, Dilma Rousseff, citou, neste sábado, em evento para cerca de dois mil evangélicos, em Brasília, o capítulo da Bíblia que trata do milagre da multiplicação dos pães. Dilma disse que quer fazer a distribuição no Brasil assim como Jesus Cristo fez na passagem em que pão e vinho se multiplicaram. “Quero uma sociedade em que o princípio da distribuição e multiplicação seja base no sentido mais profundo. Eu sou a favor da vida”, disse.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A declaração de que é “a favor da vida” é feita no momento em que a campanha petista se preocupa com a imagem da candidata junto aos religiosos. Esta semana, o bispo de Guarulhos, d. Luiz Gonzaga Bergonzini, pregou boicote à presidenciável nas 37 paróquias da cidade, dizendo que a petista é favorável à descriminalização do aborto.

Dilma também negocia com evangélicos deixar temas como a legalização do aborto, regulamentação da prostituição, retirada de símbolos religiosos de locais públicos e a união estável entre homossexuais para o Congresso Nacional debater. No evento deste sábado, ela também citou uma passagem que trata sobre vida em abundância. “O choro pode durar toda uma noite, mas a gente sabe que a alegria vem pela manhã”, afirmou ao explicar os benefícios que pretende garantir à população brasileira.

Dilma Rousseff pediu o apoio dos religiosos para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros, se eleita. A candidata disse que Deus e o destino não podem ser responsabilizados pela pobreza e os infortúnios. Segundo ela, “a mão imperfeita” das pessoas que conduz mal as políticas públicas.

“A pobreza não é resultado do destino. Não foi Deus que construiu um país tão desigual. Foi a mão imperfeita de homens e mulheres. Isso acontece quando nos afastamos dos desígniios de Deus”, afirmou Dilma, na sede nacional das Assembleias de Deus no Brasil. “Está nas escrituras, o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem no dia seguinte.”

Dilma fez um discurso de pouco mais de 20 minutos citando várias passagens bíblicas.

Segundo a candidata, o objetivo dela, se eleita, é dar continuidade a vários projetos iniciados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Eleita, vou dar continuidade ao projeto do presidente Lula e aprofundar [em várias áreas]”, afirmou Dilma. “O povo evangélico deste país também é o povo do governo Lula.”

Para Dilma, os programas sociais devem considerar o apoio à solidez familiar e também às questões relativas aos jovens, às crianças, aos idosos e aos deficientes. Segundo ela, para assumir um cargo de comando e por em prática as metas definidas é preciso lembrar do pedido do rei Salomão – que governou Israel por 40 anos e foi considerado um dos mais sábios. “Quero ter sabedoria e discernimento nesta caminhada”, disse ela.

O presidente das Assembleias de Deus do país, pastor Manoel Ferreira, defendeu a candidatura de Dilma. Segundo ele, o Brasil está no rumo certo e por isso não há razão para mudar a orientação política. “Temos aqui a timoneira [Dilma]. Estamos no rumo certo, então por que mudar?”, afirmou.

Também participaram do encontro o candidato a vice-presidente, o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB), o chefe de gabinete da Presidência, Gilberto Carvalho, vice- presidente da Caixa Econômica Federal, Moreira Franco; o ex-ministro dos Esportes e atual candidato ao governo do Distrito Federal, Agnelo Queiroz; o ex-prefeito de Belo Horizonte e atual candidato ao Senado pelo PT, Fernando Pimentel; os deputados federais Rodovalho, Rodrigo Rollemberg (PSB-DF); Geraldo Magela (PT-DF); o senador Cristovam Buarque (PDT-DF); o Marcelo Crivella (PRB-RJ).

Lula compara a si mesmo e Dilma Rousseff a Jesus Cristo: “Meu corpo estaria mais arrebentado que o Dele”

Durante comício em Garanhuns (PE), o presidente Lula exagerou: associou a candidata Dilma Rousseff a Jesus Cristo. “Essa mulher foi barbaramente torturada. Não existe nada mais grave que o ser humano possa fazer com o outro do que torturar. Vocês sabem porque Jesus Cristo foi torturado”, declarou.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Segundo o presidente, a petista não guardou mágoa dos torturadores. “Cicatrizes no corpo dela certamente já sararam. Mas o que é mais fantástico é que sararam a alma dela e a conciência dela”.

Em seguida o Presidente comparou si mesmo a Jesus: “Meu corpo estaria mais arrebentado que o corpo de Jesus Cristo depois de tantas chibatadas”, disse Lula afirmando que a elite política do país tentou dar o golpe em seu governo depois do escândalo do mensalão, em 2005.

Recentemente Lula afirmou que nas cidades era melhor ter cinema do que igreja.

“Réplica do Templo de Salomão da Igreja Universal deixará Cristo Redentor na sombra”, afirma o The Guardian

A notícia sobre a construção da réplica do Templo de Salomão, que será sede da Igreja Universal do Reino de Deus em São Paulo, está sendo repercutida pelo mundo e já foi publicada em dois dos principais jornais de língua inglesa: o The Guardian, da Inglaterra, e o The New York Times, dos Estados Unidos.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Ambas as publicações se basearam no post publicado no blog do bispo Macedo, divulgando os detalhes das dimensões da construção e ressaltando que a obra será duas vezes mais alta que a estátua do Cristo Redentor, do Rio de Janeiro.

O título da reportagem do The Guardian sugere que o novo Templo deixaria a estátua do Cristo Redentor na sombra, já que será duas vezes maior que a construção do Rio de Janeiro. A matéria do The New York Times deu destaque à opinião do presidente da Juventude Judaica Organizada, de São Paulo, divulgada no blog do bispo Macedo, de que a iniciativa pode representar mais um esforço na luta antissemita, levando maior entendimento sobre a cultura judaica ao povo brasileiro.

A exemplo destes dois grandes veículos internacionais, outros meios de comunicação de todo o mundo devem passar a repercutir a notícia da construção da réplica do Templo de Salomão, obra cuja conclusão está prevista para 2014, e que, por suas dimensões, deve passar a figurar entre as principais obras arquitetônicas do mundo.

sábado, 24 de julho de 2010

Estudos apontam que ter fé não ajuda a manter casamentos

O que Deus uniu o homem separa. Um cruzamento entre dados de estado conjugal e religião realizado pelo Núcleo de Estudos de População (Nepo) da Unicamp a pedido da Folha mostra que a fé não segura casamentos.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A proporção das mulheres separadas, desquitadas ou divorciadas de cada igreja é muito similar à distribuição das crenças pela população.

A base utilizada foi a Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher, de 2006, do Ministério da Saúde e abarca mulheres em idade reprodutiva (entre 15 e 49 anos).Se é relativamente fácil constatar que a fé não mantém casais unidos, bem mais difícil é descobrir o que o faz.

Segundo a pesquisadora Joice Melo Vieira, que cruzou os dados, estudos no Brasil e no exterior mostram que a preocupação é estar em relações satisfatórias. Como a separação já não é tão estigmatizada, o fim da união é sempre uma possibilidade quando as coisas vão mal.

No final, relata Vieira, o que faz casais à beira da separação pensarem duas vezes são a situação dos filhos e a questão financeira. Como hoje mais mulheres trabalham, a dependência econômica não segura mais o casamento. Já os filhos o fazem apenas por tempo limitado.

Estudos europeus apontam que durante a gravidez e o primeiro ano de vida da criança é mais baixa a chance de os pais se separarem. Mas, à medida que os filhos crescem, esse deixa de ser um fator importante, e a probabilidade de separação volta a ser igual à de casais que nunca tiveram filhos.

RELAÇÃO IGUALITÁRIA

Embora não haja uma receita para o sucesso da união, existem fatores preponderantes. O mais eficiente é a distribuição das tarefas familiares e domésticas entre o homem e a mulher. Quanto mais igualitária for, menores são os riscos de ruptura.

A maioria dos religiosos ouvidos pela Folha não se surpreendeu com os dados.

Para o padre Eduardo Henriques, a religião “entra em diálogo com outros elementos da cultura e há níveis diferentes de adesão à fé”. Há desde o sujeito que se casa na igreja só para contentar a família até os que realmente creem no sacramento.

O pastor batista Adriano Trajano é mais veemente: “Religião não segura nada. O casamento deve estar seguro por amor, confiança, caráter e dedicação. Nenhuma dessas virtudes é conferida pela religião. O indivíduo precisa ser educado nelas”.

Marcos Noleto, teólogo adventista, diz que o abismo entre teoria e prática vai além do casamento: “Em números redondos: só 20% são dizimistas; 30% frequentam os cultos do meio de semana”.

Uma exceção parcial é o pastor luterano Waldemar Garcia Jr.: “As estatísticas podem até afirmar algo diferente, mas vejo que a religião auxilia na manutenção saudável das relações. Temos um trabalho de aconselhamento, com função preventiva”.

Confira a entrevista com o roterista de “Para Salvar Uma Vida”: “Acho que subestimamos demais os adolescentes”

Acesse o site oficial do filme em www.salvarumavida.com.brVisite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O filme aborda suicídio, depressão, autoflagelação, isolamento, gravidez e outros assuntos trabalhados normalmente por assistentes sociais em prol de jovens e adolescentes. Mas fica a seguinte pergunta: o filme mesmo com tom sério, porém inspirador e com conteúdo cristão, conseguirá chamar a atenção de adolescentes e do público em geral?

Jim Britt, em uma entrevista a uma instituição norte-americana fala sobre as razões para não deixar de assistir “Para Salvar Uma Vida”, e a sua opinião quanto aos assistentes sociais. Além disso, o roteirista nos enviou uma cópia do filme para revisão desses especialistas, e, dentro de alguns dias, sairá o parecer dos assistentes sociais sobre o filme “Para Salvar Uma Vida”.

Jim, poderia falar um pouco sobre você, por favor?
Sou especializado em cinema por uma Universidade localizada em La Mirada, Calif. No verão, antes de meu último ano de faculdade, fui convidado a trabalhar com alunos de segundo grau numa igreja. Naquele verão trabalhei 80 horas por semana e adorei tudo aquilo. Terminei a minha especialização, sabendo que trabalharia em tempo integral no ministério jovem e dedicando a minha vida aos adolescentes. Mais ou menos três anos atrás me procuraram com a ideia de escrever esse roteiro e foi tão bom, pois usaria a minha faculdade para algo realmente útil. Muitas das histórias no filme são baseadas na vida real dos alunos com os quais eu trabalhei e os desafios que eles enfrentaram.

O que lhe impulsionou a escrever o livro “Para Salvar Uma Vida”? No seu trabalho como ministro de jovens, você vê uma boa quantidade de adolescentes lidando com os assuntos que você incluiu no livro?
Antes de mais nada, o livro veio depois do filme. O que me fez escrever o roteiro foi a grande possibilidade de estar dia a dia conversando ao menos com um jovem sobre os seus problemas. A história realmente veio para levar esperança a jovens e adolescentes feridos, e, também, para transformá-los em mensageiros da esperança. O meu desejo é passar a mensagem aos feridos e solitários. Nós podemos salvar vidas. Praticamente tudo abordado no roteiro/livro eu vejo acontecendo na vida de jovens e adolescentes com quem eu trabalho.

A maioria dos filmes classificados como de adolescentes são filmes de ação, comédia ou terror. Eles também costumam ser sexualmente instigantes. Como você acha que os adolescentes irão reagir ao filme “Para Salvar Uma Vida”? Será que vai ser muito sério?
Você tem razão, não existem muitos dramas voltados para o público adolescente. Eu acho que é por isso que os adolescentes já responderam a esse filme de forma tão positiva. O filme não esclarece a dor deles, mas lida com ela de forma autêntica. Acho que subestimamos demais os adolescentes, mas esse filme verdadeiramente crê numa geração capaz de mudar o mundo, dando a esta geração o ímpeto para passar adiante a mensagem ajudadora. Nunca realmente nos fixamos à ideia de apenas fazer um filme (isso é difícil demais), mas procuramos contar bem uma história, buscando um novo mover. Acredito que o sucesso desse filme não irá se basear somente nos números de bilheteria, mas sim no número de vidas salvas e de feridos e solitários tocados.

Você vem originalmente de um ambiente calcado na fé. O filme coloca a fé como única solução para os assuntos com os quais os jovens lidam?
Uma das coisas que tantas pessoas têm gostado no nosso filme é que ele não tenta impor nada. “Para Salvar Uma Vida” é realmente a história de um aluno que passa a viver uma vida muito além do que apenas sucesso e popularidade, mas o verdadeiro significado da vida.

Os assistentes sociais ajudam os jovens a lidar com muitos assuntos em suas abordagens no filme. Eu também conheço alguns assistentes sociais que administram programas para ajudar os jovens a construir sua autoestima e fazer a transição para uma vida adulta saudável. Como você se sente a respeito do papel dos assistentes sociais na vida dos jovens, especialmente os assistentes sociais nas escolas?
Acho que ao invés de se fazer séries com atores e atrizes, deveríamos fazê-las com pessoas que trabalham com os jovens. Com base na minha experiência com os assistentes sociais locais, vejo que estão entre as pessoas mais trabalhadoras, carinhosas e dedicadas que já conheci. Como educador, eu considero os assistentes sociais como parceiros com quem me uno para ajudar a próxima geração. Na semana passada, fui a uma reunião com dois assistentes sociais para ajudar um aluno com dificuldades em meu grupo jovem. Fiquei muito surpreso e espero que esse filme seja incrivelmente inspirador, e lembre a esses profissionais o quanto é importante o trabalho deles. Todos nós precisamos trabalhar em equipe para trazer esperança a nossos semelhantes.

Qual foi o orçamento de “Para Salvar Uma Vida”? O que consideraria como uma abrangência bem-sucedida do filme para você?
Os produtores gastaram mais do que eles inicialmente previram. Eu sei muito bem disso. Quanto às exibições, o grupo cinematográfico pensa que o orçamento foi muito maior do que foi na verdade. Uma abrangência bem-sucedida para nós seria fazer todo jovem e adolescente assistir o nosso filme. Esperamos que milhares de vidas possam ser salvas, que o número de jovens e adolescentes feridos emocionalmente seja diminuído em todo o país, e que centenas de milhares em toda a parte comecem a ir à escola, à igreja, sabendo da virtude desta verdade, de que um ato de bondade com qualquer colega possa literalmente salvar uma vida.

Em quais outros projetos você está trabalhando? Mais algum filme voltado aos jovens?
Sim, claro. Não posso falar muito sobre o próximo projeto, somente que o nosso próximo filme impulsionará os jovens a achar uma casa para cada criança de rua na África. Estou tão empolgado com isso que é até difícil pegar no sono à noite. Tenha um ótimo dia. Me comunique se houver qualquer coisa que eu possa fazer para ajudar.

Acesse o site oficial do filme em www.salvarumavida.com.br

Padres homossexuais são flagrados com garotos de programa e em festas e encontros gays

Três padres católicos foram denunciados por manter relações homossexuais e filmados em locais gays em Roma, em festas com garotos de programa e durante encontros sexuais com parceiros ocasionais, anunciou nesta quinta-feira (22) a imprensa local.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A investigação, antecipada pela mídia italiana, será publicada na revista Panorama sob o título “As bravas noites dos padres gays”. A reportagem mostra que durante 20 dias um repórter se infiltrou, junto a um cúmplice homossexual, em festas de sacerdotes que “conduzem uma surpreendente vida dupla”.

A publicação afirma ter descoberto “numerosos casos” de padres que mantêm uma vida homossexual paralela, e ter encontrado “três em particular”.

Para a produção da reportagem, o jornalista e seu colaborador marcaram alguns encontros com os padres. O primeiro deles foi conseguido através da internet em 2 de julho deste ano, dando início às filmagens.

De acordo com a Panorama, um dos sacerdotes rezou uma missa em cima de uma mesa de sua própria casa, na presença do repórter, com a qual a revista sustenta ter verificado que o homem era “efetivamente um padre”. Outro dos envolvidos foi filmado fazendo uma celebração em uma igreja não muito distante de seu apartamento.

A aproximação com o terceiro padre ocorreu por meio de uma sala de bate-papo homossexual. O encontro entre eles foi realizado “diante da igreja de uma missão católica”.

A denúncia acontece alguns dias depois que o Vaticano anunciou que intensificaria as regras que visam a coibir a ocorrência de abusos sexuais entre membros do clero, tornando-as as mais rígidas.

A partir do segundo semestre de 2009, vários sacerdotes da Igreja Católica passaram a ser alvo de denúncias de crimes desse tipo, a maioria delas contra menores, em diversos países, entre eles a Itália.

Na época, houve pronunciamentos que relacionavam as ocorrências de pedofilia entre padres ao homossexualismo, em contraposição às críticas que pediam o fim do celibato para impedir a disseminação dos delitos contra crianças — postura que foi duramente repudiada por organizações de defesa dos direitos dos gays.

CET obriga Igreja Universal a melhorar transito de São Paulo para poder construir réplica do Templo de Salomão

Um terreno no quadrilátero formado pela Avenida Celso Gracia, e pelas Ruas Júlio César da Silva, João Boemer e Behring, no Brás, vai abrigar uma igreja e a nova sede mundial da Igreja Universal. As obras do novo templo, que ainda não tiveram início, já receberam licença da Prefeitura. A previsão é concluí-las até 2014. Para amenizar o impacto no trânsito, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) determinou basicamente a colocação de semáforos para travessia de pedestres e sinalização no entorno. As medidas obedecem leis vigentes de 1987 – a certidão de diretrizes de trânsito para o novo empreendimento foi emitida pela companhia em 2008.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Deverão ser instalados semáforos e equipamentos para travessia de pedestres em vários cruzamentos próximos do conglomerado, com rede interligada. Será preciso ainda instalar guias rebaixadas para deficientes físicos, câmera com gravador de DVD em poste integrado ao sistema de controle da CET, iluminação específica nas faixas de pedestres em alguns cruzamentos, melhorar e implementar sinalização no solo das vias próximas e também sinalização vertical (placas), além de gradil para direcionar pedestres às faixas. Deverá também ser feito um convênio permanente para estacionamento de 50 ônibus fretados nas redondezas.

Especialistas. Mas impacto no trânsito não envolve apenas as vias no entorno, mas as ruas próximas e também o transporte público, segundo especialistas em trânsito. “As medidas recomendadas pela CET vão dar segurança pontual nas vias ao lado da nova igreja. Mas os pontos próximos terão problemas”, observa o engenheiro de tráfego e ex-técnico da CET Alexandre Zum Winkel.

Ele destaca que o maior impacto será sentido nos horários de entrada e saída dos cultos e os gargalos vão ter reflexos pela região central. “O impacto será elevado porque haverá concentração tanto de carros e ônibus como também de usuários de transporte coletivo, principalmente dos ônibus que fazem linha na Avenida Celso Garcia”, explica Winkel.

“Na Celso Garcia, não passa mais do que 800 veículos por hora e por faixa num semáforo. Imagina quando o volume de veículos crescer, com o pessoal indo para os cultos. Ficará travado, a não ser que se faça uma operação especial nas redondezas e se deixe os semáforos abertos”, diz o consultor Horácio Figueira.

Escritor evangélico é processado por homossexuais e terá que destruir todos os seus livros

O aposentado evangélico Naurio Martins França, de 70 anos, autor da obra “A Maldição de Deus sobre o Homossexual: o Homossexual Precisa Conhecer a Maldição Divina que Está Sobre Ele!” foi absolvido da condenação que o obrigava a pagar indenização por dano moral coletivo aos homossexuais.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Para os desembargadores da 5ª Câmera Civil do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, a obra é resultado de uma simples exposição do ponto de vista do acusado. O TJ-MT entendeu que “o inconformismo e a intolerância de parte da população com as ideias do autor do livro não podem gerar, por si só, o dano à moral de um grupo de pessoas”.

Na apelação, o aposentado disse que não poderia ser condenado por todo um histórico de violência contra homossexuais, pois o fenômeno não é novo. Ainda segundo o aposentado, o livro não fomentava nenhum tipo de violência contra os homossexuais, como o homicídio.

Porém, de acordo com o site Consultor Jurídico, um ponto da decisão em primeira instância permaneceu. O autor deverá entregar à Promotoria os 289 exemplares da obra, e o termo cita também a destruição dos exemplares e conta com o comprometimento do autor em não publicar o livro novamente.

Igreja Batista realiza casamento lésbico e fiel decide processar denominação para reaver dízimos doados

Para Yvonne Moore, quando sua congregação batista do Sul realizou uma “cerimônia de compromisso” lésbico, não foi só algo contra a Bíblia — foi uma traição pessoal.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A traição levou a idosa negra, que havia frequentado a Igreja Batista da Aliança em Washington D.C. durante 37 anos, a processar para que suas doações semanais fossem devolvidas — doações avaliadas em aproximadamente 250 mil dólares.

“Fiquei transtornada — eu dou para a igreja dez centavos de cada dólar. Eu pago dízimos, e eles não respeitaram os membros o suficiente para nos escutar”, disse Moore numa entrevista da CNN publicada na quinta-feira. “Não acredito nessas coisas. Sou uma batista do Sul. A Bíblia fala contra o homossexualismo — não se pode levar isso para dentro da igreja”, disse ela.

Moore diz que frequentou o evento não acreditando que ocorreria em sua igreja, e achou a cerimônia “totalmente repugnante”.

Evidentemente, Moore não é o único membro transtornado com a mudança: a reportagem da CNN menciona brevemente que a congregação perdeu metade de suas famílias por causa do descalabro. Os pastores Christine e Dennis Wiley, porém, foram obstinados em sua decisão de celebrar a união da dupla lésbica.

“Não dá para você simplesmente ler uma Bíblia e pensar que de certa maneira você não dominou a palavra de Deus”, disse Dennis Wiley.

Mais tarde Moore desistiu do processo, embora tenha dito que não voltará mais àquela igreja.

Num encontro anual neste mês, os líderes americanos dos batistas do Sul aprovaram resoluções se opondo à normalização da homossexualidade nas forças armadas e no ambiente de trabalho.

O Distrito de Colúmbia [onde fica a capital dos EUA] começou a disponibilizar licenças de casamento para duplas de mesmo sexo em março, juntando-se a cinco estados que revogaram a definição legal de casamento entre um homem e uma mulher.

Igrejas evangélicas farão ato político em Brasília para apoiar a candidata Dilma Rousseff

A candidata do à Presidência Dilma Rousseff, da coligação “Para o Brasil Seguir Mudando”, receberá no sábado (24), em Brasília, o apoio formal dos representantes das principais igrejas evangélicas do país. Organizado pelo Pastor Manoel Ferreira, deputado federal pelo PR-RJ, o ato reunirá representantes de 15 denominações.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Apenas a Assembleia de Deus, Ministério Madureira, presidido por Ferreira, conta com seis milhões de seguidores. Será a primeira reunião do grupo com Dilma após o início da campanha presidencial. Durante a pré-campanha, Dilma já havia participado de um culto da Assembleia de Deus em São Paulo.

De acordo com a Pastora Eloá — que participa do mesmo Ministério de Pastor Ferreira —, a decisão de apoiar Dilma foi tomada porque ela representa a continuidade do governo Lula. “O presidente Lula foi bastante comprometido com o nosso segmento. Acreditamos que Dilma também terá o mesmo tipo de relação conosco.”

Segundo Eloá, uma das principais ações do governo aconteceu durante as votações do Código Civil, quando alguns setores parlamentares tentaram transformar o Estatuto de funcionamento das Igrejas em Associações — o que, segundo elas, modificaria a atuação dos evangélicos. “Isso tiraria a nossa liberdade de culto. Não somos uma associação, somos baseados em princípios teocráticos”, disse a pastora.

O evento de sábado não será um culto, mas, sim, um ato político de apoio à candidata. Ela lembrou que, ainda durante a pré-campanha, Dilma se reuniu com o pastor Manoel Ferreira e assumiu alguns compromissos com o setor. “Ela nos assegurou que, durante o seu governo, não partiria do Executivo iniciativas propondo a união civil dos homossexuais e a legalização do aborto no país”, afirmou.

De acordo com a pastora, os pedidos não significam qualquer tipo de preconceito com os homossexuais, lembrando que cada um tem o direito de escolher sua opção sexual. “Mas nós também temos o direito de lutar contra algo que não concordamos, como a possibilidade de sermos obrigados a realizar casamentos homossexuais em nossas igrejas”, completou.

Pelos cálculos da pastora, os evangélicos representariam entre 33% a 35% da população brasileira, embora os censos recentes restrinjam esse percentual a 26%. Eloá acredita que as eleições de outubro trarão um aumento na bancada evangélica do Congresso. Apenas a Assembleia de Deus Ministério Madureira — da qual Eloá e Manoel Ferreira fazem parte — conta hoje com 12 deputados federais.

Rede Record desiste de exibir minisséries bíblicas em 2010. Versão brasileira de “Rebeldes” entrará no lugar

Na cúpula da Rede Record todos estão de acordo sobre a necessidade de realizar ajustes para acomodar o que foi planejado, mesmo sem a certeza se isso será possível num ano atípico como este.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O lançamento da versão brasileira de “Rebelde”, em parceria com a Televisa, continua previsto para novembro. E deve ser mantido, além de outras razões, porque há um acordo estabelecido entre as partes. Não havendo outra saída, a minissérie “Sansão e Dalila” poderá ter a sua exibição transferida para o começo de 2011, contrariando planos inicialmente traçados.

O problema ou quebra-cabeça da vez, comum às principais emissoras, é se ajustar a tudo que envolve as eleições, no primeiro e segundo turnos, marcadas para os dias 3 e 31 de outubro. Um período de fortes emoções e grandes desafios para os nossos programadores.

Rick Warren, autor de “Uma Vida com Propósito”, é internado após queimar os olhos

Pastor Rick Warren da Southern Califórnia foi internado esta semana após seus olhos terem sido queimados com a seiva de uma planta daninha.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O porta-voz de Rick Warren, A. Larry Ross, disse que os médicos esperam que ele se recupere plenamente.

O incidente ocorreu segunda-feira enquanto Warren, que lidera a Igreja Saddleback, em Lake Forest, Califórnia, estava cuidando do jardim em seu quintal. Jardinagem, Ross, disse, é uma maneira influente pastor relaxar.

“É uma paixão dele,” disse Ross ao The Christian Post, quinta-feira, observando que o pastor da mega-igreja muitas vezes diz: “Se você trabalha com sua mente, você precisa para relaxar com as mãos.”

Enquanto podava arbustos, incluindo ervas daninha, Warren enxugou o suor da testa e logo experimentou a dor excruciante em seus olhos.

“A seiva da erva daninha, evidentemente, é venenosa,” disse Ross.

Sua esposa, Kay, ligou para o 911 e Warren foi levado para a sala de emergência para o tratamento. Ele permaneceu no hospital durante a noite e foi liberado terça-feira.

Warren está se recuperando em casa e continua o tratamento com os contatos de proteção e pomada de cicatrização, disse Ross.

O pastor escreveu em seu Twitter, quinta-feira, “Meus olhos estavam severamente queimados por um veneno tóxico. Segunda-feira hospitalizado. Agora casa. Orem para a minha visão ser restaurada.”

Apesar levar algum tempo para Warren se recuperar, Ross observou que sua visão estava muito boa, na quinta-feira, que ele foi capaz de tuitar.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Igreja Universal afirma construir catedrais para dar dignidade aos dizimistas. Réplica do Templo de Salomão custará 200 Milhões

A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) vai construir réplica do templo de Salomão no Brás, bairro localizado na zona leste da capital paulista, que terá 55 metros de altura, o equivalente a um prédio de 18 andares, e 70 mil metros quadrados de área construída, maior do que um campo oficial de futebol.
Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O prédio está orçado em 200 milhões de reais (cerca de 114 milhões de dólares) e deverá estar concluído em quatro anos.
Além do templo, com capacidade para dez mil pessoas sentadas, o edifício abrigará estúdio de rádio e de televisão, locais para 36 escolas bíblicas, estacionamento para 1 mil carros. Ele será construído com material reciclável de alta tecnologia, permitindo a reutilização da água e do calor.

“Nós queremos que as pessoas tenham um lugar bonito para buscar a Deus e também a oportunidade de tocar nessas pedras e fazer orações nelas”, comentou o bispo Edir Macedo, líder e fundador da IURD. Ele acredita que a visitação ao templo não se limitará somente aos fieis da IURD, mas será um ponto turístico e cultural, que atrairá pessoas de todo o mundo.

Em entrevista para o site Arca Universal, Macedo disse que a IURD constroi catedrais para devolver às pessoas os benefícios do dízimo e ofertas, “mas, sobretudo, para lhes dar visão da vontade de Deus para suas vidas. Jesus veio para trazer vida e vida em abundância. As catedrais provam isso”, destacou.
A IURD completou 33 anos de fundação, no dia 9 de julho, o que motivou a entrevista à Arca Universal.

Macedo disse que a igreja que dirige cresceu espiritualmente “por conta das lutas enfrentadas.” A maturidade, comparou, depende dos desertos enfrentados. Quanto maior o número de desertos, maior o grau de maturidade”.

Ele queixou-se do preconceito e resistência, no Brasil, ao trabalho realizado pela IURD. “Não é fácil enfrentar o preconceito por parte daqueles a quem queremos ajudar”, afirmou, lembrando que também Jesus e os apóstolos enfrentaram preconceitos.

O bispo declarou que a IURD não é “um clube que está em busca de membros”, mas reúne pregadores das Boas Novas do Evangelho. Pelo poder da Bíblia, a igreja tem libertado escravos de todo vício. “Assim sendo, ela promove reintegração social, muito além do que qualquer outra instituição social. E o melhor, sem receber qualquer ajuda governamental”, frisou.

Quanto às metas futuras da IURD, Macedo respondeu que aguarda “inspiração e orientação divina” para defini-las.

Em Portugal, Eleutério Cortes, 42 anos, que se declarou ex-seguidor da Universal, destruiu, no domingo, 13, parte do templo da denominação na cidade de Faro, a 300 km ao sul de Lisboa, dirigindo uma retroescavadeira emprestada de amigo.

O site da Universal portuguesa informou que Eleutério destruiu as portas da frente do templo, o saguão de entrada, cadeiras, paredes e parte do teto.

Cortes informou que freqüentava a igreja desde 2004 e que doou 100 mil euros (cerca de 222 mil reais) à instituição. A IURD nega qualquer vínculo do agressor com a denominação

Conheça os cantores gospel que estão se candidatando nas Eleições 2010

Eles têm talento, ministérios consolidados, não desafinam quando o assunto é música e sonham com uma bem sucedida carreira política. No pleito de 2010 que acontece no mês de outubro, além de jogadores, pastores e políticos profissionais, um novo grupo surge para disputar votos: o de cantores evangélicos. Sete renomados artistas disputarão votos pelo Brasil a fora, mesmo com a proibição dos showsmicios.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Marco Feliciano, pastor e com breve investida na carreira musical, tenta uma vaga na Câmara Federal pelo PSC (SP). Ele disse que sentiu a necessidade de ingressar na política devido o preconceito e a conspiração contra o povo de Deus. “Ser evangélico nesse país é motivo de piada e como cidadão espero dar uma ajuda, nem que seja pequena”. Ele terá como companheira no coro celestial, caso seja eleito, a cantora Shirley Carvalhaes que pelo PRTB do Pernambuco disputa uma vaga na Câmara. Entre seus projetos a assembleiana quer reduzir a criminalidade. Lauriete também está na turma pentecostal que também quer ir para Brasília defender os evangélicos. O quarteto pode ficar completo com Mara Lima, atual vereadora pelo PSDB do Paraná que representando a Assembléia de Deus também sonha com uma vaga. Em 2006, Mara Lima foi candidata à deputada estadual, com 35,3 mil votos, não sendo eleita somente por falta de legenda. Em 2008 foi eleita vereadora com 12,6 mil votos.

Estreando na vida política, Waguinho promete não atravessar no samba, e muito menos na vida pública. Candidato pelo PTdoB do Rio diz que se inspira em Marcelo Crivella e espera repetir a votação do bispo da Universal, que também disputa uma vaga ao Senado. “Preciso fazer muito ainda pelo nosso estado.” Caso seja eleito ele poderá compor dupla com Magno Malta, senador capixaba, que tem um extenso trabalho contra a pedofilia no Brasil.

Mas há quem opte por abrir mão da carreira política para se dedicar a Igreja e banda. È o caso do deputado estadual José Bruno (DEM/SP), líder da banda de rock Resgate, que após primeiro mandato na Assembléia Legislativa, eleito em 2006 com 73 mil votos, disse em entrevista durante homenagem ao Dia da Mídia, que se tornou deputado ‘pelas circunstâncias’. Após abraçar e liderar a CPI da Pedofilia ele deixa o cargo em dezembro com projeto, no futuro, de retornar a vida pública. Pelo jeito a bancada da música promete formar um grande coro, se vai desafinar ou não, só o tempo vai dizer.

Conheça a The Church of Life After Shopping, uma igreja evangélica contra o consumismo

O Reverendo Billy não é um pastor de verdade, é um ator. Sua igreja, a The Church of Life After Shopping [Igreja da Vida Pós-Compras], não é de fato uma congregação religiosa. Quando vai a uma loja do Starbucks e encena exorcizar uma máquina registradora, Bill Talen (seu nome verdadeiro) não expurga espíritos ou qualquer sorte de demônio do aparelho que colhe os lucros da empresa. Billy diz sim lutar contra o diabo, mas ele não é um anjo caído: chama-se Mickey Mouse.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Hoje a igreja de Bill faz palestras sobre como lutar contra o diabo em pequenas comunidades, teatros e igrejas. O mote principal de seu ministério, como sugere o nome, é lutar contra o consumismo e informar as pessoas de que suas compras têm impactos globais. Nos workshops e campanhas da igreja, as pessoas aprendem a dar valor à economia local e a procurar saber como são feitos os produtos que se consome. Sua equipe oferece também aconselhamento para os que querem se livrar das dívidas do cartão de crédito. Martin Luther King, Malcom X, o brasileiro Augusto Boal (dramaturgo fundador do Teatro do Oprimido), são algumas das bases da The Church of Life After Shopping. Os métodos não ortodoxos do pastor renderam um documentário em 2005 sobre seus happenings, What would jesus buy?, dirigido por Morgan Spurlock (deSupersize me).

No ano passado, Billy fez uma turnê pelo Reino Unido com sua Shopocalypse Tour; já protestou contra a impressão dos catálogos da Victoria’s Secret [que desperdiçam muito papel, segundo Billy]. Munido de seu megafone, seu coral (que pode ter até 45 pessoas, dependendo da ocasião) e das palavras “divinas” contra o consumo exagerado, o Reverendo já foi preso cerca de 50 vezes por perturbar a ordem pública.

Inspirado pelos pastores de rua que discursam aos berros pelas ruas de grandes cidades, o Reverendo resolveu adotar seus maneirismos e começar o exorcismo contra Walt Disney, que há 10 anos investiu pesadamente contra os arredores da Times Square, em Nova York. construindo grandes lojas e enchendo os teatros da Broadway de peças baseadas em seus filmes. As prostitutas, os mendigos e os vendedores foram retirados das ruas e presos, justamente as pessoas mais interessantes do bairro, segundo ele. Oscilando entre ativista e pastor, o Reverendo Billy conversou por telefone com a Trip, de Nova York. Ora dava gritos, como se desse um sermão, ora bradava contra os bancos de Wall Street. Chamando o repórter pelo nome o tempo todo, ofereceu batizar seus futuros filhos via Skype, depois de explicar que o diabo tem muitas faces no capitalismo.

De onde vem o seu gospel?
Subcomandante Marcos, Walt Whitman, Malcom X, muitas fontes. Um dos nossos heróis é brasileiro, Augusto Boal. Ele é muito importante para o nosso trabalho.

Como sua igreja começou?
Eu morava perto da Times Square em Nova York e a polícia sempre prendia as pessoas mais interessantes do bairro. Personagens que ficavam fazendo discursos na calçada, a prostituta com coração de ouro e vendedores de falafel e hot dogs. Elas estavam sendo levadas. Você sempre ouvia: “O Sammy está na cadeia, o Gene foi levado a um abrigo”. Acontece que as empresas Walt Disney, o Mickey Mouse, estava se mudando para o nosso bairro e a polícia de [Rudolph] Giuliani, o prefeito então, estava prendendo as pessoas em cooperação com Mickey Mouse. Estavam construindo teatros Disney, com peças Disney e lojas Disney com todas aquelas coisinhas e o Mickey Mouse estava construindo uma estátua na Times Square. A Times Square é também um lugar com muitas criaturas na calçada pregando coisas do tipo “fogo e enxofre”, fundamentalistas de direita.

Eles estavam sendo presos também?
Eles deveriam ter sido presos [risos]! Eu comecei a estudar e imita-los na frente da loja da Disney, há 10 anos, e comecei a pregar [levanta a voz e fala como pastor]: “Mickey Mouse é o anticristo, crianças! Eu quero que vocês afastem suas famílias deste templo da desigualdade! Não há nada além de produtos feitos em sweatshops nestas prateleiras!

E o que aconteceu?
Quando meu dei conta, havia uma multidão um volta de mim, e algumas pessoas estavam batendo palmas e cantando. Agora eu tenho um coral de 40 vozes.

As pessoas começaram a cantar espontaneamente?
Sim. Elas batiam palmas. Como num culto do domingo. Depois de um tempo, passávamos o microfone pelas pessoas e elas discutiam o consumismo, como as corporações estão dominando nossas vidas. Aqui na Times Square, eles estão transformando o espaço público internacional num shopping gigante e isso está acontecendo no mundo todo. Tem todo tipo de gente na Times Square, pessoas do Brasil, Japão, Rússia e elas contam que isso acontece no país delas também.

Desde que você fundou a Church of Life After Shopping, você virou um pastor em tempo integral?
Sim, Savitry D. [sua esposa] e eu nos casamos perto do 11 de Setembro e ela é diretora de teatro. Algumas de nossas performances são no palco, como uma peça interativa, baseada num culto, uma performance gospel empolgante. Ativistas locais sobem ao palco e falam sobre como resistir ao consumismo, crianças são batizadas para uma vida além das compras… Se você tiver filhos, traga-os a Nova York. Ou eu posso fazer um batismo via Skype, não tem problema. O consumismo está nos atacando por todos os lados e temos de ajudar uns aos outros.

The Church of Life After Shopping do Reverendo Billy no Starbucks

O anticristo é o Mickey?
Há um sistema de alternância de diabos. Agora, são os bancos de Wall Street que financiam o carvão sujo. Nós temos um processo de mineração que é chamado mountain top removal, no qual basicamente eles explodem uma montanha e deixam as pedras e resíduos de lado para chegar ao carvão. É ruim para o clima, envenena as pessoas das comunidades locais. Esses bancos são o diabo do momento, o JPMorgan Chase. Nós vamos juntar a sujeiras da West Virgina, vamos aos lobbies dos bancos [que financiam esse tipo de mineração] e vamos fazer como o Richard Dreyfuss no [filme] Contatos imediatos de terceiro grau, vamos ficar fazendo montanhas. Mas acho que somos mais famosos por exorcizar o demônio das caixas registradoras do Starbucks.

Por que vocês fazem isso?
Nós fazemos um ritual que surpreende as corporações e que elas vão lembrar. As corporações são muito bem-guardadas, tentamos chamar a atenção. Eles querem que você escreva uma carta [risos]. Se você coloca sua mão na máquina registradora e a outra no ar e fala com um Deus desconhecido – nós mudados o nome do nosso Ser Supremo todo dia para nos mantermos longe de confusão, não queremos ser fundamentalistas. Só de me ver através da câmera de segurança faz o vice-presidente da Starbucks pular da cadeira. O Starbucks é como o banco Chase-Manhattan, são uma companhia que convenceu muitas pessoas progressistas dos EUA de que eles são uma boa companhia. Na verdade, eles são conservadores, é como os Clintons.

Como eles conseguiram convencer as pessoas de que são uma boa empresa?
Eles têm técnicas de marketing muito boas – o Starbucks sempre tem um anúncio de página inteira noNew York Times, todo verde… Mas de fato, eles não são uma companhia que negocia com justiça. Nos leilões de grãos de café, segundo as nossas evidências, eles são brutais, não pagam o suficiente. Eles são brutais, as famílias que levam os grãos ao mercado frequentemente têm filhos desnutridos. Eles desafiam a classe média consumidora em certos países ocidentais, especialmente nos EUA e na Europa, eles saturam com marketing mesmo aqueles que possam ter uma posição política que demande mudança. Nos anúncios você vê camponeses felizes perto do seu pé de café.

Quantas vezes você foi preso?
Cerca de 50 vezes. Geralmente só fico preso até o dia seguinte ou por algumas horas, às vezes só tenho que ficar sentado na viatura por um tempo.

Do que eles acusam você?
Eles têm muitas acusações: conduta desordeira, interrupção de negócios, invasão de propriedade…

Quantos membros tem sua congregação?
Temos seguidores pelo mundo todo. Eu assumi o papel de “palhaço-herói” por resistir ao consumismo, aos grandes shoppings, às lojas de departamentos.

Como se faz isso? Como se evita o consumismo, como você resiste a um shopping no seu bairro? Nós oferecemos aconselhamento que diminui o consumo. Temos um ritual na nossa igreja no qual uma mão está no ar e a outra no produto com a celebridade piscando para você no rótulo e prometendo que vai fazer sexo com você. [Aumenta o tom de voz] Calma! Provavelmente, eu não posso provar, provavelmente, aquela celebridade não vai dormir com você! É possível que você não transe quando pagar dezoito dólares pelo produto! [Mais calmo] Tentamos desacelerar o processo porque ele é ameaçador e diz que você não vai fazer sexo se não comprar o perfume. E, ridiculamente, esses produtos são quase sempre tóxicos, fabricados a partir de petróleo e químicos que vão do seu corpo para a terra, especialmente os que vêm de longas distâncias, nessa economia global neoliberal, que é um desastre ecológico. É necessário enviar coisas a longas distâncias, mas precisamos encontrar um equilíbrio. As pessoas precisam descobrir que a comida pode ser encontrada localmente, a energia também, e gradualmente poderemos nos afastar do sistema centrado no combustível fóssil. Isso demanda uma mudança de estilo de vida, mas a Terra está mandando sinais. Precisamos de mudanças; na nossa igreja dizemos: “Change-alelujah [mudança-eluia]!

Sua igreja oferece orientação financeira?
Sim. Os cartões de crédito – especialmente no Natal – são terríveis, você paga 25% de juros a bancos, geralmente de Wall Street. Agora, por causa da crise mundial, é sabido o que esses bancos fazem com o dinheiro, o zé-ninguém na calçada sabe o que eles fazem. É uma boa idéia sair do cartão de crédito porque seu dinheiro encolhe em 25 por cento. Por motivos éticos e políticos você não deve usa-los, porque eles mostraram o que fazem com dinheiro. O consumismo envolve causas políticas da direita, dar dinheiro aos sweatshops, às companhias que exploram carvão sujo. É uma emergência da Terra em proporções que não conhecíamos antes. Eles não conseguiram fazer nada em Copenhague. As corporações controlam os governos; temos de parar essas empresas e indústrias que destroem as comunidades e fazem a industrialização da pesca e da agricultura. A economia baseada nas corporações não é sustentável. Na The Church of Life After Shopping tentamos fazer as pessoas entenderem isso da nossa maneira, que é cômica e espiritual ao mesmo tempo. Queremos que as pessoas comuns assumam a responsabilidade de resistir controlando como elas gastam seu dinheiro.

Você notou um aumento no seu rebanho depois da crise econômica mundial? Absolutamente. Katrina e Rita, os dois furacões, foram um grande passo [para o aumento]. Os americanos estavam vendo que… Eu não deveria dizer “americanos” porque vocês também são americanos, devo dizer que nos Estados Unidos nós vimos um furacão de categoria um [a menor] causar aquilo porque aumentamos em dois graus a temperatura do México devido aos nossos fertilizantes. Foi como se a Terra estivesse revidando contra as empresas petrolíferas dos EUA, ali no Delta do Mississippi. As pessoas viram as imagens de grandes ondas empurrando plataformas de petróleo, de 18 veículos utilitários, lado a lado, tentando escapar de Houston, no Texas. As imagens fizeram os cidadãos pensar que suas compras têm conseqüências. O marketing diz que nós só compramos o produto e que isso não gera nenhum impacto. Ele nos protege de fazer a pergunta: “Espere um minuto: quem fez esse produto?”. “O que tem nesse produto, qual recurso da Terra está neste produto?”. No meu país, você é ensinado a não fazer essas perguntas.

Qual foi a maior conquista da sua igreja?
Nós ajudamos as pessoas a celebrar um novo tipo de Natal, parcialmente porque Morgan Spurlock, do filme Supersize me, fez um filme sobre nós chamado What would Jesus buy?. Esse é o nosso manual de instruções visual. As pessoas se inspiram a vivenciar uma experiência com suas famílias e fazem as compras nos comércios da vizinhança, localmente. [Grita] Local-luia, crianças! Local-luia! Ande até o presente que você vai comprar, ou talvez vá de bicicleta. Você não tem de ficar preso no engarrafamento para ir até o shopping.

O que mais você gostaria de dizer, Reverendo?
Tudo se resume a uma escolha pessoal. Eu sei que assim que você sair do prédio da sua revista, você dará de cara com o diabo. Eu quero que saiba que estamos todos com você. [Grita] Todos nós pecamos, todos compramos demais! Mas eu sei que você pode resistir à tentação que invade seus sentidos!

Amém!

Curso de Teologia reconhecido pelo MEC gera polêmica entre os cristãos

Desde que o Ministério da Educação (MEC), através do Conselho Federal de Educação, passou a reconhecer o caráter universitário do curso de teologia, em 1999, a possibilidade de ter a vocação premiada com um diploma carimbado pelo governo tem feito muitos estudantes suspirarem. O sentimento é mais que natural – afinal, grande parte dos alunos vislumbra, de posse do canudo, prosseguir estudos que venham a guindar sua carreira, dentro ou fora do ambiente eclesiástico. “Concluindo a graduação, tenho a intenção de fazer mestrado e doutorado, e o reconhecimento do MEC me facilitaria muito o processo”, planeja José Mirabeau, membro da Igreja Presbiteriana de Copacabana, no Rio de Janeiro. Ele está no 4º ano do curso de bacharel em teologia do Seminário Presbiteriano Reverendo Ashbel Green Simonton. Aspirante ao ministério pastoral, Mirabeau espera que o curso lhe ofereça a formação acadêmica necessária ao exercício da atividade, já que, em sua denominação, a graduação teológica é uma exigência para isso.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Por outro lado, em igrejas onde tal formação não é caminho obrigatório para o púlpito, a visão ainda parece ser mais missional. “O conhecimento teológico é fundamental, mas não será por meio do reconhecimento junto ao MEC que teremos verdadeiros ministros do Evangelho”, pondera a estudante Priscila de Carvalho Figueiredo, aluna do Instituto Bíblico da Assembleia de Deus na Ilha do Governador (Ibadig), também no Rio. “Ser pastor não é uma profissão, mas um chamado, uma vocação”. No seu caso, o estudo da teologia não visa a obtenção de diploma de terceiro grau, já que é farmacêutica. Mas sua fala toca num tema delicado, epicentro da preocupação de muitos envolvidos na questão: a motivação financeira. No entender de Priscila, é um erro classificar o pastorado como uma maneira de adquirir riquezas.

“X da questão”

Se, para boa parte dos estudantes, o reconhecimento do curso como de nível superior abre portas até então impensáveis para graduados em teologia – como a continuidade dos estudos nos níveis de mestrado e doutorado e a possibilidade de acesso a cargos públicos restritos a portadores de diplomas de terceiro grau –, o corpo docente vê a questão sob outra ótica. Para professores como Lourenço Stélio Rega, diretor da Faculdade Teológica Batista de São Paulo, a oficialização da disciplina interfere até no perfil dos alunos. Segundo ele, antes dificilmente alguém procurava cursos teológicos com outro objetivo que não fosse atender a uma vocação: “Atribuo isso talvez à oficialização do curso, pois antes era comum aconselhar um jovem a fazer primeiro uma faculdade oficializada. Hoje, não há mais necessidade”. Rega diz que agora, mesmo entre os que se dizem vocacionados, a média de idade tem se alterado. “Temos mais alunos jovens”, aponta.

Fato é que quem se matricula hoje em um curso de teologia tem procurado qualidade e perspectivas. “O aluno quer tudo recheado com um diploma superior, reconhecido pelo MEC”, salienta o pastor presbiteriano Jorge Henrique Barro, diretor da Faculdade Teológica Sul Americana de Londrina (PR). “Ele já vislumbra uma especialização, e alguns voam alto, pensando em mestrado e doutorado. Já aprenderam que estudar em uma escola não reconhecida é a morte prematura de um sonho, pois não sendo portadores de um diploma superior, seu curso será livre e ele não irá adiante no processo contínuo de sua formação. Esse é um problema que as escolas não reconhecidas terão de resolver”, diagnostica.

“Precisamos da ingerência direta do MEC para alcançar a excelência?”, questiona, por sua vez, o pastor Neander Kraul, diretor do Seminário Teológico Betel, no Rio de Janeiro. Para ele, a oficialização da teologia ameaça o caráter essencialmente ministerial do pastorado. “Ao nivelarmos pura e simplesmente essa área de formação com as demais, passamos a admitir a teologia como campo profissional”, avalia o educador (ver debate em quadro). “O MEC não é empecilho para nenhuma instituição, a não ser para aquelas que levam a educação teológica com a barriga”, discorda Robinson Jacintho de Souza, gestor e coordenador acadêmico do seminário teológico Servo de Cristo. “Muitas instituições continuam como seminários e, mesmo oferecendo cursos livres, possuem e atendem ao rigor pedagógico-educacional”.

Mesmo assim, Jacintho defende que levar o ensino da teologia a sério, em termos profissionais, não significa perder de vista o que chama de razão da existência dos seminários teológicos: “Responder ao comissionamento de Cristo por meio da educação. Fruto disso, de uns poucos seminários e das faculdades teológicas reconhecidas, são os ministérios frutíferos de seus ex-alunos, que mostram que o ‘x’ da questão não está no MEC, mas em nós mesmos, como gestores desse processo”, conclui.

Sim e não

Entre os entusiastas da oficialização, o professor Jorge Henrique Barro, avaliador para cursos de teologia do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), destaca-se por defender que quem ganha com o processo são os seminários, seus alunos e as igrejas. Já uma das vozes críticas mais representativas é a do pastor e professor Neander Kraul, diretor do prestigiado Seminário Teológico Betel, no Rio. Neste debate, cada um deles expõe seus argumentos:

Qual sua opinião sobre o reconhecimento do curso de Teologia como de nível superior?

JORGE HENRIQUE BARRO – Esse processo traz muitos benefícios. A oficialização melhora as condições técnicas do curso, como o projeto pedagógico, o plano de desenvolvimento institucional, o nível do corpo docente, a biblioteca, o corpo técnico-administrativo e o próprio corpo discente. Uma escola que passa por esse teste certamente cresce e se desenvolve com mais consciência educacional. Passa a ser uma escola dirigida por gente mais preparada para inseri-la no contexto federativo de ensino.

NEANDER KRAUL – As evidências dão conta de que a Igreja praticamente nada ganhou com o reconhecimento, se o objetivo último dos seminários ao ofertar cursos de teologia for o de servir a Igreja. O curso de Teologia era tido como campo especificamente confessional, gozando de status diferenciado em relação às demais formações de nível superior. Ao nivelarmos pura e simplesmente essa área de formação com as demais, passamos a admitir a teologia como campo profissional e derrubamos nosso antigo discurso de que pastores não são profissionais. Além disso, todo conselho normatizador e fiscalizador de profissão representa os braços do Estado e da própria sociedade civil no controle de determinada ocupação.

Existe o risco de ingerência do MEC, ou seja, do Estado, sobre assuntos religiosos?

BARRO – As pessoas ligadas à educação teológica precisam ser mais coerentes. O que se percebe é que os comentários sobre uma suposta ingerência do MEC revelam, por um lado, muita ignorância no assunto, por parte de gente que nunca leu os pareceres e portarias relativas ao ensino da teologia. E, em segundo lugar, trata-se de uma justificativa barata para não entrar nesse processo junto ao MEC. O Parecer 241/1999 garante o estabelecimento de composição curricular livre, levando em consideração suas tradições religiosas. Então, quem disse que uma escola reconhecida pelo MEC não pode ter uma ênfase ministerial? Nenhuma escola precisa ter medo da ingerência sobre seus currículos ou sua vocação.

KRAUL – Cresce, visivelmente, a ingerência do Estado no âmbito religioso. É óbvio que progressivamente o controle sobre a Igreja se adensará. Numa perspectiva espiritual, é fácil observar que todos os prognósticos de que a fé e a religião se esvaziariam na virada do século foram derrubados. Convivemos hoje num mundo sensorial com alta tecnologia, muita espiritualidade e muito misticismo. Neste contexto, parece que a ação diabólica é legitimar a religião na sociedade como um conjunto de valores que simplesmente ajuda o homem a viver.

Qual o principal efeito desse processo de oficialização?

BARRO – Uma formação com mais qualidade. Ao reconhecer a área de teologia, o MEC a coloca no sistema nacional e federativo – a teologia sai da clandestinidade e passa a ser um curso com referência nacional.

KRAUL – A questão fundamental que levanto é de cunho ideológico, considerando nossa realidade histórica. Muitos argumentavam que a educação teológica brasileira precisava aprimorar-se. Concordo. O fulcro da questão, entretanto, é se precisamos da ingerência direta do MEC para alcançar esse objetivo.

Em busca da qualidade

Conheça algumas das escolas que já obtiveram o reconhecimento do MEC para seus cursos de teologia:

  • Escola Superior de Teologia – EST
  • Faculdade Batista de Minas Gerais – FBMG
  • Faculdade Batista do Rio de Janeiro – Fabat
  • Faculdade Batista Brasileira – FBB
  • Centro Universitário Metodista Bennett
  • Faculdade de Ciências, Educação e Teologia do Norte do Brasil – Faceten
  • Faculdade de Teologia de Boa Vista – Fatebov
  • Faculdade de Teologia de São Paulo da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil
  • Faculdade de Teologia e Ciências Humanas – Fatech
  • Faculdade de Teologia Evangélica em Curitiba – Fatev
  • Faculdade Evangélica de São Paulo
  • Faculdade Evangélica de Tecnologia, Ciências e Biotecnologia da CGADB – Faecad
  • Faculdade Evangélica de Teologia de Belo Horizonte – Fate BH
  • Faculdade Evangélica do Piauí – Faepi
  • Faculdade João Calvino – FJC
  • Faculdade Luterana de Teologia – FLT
  • Faculdade Metodista de Teologia e Ciências Humanas da Amazônia – Fateo
  • Faculdade Nazarena do Brasil – FNB
  • Faculdade Teológica Batista de São Paulo – FTBSP
  • Faculdade Teológica Batista do Paraná – FTBP
  • Faculdade Unida de Vitória
  • Faculdade Teológica Sul Americana – FTSA
  • Universidade Luterana do Brasil – Ulbra
  • Universidade Metodista de São Paulo – Umesp
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Centro Universitário Adventista de São Paulo – Unasp
  • Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia – Salt

Juíza que se recusava a casar gays por “medo da condenação de Deus” muda de idéia após conversa com Pastor

A juíza de paz Marta Corvella, que havia dito que não casaria casais gays porque “Deus não aprova” esse tipo de relação, mudou de ideia após uma conversa com seu pastor. A chefe do cartório de General Pico, na Província argentina de La Pampa, agora está disposta a efetuar os casamentos entre pessoas de mesmo sexo, aprovado na última semana no país vizinho.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A informação foi confirmada nesta segunda-feira (19) pela diretora do Registro de Pessoas provincial, Irene Giusti, em entrevista ao jornal Clarín. Segundo ela, a juíza voltou atrás “após um encontro com seu pastor”.

- Ela inclusive manteve encontro com vários casais homossexuais, a quem assessorou a respeito dos trâmites necessários para o casamento, logo que a lei seja promulgada.

Na última semana, logo após a aprovação pelo Senado argentino da lei que permite o casamento entre pessoas de mesmo sexo, a juíza Marta disse não iria casar gays em seu cartório “por uma questão de princípios cristãos”. Ela disse ainda que, “na Bíblia, Deus não aprova essa forma de viver”.

A Argentina é o primeiro país latino-americano a contar com uma lei de casamento gay e o 11º país no mundo.

A legislação precisa ser promulgada pela presidente Cristina Kirchner, que já deu o seu apoio ao projeto.

A aprovação da lei ocorreu em meio a forte oposição de grupos religiosos.

Cantor gospel é preso por se masturbar em ônibus público

O cantor de música gospel, Paulo Gontijo, 45, anos natural de Goiânia (GO) foi detido e apresentado pela Polícia Militar na Delegacia de Polícia Civil de Ouro Preto, após ser denunciado por prática de atos obscenos dentro de um ônibus de linha interestadual, ao lado de uma passageira, autora da denuncia. Paulo Gontijo viajava de Cacoal para Ouro Preto e depois seguiria para a cidade de Urupá onde faria uma apresentação no final de semana. Ele assinou um Termo Circunstanciado (TC) e responderá o inquérito em liberdade.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

De acordo com as informações, Paulo Gontijo estaria realizando uma turnê no Estado, em igrejas evangélicas. Ele embarcou em Cacoal na manhã de domingo com destino a Ouro Preto, e posteriormente seguiria para a cidade de Urupá onde teria uma apresentação no período da noite.

Conforme teria relatado á passageira, que não teve o nome evelado, Paulo Gontijo entrou no ônibus sentando na poltrona ao seu lado. A viagem transcorria normalmente até que se aproximando de Ouro Preto, Paulo passou a ter uma atitude inusitada, abrindo o zíper da calça, passando a se masturbar, deixando a passageira constrangida.

Revoltada a mulher decidiu ligar para a Central de Operações da Polícia Militar (190), relatando o fato, tendo Paulo Gontijo sido detido pela guarnição composta pelos policiais, Resende e Ronilson na estação rodoviária e conduzido para a delegacia de Polícia Civil para tentar se explicar de suas atitudes inconvenientes.

Longe da esposa e filhos

Na delegacia, Paulo Gontijo disse que já canta musicas gospel há 17 anos, com cinco CDs gravados, e seria membro das igrejas, Assembléia de Deus Madureira na cidade de Goiânia. Para a reportagem ele justificou o seu ato afirmando que se encobriu usando o seu paletó para não ser percebido. Ele demonstrou arrependimento dizendo que foi dominado pelas “forças do mal”, lembrando ainda estar a 20 dias longe da esposa e das duas filhas menores de idade.

O cantor assinou Termo Circunstanciado (TC) devendo responder o inquérito com base no Art. 233 do Código Penal Brasileiro (CPB). Caso condenado á pena poderá ser de três meses a um ano de prisão ou multa.